Destaques

Ébola: São-tomenses aderiram em massa a campanha de limpeza  

Todas as cidades e vilas mudaram de rosto na quinta – feira 21 de Agosto. Uma campanha de limpeza lançada pelo Governo como medida de prevenção do Ébola, lançou para as ruas desde as 7 horas de quinta – feira, grande arte dos funcionários públicos.

As forças militares e paramilitares também se envolveram na campanha de limpeza que apenas começou no dia 21 de Agosto. « 21 de Agosto é a data do arranque de ação de limpeza profunda a nível nacional para limpar o país como prevenção contra a  ameaça da epidemia do Ébola que já está na vizinha Nigéria», declarou o Ministro da Educação e Porta Voz do Governo, Jorge Bom Jesus.

CIDADECada dia que passa, o medo aumenta moral, física, e psicologicamente em São Tomé e Príncipe, devido a presença massiva dos negociantes nigerianos no arquipélago. O Téla Nón apurou que ainda nesta semana vai sair um barco do porto de Sã Tomé rumo a Nigéria.

Informações não confirmadas oficialmente, dão conta que alguns negociantes nigerianos desembarcam no país à revelia das autoridades competentes.

A polícia fiscal e aduaneira pode assim ser um Anjo da Guarda a porta do Inferno. No entanto o Governo de Gabriel Costa, assumiu o perigo e deu a cara. Chamou a consciência da sociedade são-tomense para a ameaça.

Nesta primeira campanha de limpeza profunda, participaram, jovens, adultos, funcionários públicos e de empresas privadas, os militares e paramilitares, a
população em geral orientados pela Cruz Vermelha e as respectivas Câmaras Distritais.

Inter Mamata

    26 comentários

26 comentários

  1. Cassuma sem energia electrica

    22 de Agosto de 2014 as 13:43

    No desempenho de Gabriel Costa disse o telanon dos comentarios pela grelha o seguinte qualidades:
    MAU – 46.01% com 219 VOTOS.
    RAZOAVEL – 29.2% COM 139 VOTOS.
    BOM – 24.79% COM 118 Votos.
    Isto quer dizer que quem tem feito bem não deve temer ficar com medo das eleições. Falar que tem a licenciatura em Direito é diferente de ter verdadeiro para mostrar e se calhar nem para comprar o Gabriel conseguiu.

    • bintoudjalo

      24 de Agosto de 2014 as 12:23

      Cassuma, nao sei qual é a sua formação e tão pouco o seu nível de estudo. Mas conheço muito bem o nível de estudo do Gabriel da Costa, pois que tem uma licenciatura em Direito+4anos de Magistratura feitos em Franca (universidades de Clermont Ferrand e de Paris, Ejscola de Magistratura) . Ninguém pode tira-Lo os diplomas que ele adquiriu com esforco e boa vontade, mesmo aqueles que lhe desejam o pior . Diz o brasileiro”o que é do homem, gato não come” . É defacto verdade,que no país STP, só procuram “exaltar” os defeitos do GDC, porque é o que convém aos inimigos dele, que lhe fulminam sem sucesso. Gabriel é e sera sempre aquele patriota pronto a tudo para contribuir no desenvolvimento de STP , inclusive , ele sacrificou a vida dele sentimental (o grande amor da vida dele, mulher que ele adorava …) , proposta professional prometora, preferindo regressar para STP, até porque militou imenso (com outros sao-tomenses em França), permitindo o regresso da familia Trovoada para o país. Que me citem um individuo do país mais patriota e engajado que o Gabriel.

  2. Emilio Frota

    22 de Agosto de 2014 as 13:57

    Isso só demonstra o tamanho da ignorancia ou despreparo de quem nos dirige. Não é que atos desses não sejam importante, é, e muito importante as pessoas se mobilizarem desse jeito para a limpeza das nossas ruas , sobretudo nas cidades, mas o governo ao invés de assumir postura seria , fazendo uma vigilância seria ou fechar a fronteira, tenta dar a entender ao mundo que já temos a doença no país, meus senhores não temos , ainda, a doença, então por favor tratem e fazer incursões cerradas nas fronteiras que por sinal é uma coisinha de nada, tratem de colocar o alcool gel , nos aereporto e porto minusculos que temos, ao inves de dar tamanho sianl de vossa falta de leitura, seus cabeças ocas. Fechem a porra da fronteira, ou montem laboratorios nas fronteiras, deixem de expor os nossos policias aduaneiros a esse perigo, que raios……

  3. Mé Zemé

    22 de Agosto de 2014 as 14:32

    Deus, Santo Tomé e Santo António nos proteja e faça com que essa maldita doença nunca chegue a nossa terra. Amém.

  4. Lupuye

    22 de Agosto de 2014 as 15:07

    Bom trabalho! Muito bem!
    Espero que assim os santomenses aprendam a respeitar as ruas, o que e de todos. Porque se nao for assim o lixo estara de volta em menos de uma semana. Sao Tome e de todos nos e se realmente queremos que o turismo venha a ser uma fonte de producao de riquezas em STP temos que comecar a ser mais limpos, mais respeitadores da natureza de forma a que os turistas se sintam bem no nosso solo patrio.
    Por outro lado limpapndo a nossa terra evita a circulacao de muitos microbios, virus, moscas e outros males portadores de doencas.

  5. Cobra branca

    22 de Agosto de 2014 as 15:45

    Nada tem que ver a limpeza com o ébola, mas é muito bom a limpeza em geral da cidade que sempre fica muito suja.

  6. Ilha do Princepe

    22 de Agosto de 2014 as 16:33

    Nestas alturas, o Governo tem que tomar medidas de prevenção em relação aos nigerianos que entram e saem de São Tomé, também aos comerciantes Santomenses que vão a Nigéria, tem que ser uma medida preventiva a ser decretada pelo Governo, encerar fronteiras com Países afectados, manter em quarentena os Navios e Passageiros que vêem de Nigéria e outros países afectados num prazo de 22 dias, porque só falar para que a população faça não é o suficiente. Criar medidas de prevenção activa. Onde se sente uma actuação forte de todos nessa causa quem vem alastrando nos Países da africa Ocidental.

  7. arelitex

    22 de Agosto de 2014 as 16:58

    na duvida é desde já proibir a entrada de Nigerianos e outros habitantes de países onde já está a doença . os Nigerianos que saírem do país já nâo entram ( façam como Cabo Verde está a fazer ) .nâo dá para arriscar nem facilitar . a entrada dessa doença no país seria uma desgraça .

    • perguntarnaofende

      22 de Agosto de 2014 as 18:56

      E Nigerianas também ?

  8. Xico

    22 de Agosto de 2014 as 17:22

    Limpeza basta!? Brincadeira de mau gosto.
    Porque é que não seguem o exemplo de Cabo Verde e interditam a entrada de pessoas provenientes de zonas infectadas!?

    • Arnaldo (santola)

      22 de Agosto de 2014 as 22:55

      Pois é meu amigo a questão não é só a limpeza melhor o governo fecha as fronteiras isso é um caso sério, e STP não tem condições para enfrentar esta doença.

  9. luisó

    22 de Agosto de 2014 as 21:33

    Limpeza é bom e deveria ser todos os dias não de vez em quando.
    Agora limpeza não trava doença se entrar alguém com o vírus no País.
    Para isso há que fechar as portas a todos e todas as que vêm dos países infectados.
    Nem quero imaginar a desgraça que seria se o vírus entrasse em STP.
    Vi agora na tv que na libéria a coisa é tão grave que fecharam e puseram de quarentena um bairro inteiro com 75 mil pessoas em que ninguém entra ou sai, inclusive já houve tentativas e o exército interviu e disparou balas reais para impedir as pessoas de lá sair.
    Estão a ver o caos e a realidade disto tudo?
    Não é brincadeira.
    Há que tomar medidas a serio antes porque depois…

  10. Princepe

    23 de Agosto de 2014 as 0:18

    ATENÇÃO MEUS IRMÃOS

    Ébola: Dois novos casos na Nigéria, todas as regiões da Libéria afectadas

    22 de Agosto de 2014, 14:08

    A Nigéria registrou mais dois casos de Ébola, elevando para 14 o total de casos confirmados de infecção com o vírus, que já provocou cinco mortes no país, divulgou hoje o governo nigeriano.

    Na Libéria, o país mais atingido pelo surto de Ébola, com 576 mortos, o secretário-geral do sindicato dos serviços de saúde, George Williams, anunciou que todas as regiões do país já foram afectadas pela epidemia do Ébola, após a confirmação de casos no sudeste do país, perto da fronteira com a Costa do Marfim.

    “A Nigéria registou os primeiros dois casos de Ébola em contactos secundários em relação ao primeiro paciente”, disse o ministro da Saúde nigeriano, Onyebuchi Chukwu, numa conferência de imprensa em Abuja.

  11. judas

    23 de Agosto de 2014 as 14:36

    Devia-se definir uma data nacional para o trabalho Civico.
    Em que todos os anos seria feita a limpeza das cidades, das vilas, dos bairros, do luchas, funca funca, roca, caminho de mato etc…

    Nao podemos fazer turismo com ruas sujas!
    Por favor nao vamos copiar a porquice dos paises vizinhos… com ruas toda suja e cheiro nauseabundo.
    Vamos copiar aquilo que o branco portugues nos deixou. RUAS LIMPAS e que ate se pode sentar e comer.

    Vamos igualmente sensibilizar as palaies nos mercados a manter-lo limpo.
    O mercado da trindade ‘e bem limpo.

  12. Atento ao Dossier

    24 de Agosto de 2014 as 9:38

    Porque é que não se aproveita a onda,e limpamos
    também a nossa classe dirigente que tanto tem poluido
    a nossa sociedade…

  13. Manuel Veloso

    24 de Agosto de 2014 as 9:52

    De facto esta abordagem é extremamente importante, merecendo da parte de todos, a necessária atenção e comparticipação. Porque esta doença, se pude entender, exige para além da limpeza e higiene, uma mudança da mentalidade no que concerne sobretudo ao reconhecimento de sua real existência pela população, o que é da responsabilidade de sectores autorizados do governo e não só, da imprensa e de todo o cidadão lúcido, sobretudo no relacionamento com pessoas estranhas, caso seja impreterível lavar-se as mãos e desinfectar logo que possível. Ter muito cuidado com relação sexual, atendendo que, os vírus mantêm-se activos após 7 semanas na população curada da doença.

  14. bintoudjalo

    24 de Agosto de 2014 as 12:31

    Não esquenta…não há maca! Tudo bem! Ebola ainda não surgiu em STP e ficará fora das nossas fronteiras. Tranqüilos !!!

  15. A realidade

    24 de Agosto de 2014 as 13:13

    O problema maior nosso, e dos nossos é que nunca sabem chamar cada um pelo verdadeiro nome. O burro, por mais que tente e lute, nunca chegará a ser cavalo.
    O caso do Ébola não pode ser tratado como se de cólera fosse. Hoje já muito sabem ou deveriam saber qual é o vector de transmissão e os meios de propagação desta doença. Se queremos dar outro ar ao nosso país, que assim seja feito e que todos nós sairemos a ganhar. Seria bem melhor que fosse colocado no quadro da semana do turismo. Ao dizer que é por causa da doença( Ébola), é demostrar falta de conhecimento por parte dos nossos decisores e que não sabem o que fazem.

    “O que causa o Ebola?
    O Ebola pode ser contraído tanto de humanos como de animais. O vírus é transmitido por meio do contato com sangue, secreções ou outros fluídos corporais.

    Agentes de saúde frequentemente são infectados enquanto tratam pacientes com Ebola. Isso pode ocorrer devido ao contato sem o uso de luvas, máscaras ou óculos de proteção apropriados.

    Em algumas áreas da África, a infecção foi documentada por meio do contato com chimpanzés, gorilas, morcegos frutívoros, macacos, antílopes selvagens e porcos-espinhos contaminados encontrados mortos ou doentes na floresta tropical.

    Enterros onde as pessoas têm contato direto com o falecido também podem transmitir o vírus, enquanto a transmissão por meio de sêmen infectado pode ocorrer até sete semanas após a recuperação clínica.
    Ainda não há tratamento ou vacina para o Ebola.

    Sintomas
    No início, os sintomas não são específicos, o que dificulta o diagnóstico.
    A doença é frequentemente caracterizada pelo início repentino de febre, fraqueza, dor muscular, dores de cabeça e inflamação na garganta. Isso é seguido por vômitos, diarreia, coceiras, deficiência nas funções hepáticas e renais e, em alguns casos, sangramento interno e externo.

    Os sintomas podem aparecer de dois a 21 dias após a exposição ao vírus. Alguns pacientes podem ainda apresentar erupções cutâneas, olhos avermelhados, soluços, dores no peito e dificuldade para respirar e engolir.

    Diagnóstico
    Diagnosticar o Ebola é difícil porque os primeiros sintomas, como olhos avermelhados e erupções cutâneas, são comuns.

    Infecções por Ebola só podem ser diagnosticadas definitivamente em laboratório, após a realização de cinco diferentes testes.

    Esses testes são de grande risco biológico e devem ser conduzidos sob condições de máxima contenção. O número de transmissões de humano para humano ocorreu devido à falta de vestimentas de proteção.”
    Investigar é sempre melhor antes de tomar qualquer tipo de acção, não se pode improvisar com vidas humanas. Faz falta saber o verdadeiro estado serológico dos nossos morcegos e macacos.

  16. Preventivo

    25 de Agosto de 2014 as 16:42

    Favor fechar as fronteiras com todos os países afetados pela Ebola.
    Os são-tomenses também não devem viajar para esses países. Por favor tomem medidas contra essa maldita doença que ameaça contagiar e matar os nossos irmãos.vamos todos unidos ajudar as autoridades na prevenção e luta contra esse Diabolo.

    • ivanda dos santos

      26 de Agosto de 2014 as 7:57

      porque que governo santomense poderia determinar que pais infectado niguem entra no pais nem sai do pais ate isto ficar controlado só surto da epidemia de ebola em pais vizinhança

    • bintoudjalo

      26 de Agosto de 2014 as 21:36

      …você vai ajudar como….de boca pra fora, vivendo fora de STP? Ajudar é ser optimista que Ebola não tocaram o país e os q lá vivem e sobretudo , tomando precauções necessarias. É o essencial.

  17. joana

    26 de Agosto de 2014 as 11:33

    Mário Bandeira anda a escrever disparates no jornal Parvo. Gabriel Costa tem uma licenciatura em Direto na Universidade de Clermont – Ferrand e fez a Matrise em Paris e também esteve na escola da magistratura em Paris durante três anos. Quem não estudo NADA é o Patrice Trovoada.

    • Ira Djomkumoo

      26 de Agosto de 2014 as 21:46

      Joana da Mantenhas ao teu marido Jorge Bonfim. Sou aquela senhora Zaidinha, que recebeu-te em casa dela em Paris , TENHO pensado muito em ti , especialmente nos teus filhos, bênçãos pra eles. Tenho estado entre o meus país e Londres. Vem visitar-me no país quando quiseres serás bem vinda. O Gabriel e o Jorge têm um feitio muito parecido. Cumprimentos.

  18. bintoudjalo

    26 de Agosto de 2014 as 23:36

    Vamos evitar o medo da contaminação da febre Ebola …vamos acabando por ruinar a nossa saúde nervosa, psicológica. Conheço um ditado bissau-guineense que diz,”quando se tem culpa no cartório pode correr até o fim do mundo mas não escapas”. Nós não tivemos guerra que suscitam aparecimentos de doenças, por Outro lado mesmo tomando o maximo das precauções, se invadir à África,”nosotros” seremos tocados….esperando que não!

  19. olala

    30 de Agosto de 2014 as 11:04

    Que Deus nos proteja porque com a falta de condicoes q STP tm nos hospitais se essa praga entra ai credo, credo. so Dues porque santo nenhum salva ninguem so Deus e Jesus, e nao acho q seja caso de campanha ,sabe como e esse povo minima coisa ja e campanha ninguem pode fazer um bem q tds ou alguns desconfiam logo porque na verdade se isso chegar ali ate o PR podera ser afectado(lol) nunca se sabe as Ilhas sao pequenas. Portanto se GC decidiu assim e muito bm e sinal q pensou em si e no seu povo e q continue assim. Um outro conselho tudo bem que muitas das familias saotomenses n tem condicoes mas porfavor nao comam morcegos ,macacos, porcos porque vejamos para quem acredita em Deus e le a biblia sabe que nao se deve comer esses animais e muitos acham piada, rideculo e ainda zombam, mas se agente for ver esses animais sao portadores de muita doenca e nao devem ser para consume humano nao stou a creticar ninguem sigo o cristianismo mas muita atencao ha animais que de facto meus amigos nao devemos comer , n so para o caso da Ebola mas ha muitas doencas mesmo o cancer q provem desses tais animais e outros .Espero ter ajudado e contribuido cm alguma informacao, paz de DEUS esteje com as Ilhas d STP.

  20. JOAQUIM SILVA

    1 de Setembro de 2014 as 12:00

    E se apesar destas medidas fúteis, aparecer um caso de Ébola, então que dizer e orientar a população?! Não tomem medidas politicas em casos de pura ciência, porque o resultado pode ser catastrófico…

Deixe um comentário

Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo