Sociedade

Peter Lopes vem a São Tomé e bate a porta do PGR

Plácido Lopes Rodrigues, vulgo Peter Lopes, operacional do antigo batalhão 32 da África do Sul, que denunciou o Primeiro-ministro Patrice Trovoada como sendo o mandante do golpe de Estado de 2003, anunciou numa carta endereçada ao Procurador-geral da República e com cópia para todos os órgãos de soberania do país, ao ministro da defesa e da administração interna, assim como a representação das Nações Unidas em São Tomé, que próximos dias estará na sua terra natal, São Tomé e Príncipe, e manifesta total disponibilidade em colaborar com a justiça no sentido de provar as denúncias feitas em Agosto passado num vídeo publicado nas redes sociais.

O cidadão são-tomense(na foto), que reside na África do Sul, pede ao Procurador Geral da República Frederique Samba, garantias no sentido da protecção da sua segurança física, antes da entrada em São Tomé, para ajudar a justiça a esclarecer tudo sobre o golpe de Estado de 2003.

Uma acção golpista em que Peter Lopes foi um dos operacionais activos. Na carta o operacional do ex-batalhão 32, reafirma que o grupo de 12 elementos do ex-batalhão búfalo, recebeu ordens do actual Primeiro Ministro para eliminar importantes figuras do Estado são-tomense.

Um assunto que também quer provar junto ao Procurador Geral da República.

O Téla Nón coloca a disposição dos leitores uma cópia da carta que Peter Lopes escreveu ao Procurador-geral da República. – Procurador

Abel Veiga

    12 comentários

12 comentários

  1. Maria Silva

    9 de Novembro de 2017 as 11:36

    Ê bôbô ê mé nóvù!!!!

  2. Guida Gostosa

    9 de Novembro de 2017 as 22:55

    Agora é que vai…!

  3. EX

    10 de Novembro de 2017 as 11:18

    Em primeiro lugar Parabenizar ao Tela nom pela inovação.

    E quanto a noticia, que o Sr. seja protegido pelas autoridades e que apresente provas contundentes para por fim ao demando do PT. e que ele se apresente a justiça, e pague pelos seus crimes.

    • WXYZ

      10 de Novembro de 2017 as 13:54

      Por que razão teria ele que ter uma proteção especial pelas autoridades? Chee! Convenhamos! Cidadão Santomense. Vive na diaspora. Rgressando ao seu pais natal para tentar esclarecer um problema e não so. Acham mesmo que as autoridades santomenses iriam fazer esforço algum pra proteger o individuo? Talvez isso interessaria mais aos partidos de oposição. Mas, tambem não estou menosprezando o interesse de muitos santomenses em ver essa historia melhor esclarecida. Mas… Enfim… Creio eu que sera mais uma peça teatral que vira para nos distrair.

  4. Quidide

    10 de Novembro de 2017 as 11:27

    Aperta com ele. Que seja esclarecida a verdade até às últimas consequências. Ninguém está acima da lei. ” Os nossos olhos estão postos no Senhor até que se compadeça de nós.”

  5. POVOS DAS ILHAS

    10 de Novembro de 2017 as 12:22

    Meus caros,
    Caso o tal golpe de estado consumasse e o Sr. Peter Lopes recebesse o seu jimbulo, será que ele viria as redes sociais denunciar?
    Assunto para reflexão.

  6. Leonel Dias CRVALHO

    10 de Novembro de 2017 as 22:51

    Subscrevo na integra alguns comentários dos nossos concidadãos saõtomense ,e acrescentaria mais alguns aspctos dessa falta de vergonha , da falta de ética ,e acima de tudo a falta de carácter deste grande golpista que não só pois em causa a dignidade dos Sãotomense como também fez criar no nosso País a incerteza de uma vida digna como cidadãos que somos .Nessa questão perguntaria a este senhor porque razão só agora ele traz a tona essa questão ? Nesse mesmo sentido , porque razão quando o sr Patric Trovoada concorria as eleições o sr não denunciou de imediato esse problema ? Não será que o sr estava a espera de suborno pela actividade que quisera praticar ? Não será que o sr seja um dos elementos em que a PGR deveria mandar um mandato de captura Internacional ? Penso que a sua desilegancia é disso uma prova . Porque só agora ?Não merece qualquer comentário a sua baixesa a sua falta de pudor .Não serve actualmente o nosso País . Perca de tempo e falta de oportunidade extratemporal . O sr sim deveria é ser preso assim que pisasse o solo sagrado dessa Terra que nos viu NASCER . Bem haja São TOMÉ

  7. Lemba

    11 de Novembro de 2017 as 0:21

    Chee!

    Vai vir assim com as luvas de boxe ? PGR que esteja peparado

  8. Jose Rocha

    11 de Novembro de 2017 as 6:34

    Peter Lopes nao devia ter nada a temer se realmente quisesse regressar a STP.. o pretenso golpe de estado de que falou ficou ha anos luz da concretização, porque temer?

  9. Peter

    11 de Novembro de 2017 as 10:58

    Peter esta frustar kkkkk vai com calma ,so agora isso tudo

  10. bazuka

    11 de Novembro de 2017 as 21:39

    Querem derrubar Patrício Trovoada, mas não conseguem, Povo é que escolheu o homem, pois, deixa o homem.
    Bandos de Ladrões desgraçados. Querem o poder para arranjarem duas três mulheres, para exportarem alimentos fora do prazo, bandos de filho da mãe. Já não há individuo com a gara do Patrício, para por STP em pé.

  11. mezedo

    13 de Novembro de 2017 as 8:33

    Caros amigos e inimigos também.
    Perante tanta acusação, e analisando o comportamento do PT, o mas sensato seria, deixar que as coisas se esclarecem e que a justiça fosse feita, não interessa quem for o culpado.

    o que não entendo é porque que alguns indivíduos, em fez de desejar que a verdade seja dita passa tempo a tentar agradar figuras politica para ser bem visto ou seja para ser chamado a banquete.

    tenhamos atenção, porque se não se esclarece hoje tudo que esta acontecendo neste país, amanha não podem vir acusar este ou aquele de corrupto ou gatuno.

    O Peter, pode não ter vindo a muito tempo expor os factos, mas se agora veio, é necessário esclarecer. e não podemos ter medo que se esclareça.

    se existir provas contra o PT, manda prender o Peter, agora não deixar esclarecer é porque tem algo a esconder.

    Sejamos Santomense e não Gentes mesquinhas porque nós temos dignidade, ainda.

Deixe um comentário

Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo