Sociedade

As inaugurações da embaixada de Portugal em Caué e Cantaglo

O Embaixador de Portugal em São Tomé e Príncipe, Luís Gaspar da Silva, acompanhado pelo Presidente da Câmara de Caué, Firmino João, e por uma representante do Ministério da Educação e Ensino Superior, inaugurou em Porto Alegre, Distrito de Caué, o sistema de energia fotovoltaica do Centro de Estudos Educativos (CREF).

Os painéis solares foram adquiridos e instalados com o financiamento do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social de Portugal e da Embaixada de Portugal em São Tomé e Príncipe e permitem ao CREF ter eletricidade durante 24 horas, alargando assim a sua capacidade horária de funcionamento. Fundado em 2012, com o apoio da ONGD portuguesa “Leigos para o Desenvolvimento”, o CREF serve as comunidades de Porto Alegre, Vila Malanza, Ponta Baleia e Ilhéu das Rolas, disponibilizando formação, capacitação e qualificação profissional em diferentes áreas, acesso à informática e prestação de serviços.

No mesmo dia, o Embaixador de Portugal e o Presidente da Câmara Distrital de Caué, acompanhados por uma representante do Ministério da Educação e pela Delegada Distrital de Educação, inauguraram o parque infantil oferecido pela Embaixada de Portugal à Escola Básica de Dona Augusta, também no Distrito de Caué, frequentada por 28 crianças, da 1ª à 4ª classe.

Com o novo parque infantil, constituído por escorrega, casinha, baloiço e balancés, as crianças de Dona Augusta têm agora à sua disposição um espaço de recreio e lazer, onde podem passar os seus tempos livres. Também a creche de Dona Augusta foi contemplada, com a oferta de cavalinhos e canoas de baloiços aos meninos que a frequentam.

A concluir, na vila de Ribeira Afonso, Distrito de Cantagalo, o Embaixador de Portugal, acompanhado pela Vice-Provedora da Santa Casa da Misericórdia de São Tomé e Príncipe, Irmã Lúcia Cândido, inaugurou a cozinha do Centro Social de Apoio à Infância (CSAI), da Santa Casa, cuja construção foi financiada pela Embaixada de Portugal.

O CSAI dispõe de 4 salas de aula e apoia diariamente 120 crianças, dos 4 aos 5 anos, de Ribeira Afonso e 7 roças vizinhas, às quais fornece 2 refeições quentes, de 2ª a 6ª feira. Com a construção da nova cozinha, garantiu-se a higiene e a qualidade da alimentação das crianças que frequentam o CSAI.

 

 

    1 comentário

1 comentário

  1. luisó

    19 de Março de 2019 as 15:12

    Só quem é cego ou tem raiva não vê o grande trabalho que as irmãs fazem na cidade das Neves e não só.
    Já presenciei e testemunhei esse trabalho, desde o jardim infantil, escola e centro de apoio aos mais velhos. Tudo mundo come, estuda e descansa sem pagar nada.
    O Estado aqui nada faz.
    Tudo com o apoio da cooperação portuguesa e de particulares.
    O que seria deste lugar sem as irmãs……

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo