Sociedade

Escândalo: Nova casa da AGER custou 2 milhões e 120 mil dólares mas não serve

A Autoridade Geral de Regulação de São Tomé e Príncipe funciona desde o seu nascimento num edifício arrendado. No ano 2018, com o aval do ex-ministro das Infra-estruturas, Carlos Vila Nova, a AGER recorreu a crédito bancário no valor de 2 milhões e 120 mil dólares.

O dinheiro foi aplicado na compra do edifício (na foto), para fixar a sede da AGER. O edifício de obras ainda inacabadas, foi visitado na terça – feira pelo novo ministro das obras públicas Osvaldo Abreu, que declarou publicamente ser inviável a fixação dos serviços da AGER, no edifício que custou mais de dois milhões de dólares.

Segundo o Ministro, para transferir a AGER da casa arrendada onde funciona, para o novo edifício, serão necessários mais 400 mil dólares para investir em obras de requalificação do edifício.

Enquanto isso, a directora da AGER fez apresentou para a imprensa contas, que apontam para a falência técnica da AGER.

O fardo da dívida de 2 milhões e 120 mil dólares, contraída junto a um banco comercial, para compra do edifício inviável, está a sufocar a autoridade geral de regulação.

(Correcção)Até o mês de Maio a autoridade paga mensalmente 208.541, 67 dobras ao banco, cerca de 10 mil dólares, para amortizar a dívida. A partir do mês de Junho, o valor sobe para 335.376,34 dobras, equivalentes a 15 mil dólares. Um processo de reembolso ao banco, que demora 15 anos.

A directora disse que a empresa já cortou bastante as regalias ou direitos dos funcionários, para conseguir pagar o crédito bancário, agora com o agravamento dos juros da dívida, a AGER tem que recorrer à ajuda financeira do Estado, para cumprir a responsabilidade assumida com o banco comercial.

Abel Veiga

    6 comentários

6 comentários

  1. aldine silva

    16 de Abril de 2019 as 22:47

    Negócio de Patrice Trovoada, Frota da AGER, Carlos Vila Nova como subfaturação à compra de um edifico nas mãos do Fernando Ribeiro.Um edifício que custa como Cem ou Cento e poucos mil dólares, ou nem custa este valor.
    Isto não é CORRUPÇÃO?

    • Cua non

      17 de Abril de 2019 as 17:34

      E ninguém vai preso por má gestão ?

  2. mario mendes

    17 de Abril de 2019 as 7:45

    Se essas obras foram assim construídas é porque os técnicos de seu Ministério deram o aval para tal.Porque é esses técnicos não disseram que o projecto não servia para AGer e o aprovaram. O que é que fazem as Obras Públicas e fiscalização desse País… tantas quitandas e construções ilegais que não têm olhos para ver…esses e outros são os problemas de seu Ministério que só o senhor é que deve resolver..
    O Osvaldo, tens mais é que deixar de tomar whisky, fazer patuscada por aí e preocupar com os buracos na capital, esgotos, lixo, falta de energia e água são essas coisas que o povo quer ver resolvido. Já agora onde que param o geradores que o senhor prometeu que vinha de Angola? estamos a espera…….Enfim tenho mais é que trabalhar ao invés de aturar estas palhaçadas….

    • adalberto silva

      17 de Abril de 2019 as 11:06

      A obra não foi mandada construir pelo estado para instalar AGER.
      O edifício foi comprado para funcionar a AGER; nas modalidades em que foram compradas, que já é do conhecimento público.
      Informe-se.

  3. Moisés Lusitado

    17 de Abril de 2019 as 8:53

    Dizem por ai que um dos membros do Governo de JBL teria acertado no Euromilhoes, mas tudo ainda esta em boca baixa. Assim sendo nao podera ele ajudar o governo a nao deixar crescer a divida da AGER com juros? Entende-te que se trata de um dinheiro privado, um dinheiro de familia,mas a julgar pelo montante que dizem o individuo ter ganho, seria uma forma de ajudar o seu proprio Governo, seria um sinal de solidariedade para com o país.
    Dizem que o sortudo membro do Governo vive em Boa morte.
    Alguem podera confirmar essa informaçao?

  4. Mé Zemé

    17 de Abril de 2019 as 9:57

    Um edifício desses não serve para AGER??? Mais 400 mil dólares para remodelações??? Esse estado parece um estado rico. Só pode ser… Se não serve para AGER, passa para ai outras direcções do estado que estão a pagar avultadas rendas. 2.120.000,00 dólares para esse edifício me parece muito…

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo