Sociedade

BEI desbloqueou 12,5 milhões de euros para requalificar marginal de São Tomé

O projecto de requalificação da marginal da cidade de São Tomé numa distância de 12 quilómetros, entre a Vila de Pantufo e o aeroporto internacional, foi lançado no ano 2016, pelo anterior governo da ADI, liderado por Patrice Trovoada.

Holanda foi o parceiro que manifestou determinação em apoiar o arquipélago para requalificar a marginal, que se encontra em fase de ruínas.

O ex-Ministro das Obras Públicas Carlos Vila Nova, assinou no ano 2017 acordo com o Reino dos Países Baixos(Holanda), para financiamento dos estudos de viabilidade do projecto de requalificação da marginal.

3 anos depois, para além da Holanda, outros parceiros internacionais decidiram financiar as obras de requalificação avaliadas em 21 milhões de dólares.

No dia 13 de Novembro de 2019, quarta – feira, o Ministério das Finanças e da Economia Azul, tutelado pelo economista Osvaldo Vaz, divulgou uma nota que dá conta do desbloqueamento pelo Banco Europeu de Investimentos de 12,5 milhões de euros, para co-financiar o projecto de requalificação e valorização da marginal da cidade de São Tomé.

Na nota o Ministério das Finanças e da Economia Azul, cita o documento que foi enviado pelo Banco Europeu de Investimentos. «Fazendo referência a vossa correspondência, solicitado um financiamento para apoiar o projecto de protecção costeira de Água Grande, e requalificação da estrada da marginal, temos a honra de informar que o comité de direcção do BEI deu a sua aprovação a um empréstimo até EUR 12,5 m(doze milhões e quinhentos mil euros), para o referido projecto», diz a nota endereçada ao Ministério das Finanças, e que o Governo divulgou nas redes sociais.

Segundo a nota do Governo, a administração do Banco Europeu de Investimentos, anunciou que a assinatura do contrato de financiamento deverá acontecer antes do final do ano 2019.

Para além dos 12,5 milhões de euros já garantidos pelo BEI, o projecto de requalificação da marginal de São Tomé, que atinge 21 milhões de dólares(cerca de 20 milhões de euros) conta também com o co-financiamento da Holanda e do Banco Mundial.

(Foto número 3 – Jorge Trabulo)

O Governo de São Tomé e Príncipe, garante que o projecto vai implicar a «reabilitação, ampliação e modernização de estradas, passeios e jardins bem como a construção de novos pavimentos e algumas infraestruturas adjacentes».

Com o financiamento garantido, o Governo de Jorge Bom Jesus, descreveu o novo cenário que deverá nascer na marginal de São Tomé durante o ano 2020. «Além da protecção de toda a costa da marginal contra a erosão, através de quebra ondas, com barreiras contra as águas marítimas, o projecto contempla ainda outras alterações e inovações infraestruturais de índole turística com montagem de pistas específicas para circulação de peões, ciclistas, motociclistas bem como para a prática do Desporto», diz a nota do Governo de São Tomé e Príncipe.

Abel Veiga

    13 comentários

13 comentários

  1. Jorge Fernandes

    14 de Novembro de 2019 as 7:54

    Parabéns S.Tomé e Príncipe
    Quero louvar também ao ex Diretor de Ambiente, Arlindo de Carvalho, que foi a primeira pessoa a apresentar este projeto à 3 anos. Eu pessoalmente na altura não acreditei no mesmo e estava a pensar que era mais uma destas falácias que já nos habituaram. Mas o homem foi persistente e continuou a insistir, e hoje parece que eu próprio vejo uma luzz no fim do túnel.
    Oxa-lá tudo se concretize, para mudarmos o rosto desta nossa cidade.
    Parabéns à nossa cidade de S.Tomé
    Bem Haja TP
    Jorge Fernandes

  2. luisó

    14 de Novembro de 2019 as 8:24

    E um hospital novo como deve ser não ?
    Com esse dinheiro fazia-se…….

  3. Madiba

    14 de Novembro de 2019 as 8:52

    Eu até gostei do texto da informação. É assim que deve ser. Com imparcialidade. Quer gostemos ou não dos protagonistas da iniciativa. É sempre bom lembrar as coisas boas. Não é só pisar e repisar as coisas más como herança. Temos que ter a coragem para elogiar as boas iniciativas dos outros. Isto até encoraja os actuais e os próximos dirigentes a boas práticas. Eu espero ter vida e saúde para ver e desfrutar a beleza e a elegância das obras.

  4. Alligator

    14 de Novembro de 2019 as 12:03

    Sinceramente boa noticia.Espero, ou melhor, esperamos todos boa execução e fiscalização desta obra que e de grande envergadura, pois trata-se da sala de visita do nosso STP.(teclado inglês)

  5. Balon Clé-clé

    14 de Novembro de 2019 as 16:11

    Quero ver para só depois crer!!

  6. Smash

    14 de Novembro de 2019 as 17:00

    BIOS dos dirigentes é limitada. Não vão fazer nada de nada… Sociedade Santomense já é suficientemente adulta e sabe que não há credibilidade dos dirigentes nacionais. Agem é alcateia e depois salve-se quem puder. Não há compromisso, nem planeamento comum para beneficiar o País. Grupo de gestores medíocre a gerir um País tecnicamente falido. “Diz-me com quem andas e dir-te-ei quem és.”

  7. Vanplega

    14 de Novembro de 2019 as 21:44

    Agora que temos dinheiro, e preciso is financiadores desta grande obra, andar em cima desses senhores. Porque sim nao, o dinheiro desaparece, some, vapora.

    Tambem e preciso o financiador, estar atento ao projecto, de modo que nao desaparece pimento ou as cotacoes dos betoes sejam certo

    Ou seja, nao roubaram todo, dinheiro e os nateriais.

    Ao senhores Politicos e responsaveis pela esta obra.
    Senhores, deixem vossas marca neste obra, para amanha dizerem vos filhos, netos e bisnetos, fui eu um dos responsaveis pela essa requalificacao. Mostra orgulho e deixem teus compatriotas orgulhosos.

    Facam diferencia meus senhores, isto e teu, nosso e, de todos

  8. José Bastos Fonseca

    14 de Novembro de 2019 as 23:35

    Boa!

    Eu não conheço o projecto de requalificação da marginal, mas espero que contemple alguns WC’s. É bom e muito importante para a higiene da cidade. Infelizmente a marginal é utilizada como casa de banho de muito conterrâneos nossos que, não tendo as tendo nas suas residências, encontram ali o lugar sagrado para as suas necessidades básicas.
    Por outro lado, os que utilizam a marginal para fazerem exercícios físicos (e eu sou um deles) agradecerão essas infraestruturas.
    Portanto, se o projecto não contempla casas de banho, deve passar a contempla-las.

    Em prol de um país normal.

    José Bastos Fonseca

  9. José Tolas

    15 de Novembro de 2019 as 8:20

    Mais um empréstimo para um São Tomé totalmente falido e endividado…

  10. luisó

    15 de Novembro de 2019 as 8:28

    Estamos a querer imitar luanda.
    A marginal muito bonita e depois andas 100 metros para dentro e é só merda.
    Enfim……

    • Joni de cá

      15 de Novembro de 2019 as 13:51

      Marginal vai ficar bonita, passado um ano, vai começar a cair, não vai haver mais tinta ou manutenção.

      Os empreiteiros vão ganhar uma pipa de massa, e os governantes também, depois continuamos o caminho normal em Stp que é destruir

  11. Baba

    15 de Novembro de 2019 as 20:06

    Quem vai fiscalizar essa obra é?
    O fiscal da obra vai ganhar quantos milhões de euros?
    Qual será a vida útil do novo pavimento? 3 anos e cheio de buracos ou 20 anos e alguns buracos?

    Obrigado

  12. Joel Cardoso

    17 de Novembro de 2019 as 15:07

    Mais um projecto feito por Governo de ADI. Durante os quatro anos de governação muitas coisas boas foram feitas e foram programadas. Este Governo só está a vangloriar com as coisas feitas e deixadas pelo anterior governo de ADI.
    É a requalificação da marginal, é a reabilitação da estrada nacional nº 1, é a reabilitação da central de contador, é a negociação para porto e aeroporto, é a energia limpa para Príncipe etc. etc.
    Gostaria de conhecer um só projecto pensado e em fase de preparação feito por este Governo. Nada Nada, nada. É ZEROOO.
    Mesmo assim andam a criticar Patricio Trovoada. Não têm mesmo vergonha. É a única forma que viram para esconder vergonha.
    Façam coisas novas para complementar o que outro deixou. Não têm a massa cinzenta.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo