Sociedade

O Leite de Vaca é um alimento essencial?

VEJA O ARTIGO EM ESPANHOL – art.4 Tela Non (1)

Bem, de fato não, mas é claro, como tudo na vida, ela merece uma explicação e os prós e contras de beber esse alimento, para que, quando as pessoas decidam consumi-lo, o façam com o conhecimento completo do que é que lhes dá. Como já disse no último artigo, defendo a difusão de informações para que o leitor tenha o necessário para ter capacidade de julgamento e capacidade de decisão.

O leite de vaca é um alimento que como tantos outros pode estar em nossa dieta diária, mas NÃO é necessário tomá-lo diariamente, repito, NÃO é necessário tomá-lo diariamente e muito menos várias vezes ao dia.

Ao longo de nossas vidas, o copo de leite tem sido um companheiro diário de muitas pessoas e crianças. Leite com biscoitos, cereais, pão … É uma moda que não expira. O café da manhã é inconcebível para muitos sem essa bebida e geralmente acompanhado por Neskuik, chocolates solúveis, etc. Há pessoas que têm um pânico real de abandonar o consumo de leite de vaca.

Não sei muito bem se, por um lado, é o medo infundado que há anos se difunde sobre a falta de cálcio no caso de não consumir leite, o que obviamente não é verdade (já que temos outras fontes maravilhosas de cálcio); ou por por outro lado, uma costume já adquirida e que mudar é difícil . Obviamente, antecipo que, se você pensa que se não bebe leite, mas bebe sucos embalados é melhor para a saúde, está completamente errado.

Numerosos estudos garantem que o consumo de leite não previne a osteoporose. Além disso, a maioria dos estudos afirma que, nos países onde mais leite é consumido, é onde ocorre mais osteoporose, um fato importante para as mulheres. Para aqueles que querem saber quais são as outras importantes fontes de cálcio são : queijo, iogurte, vegetais verdes folhosos (brócolis, espinafre, acelga, couve, espargos verdes, etc ..) e peixes como sardinha.

O que é leite de vaca? O leite de vaca é um alimento muito nutritivo. O leite é composto de gordura, proteína, lactose e água. É um alimento fornecido por vacas. Um alimento que é planejado para os filhos das vacas comerem, com os nutrientes necessários que um bezerro precisa. O que quero dizer com isto? Bem, é de fato um alimento muito calórico, e se você juntar a isso os hormônios e antibióticos fornecidos na indústria para produzir a granel (como em Santo Tomé ninguém bebe leite orgânico, a grande maioria é consumida embalada ou pó), não é um alimento tão saudável e nem necessário.

A digestão da lactose (açúcar do leite) requer uma enzima intestinal, a lactase, que só está disponível para os bebês para processar o leite materno. Com a idade, perdemos maior capacidade de digestão da lactose porque a presença dessa enzima é reduzida , e é por isso que mais pessoas parecem intolerantes e eles têm sintomas como: inflamação do estômago, diarreia, fadiga, cansaço, má digestão, reações alérgicas da pele, dermatite ou nódulos gordurosos, problemas respiratórios como asma, dor menstrual, enxaquecas etc. E que muitas pessoas não relacionam esses problemas ao consumo de leite, porque sempre nos disseram que era o melhor que podíamos tomar diariamente.

É claro que o problema piora quando bebemos esse leite com biscoitos, cereais, pão … etc … mas falaremos sobre esse assunto em outro artigo. Portanto, o que sabemos é que, as diferentes proteínas do leite fornecem um alto conteúdo de elementos que fazem os alarmes dispararem e saturam o sistema imunológico e nos tornam mais propensos a sofrer de doenças infecciosas ou relacionadas ao sistema imunológico. A grande maioria das pessoas não tem um sistema imunológico de ferro, portanto, adicionar esse elemento em sua dieta o enfraquece; é uma bebida altamente inflamatória.

Então devo beber leite? Minha opinião é que, se você não tem sintomas relacionados, é mais um alimento que você pode consumir, mas sem abusar. Assim como você não come frango todos os dias, eu não bebo leite todos os dias. Para quem sofre de algum desconforto ou acredita que possa estar relacionado ao consumo de leite, deve parar de beber.

Eles poderiam tomar outro tipo de laticínios, como iogurtes naturais ou queijos, como já disse outras vezes, em sua versão natural e com sua gordura natural, evitar completamente alimentos light ou 0%. E se você precisar de um substituto que imite o leite, há uma grande variedade de receitas de bebidas para torná-los naturalmente, como mandioca, aveia, arroz (sem açúcar) ou embalados no supermercado, como a soja, mas sempre sem açucar .A digestão de iogurtes, queijos não é a mesma do leite, por isso o leite pode se sentir mal, mas os outros produtos os assimilam sem problemas.

Como posso saber se sou intolerante aos laticínios? Se você sente algum desconforto com os mencionados anteriormente, fica doente com relativa assiduidade, sente-se inchado depois de beber leite, sente muita catarro, principalmente se tiver problemas respiratórios, e acha que pode estar relacionado; uma das maneiras mais fáceis de determinar se você tem algum tipo de intolerância é eliminar completamente o consumo de laticínios e qualquer produto que possa conter leite por 4 semanas e tentar estar ciente de como se sente. Você notará isso no peso, porque a eliminação repentina do consumo de produtos lácteos geralmente se reflete no peso.

Muitas calorias hoje provêm desses alimentos e você notará isso em sua digestão. Caso você não sinta melhora, talvez tenhamos que fazer uma alteração no teste e sejam outros alimentos com uma alta carga de alérgenos que podem estar causando esse problema que você tem.
Se você se sentir melhor, coma novamente após essas 4 semanas primeiro o leite e outro dia os iogurtes ou queijos, para determinar como seu sente seu corpo com um produto ou outro. Se você tiver intolerância a qualquer produto, seu corpo vai regir e sentirá o desconforto novamente.

Espero que tenha ajudado você. Agora está em suas mãos se você beber leite ou experimentar como se sente por não consumi-lo. Até o próximo artigo! Obrigado por me ler mais uma semana!

Esther García / Nutricionista e Dietética 

    2 comentários

2 comentários

  1. JC

    13 de Dezembro de 2019 as 15:48

    Esther,

    Saudações!

    Obrigado pelos teus artigos. Pois deste modo contribuis também para o despertar de consciencia e informas positivamente esta sociedade.

    Um abraço estimado!

    Do teu amigo e Advogado em STP.

    JC

  2. modesto

    31 de Dezembro de 2019 as 10:34

    Bom artigo, que isto contribua para a mudança de mentalidade das populações.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo