Sociedade

Anunciada a primeira morte por Covid-19 em STP

Jaime Bruzaca cidadão santomense de 55 anos, é o homem que o Ministério da Saúde anunciou hoje como sendo a primeira vítima mortal da Covid-19. Feliciana Sousa Pontes, Directora dos Cuidados de Saúde, não deu qualquer detalhe sobre o estado clínico do paciente que deu entrada no hospital central no dia 28.

Dia 30 foi dado como morto pelo Ministério da Saúde, e por causa da Covid-19. O país que até a primeira semana de Abril, era dado como livre da doença, acabou por terminar o mês, com um conjunto de anúncios surpreendentes sobre a Covid-19.

Primeiro anúncio surpreendente foi que os primeiros 4 casos positivos declarados pelo laboratório de Franceville no Gabão, acabaram menos de 15 dias depois, por serem  considerados negativos pelo Laboratório da Guiné Equatorial. Acto contínuo os 4 casos mantiveram-se na lista do ministério da saúde, mas alegadamente com um novo Estatuto, o de RECUPERADOS.

País que até Março último não tinha qualquer meio de diagnóstico da doença, São Tomé e Príncipe conseguiu importar mais de 1000 testes rápidos, que chegaram ao país em Abril. Desde o inicio já no final do mês de Abril, do rastreio dos casos suspeitos por via dos testes rápidos, São Tomé transformou-se de repente no epicentro da Covid-19 no golfo da Guiné.

Em uma semana, os testes rápidos registaram 12 novas infecções pelo novo coronavirus na ilha de São Tomé. Nesta quinta feira, a Direcção dos Cuidados de Saúde, veio anunciar o registo de dois novos casos da doença, que juntando-se aos 3 casos detectados na quarta feira, totalizam 5 casos num espaço de tempo de 24 horas.

A Direcção dos Cuidados de Saúde ainda não explicou se a explosão da Covid-19 em São Tomé, resulta de transmissão comunitária, ou se foi importada.

Para já certo e infalível segundo a Direcção dos Cuidados de Saúde, é o registo da primeira morte, num país onde a Covid-19 cresce de forma explosiva, segundo o resultado dado pelos testes rápidos recentemente importados pelo Governo.

Abel Veiga

    18 comentários

18 comentários

  1. Como será

    30 de Abril de 2020 as 20:36

    E agora? . O pais ja esta registrar casos de óbito, ja se vive infeccao comunitaria, com uma populacao que nao quer cumprir as normas de prevensao. Isto sera uma catastrofe.

  2. Pedro Costa

    30 de Abril de 2020 as 21:04

    Vai ser catástrofe, realmente.
    Andam a brincar com o fogo. Os imbecis que não querem levar isto a sério vão por todos a enfrentar uma situação terrível. O país não tem meios, mesmo com as ajudas que se fala. Vai ser necessário um trabalho árduo para enfrentar este vírus; pena que pessoas menos protegidas não têm como fazer face a isto tudo. O que se vê nos mercados, as sanzalas, etc, é uma miséria evidente.
    Espero que este povo seja poupado.

  3. Cantina Amarela

    30 de Abril de 2020 as 21:54

    As funerárias têm planos de contingência? As funerárias podem ser uma fonte gravíssima de contágio.

  4. Afonso

    30 de Abril de 2020 as 22:14

    O governo de Sao tome esta sendo o principal culpado do nao acatamento de medidas por ele anunciadas por parte da pupulacao. Este governo nao está pois a lidar bem com a situacao, está desamparado e sem boa estrategia de comunicacao a populacao. Com efeito, na quarta feira passada o governo anuncia 4 casos. No domungo seguonte ou seja 4 dias depois, o governo anuncia 8 casos e 4 curafos. De onde vieram os curados? Durante a semana ate quarta feira, o governo nunca disse que entroraram no hospital doentes graves. Sempre diz que os casos estao com a saude estavel e sem alarmes. Ora, hoje quinta, cem dizer que morreu um, e tinhabentrado ha dois dias com prob respiratorios graves.
    Olha, isso é uma incoetencia, uma atrapalhada geral que provoca a duvida na populacao. Trata se de ma comunicacao ou incompetencia que está gerando um desinteresse do povo.
    Apelo ao governo a ser mais responsavel, mais serio, mais competente, porque isso nao é uma brincadeira.
    Olha, se esses 4 casos curados nunca estivetam doentes, como é que contagiaram os outros? Como curaram se no estado clinico era asintomatico, curaram com ó que? Desde que as fronteiras estao fechadas e se nenhum aviao de passageiro entra o pais ha mais de um mês, por que razao somente agora estao a surgir casos? Foram contagiados por quem que nunca esteve inyernado no hospital?
    Se o govetno continuar com informacao detuepada, a populacao nao vai convencer.

  5. Rapaz de reboque

    30 de Abril de 2020 as 22:17

    Antes de tudo os meus sentimentos a toda a familia, e a nação são-tomense e que deus olhe por todos. Mas pergunto a alguns parvalhões que antes de chegar o vírus ai gozavam com os portugueses no Facebook por ter muitos casos e mortes em portugal bem chamei atenção porque o mundo da muitas votas ainda fui insltado la esta pena é que os inocentes é que pagam espero que estesignorantes aprendam mas vai ser dificil aprenderem

    • Como será

      1 de Maio de 2020 as 20:22

      Ahhh. Mais que malicia, esta pandemia é uma desgraça que assola o mundo e mata milhares de pessoas por dia no mundo inteiro, nao tem graça uma nação zombar das outras, pode se dizer que agora os santomenses irao rir da sua própria burrice e estupidez. Que se passa com esta nova geração.!!!

  6. Ralph

    1 de Maio de 2020 as 5:38

    Sinto muito a perda. Porém, isto ilustra a razão por que era tão importante evitar a chegada do vírus a São Tomé e Príncipe. O facto de que o país tinham sucesso até muito recentemente em manter a doença fora do território é um desfecho por si só, dado o muito alto nível de infecciosidade. Agora que está no país, será muito difícil controlar, a prevenção mais confiável sendo a prática do isolomento social. Quando não se sabe quem está e não está infetado, a melhor coisa para fazer é não estar na vizinhança de outros, tanto quanto for possível. A partir daqui, demorará várias semanas para trazer o surto mais uma vez sob controlo, assumindo que todas as pessoas obeceçam às regras de distanciamento social. Desejo-vos boa sorte. Vão precisar dela.

    • Nita

      1 de Maio de 2020 as 16:21

      Várias semanas?? Quer dizer meses né!?? Este vírus é terrível e não passa em 15dias mesmo estando assimtomatico. Que decepção ministério de saúde, levam tudo a brincar.

      • Ralph

        4 de Maio de 2020 as 7:18

        Eu disse várias semanas porque é isso quanto demora para qualquer medida de prevenção mostrar os sinais de sucesso (ou não). Ou seja, quaisquer medidas introduzidas hoje leverão 2 ou 3 semanas para que o povo possa ver que essas medidas tenham funcionado. Durante esse tempo, o número de infecções podem continuar a aumentar, testando muito a paciência da população e das autoridades. Tudo isto porque haverá pessoas que vão ficar infetadas depois da introdução das novas medidas, devido a contacto com outras pessoas que estavam assintomáticos (ou infecciosas) antes da introdução de novas medidas. Isto é o que tem acontecido nos países que já tiveram surtos.

    • Como será

      1 de Maio de 2020 as 20:32

      Mano Ralf, este virus é mutante, invisivel, enquanto o governo falava que ia reforcar as medidas de controlo para evitar a entrada do viru, afinal ele fintou e entrou mais cedo do que se prévia e ficou ai a chocar os seus ovos e agora de repente muitos pintinhos soltos. Iste viru nao escolhe ate os membros do governo nao esta ser poupados; ainda hoje o primeiro mistro Russo foi contaminado. JESUS é o NOSSO refúgio.😷😷😷😷

  7. Gentino Plama

    1 de Maio de 2020 as 14:33

    Endereço as minhas condolências ao Doutor Ayres Bruzaca e a família Bruzaca, os meus maiores sentimentos de dor e de luto pela esta perda irreparável, e que a sua alma descansa em paz.
    Tanta certeza e incerteza, avanços e recuo, a consequência é esta.

  8. Como será

    1 de Maio de 2020 as 20:12

    Meus caros, realmente é lamentavel desta perda,custuma se dizee que a mentira tem pernas curtas, o governo mentiu em relacao ao plano de contigencia criada, mentiu que tudo estava sobre controle para que o virus nao entrasse no pais; agora no fim das contas esta se ver que a situacao esta mal, meus irmaos o senhor ministro da saude recentemente disse que nas ajudas que chegou no pais, tinha materias dovetsos de proteção incluindo mil e tal testes, na altura o pais ja tonha cerca de 6 casos, poderia se ja comecar com testagem em massa a populacao principalmente zonas onde surgiu estes casos, e por outra o pais apenas tem 2 ventoladores, agora a pergunta é : se tiver 4 pessoas graves, e que certamente sera necessario ventilar, o que corpo clinico fara? Como salvar estes pacientes? Deus nos acode.🇸🇹🇸🇹

  9. Convetavirus

    1 de Maio de 2020 as 21:03

    Tenham umas 5 máscaras em casa ,mesmo feitas artesanalmente. Usem uma cada dia da semana e lavem sempre com agua e sabão e,se possível, com um bocado de lixívia. Um par de óculos tb ajuda.

    Procurar n fazer compras muitas vezes por mês para evitar riscos desnecessários. Sapato de rua não entra em casa,a não ser que tenha uma toalha molhada com lixívia a porta de casa para limpar os sapatos antes.
    Qd trouxer as compras de fora, lavar tudo com sabão e depois com agua.Tudo mesmo. Trazer roupa de fora e depois sentar no sofa, nunca…. .

    As notas e moedas são outra fonte de contaminação. Procurem evitar trocos e não deixar dinheiro ao alcance das crianças. Se tiver em casa deixe uns 3 dias antes de usar.

    Tendo em conta que pessoas de várias regiões estão a aparecer contaminadas, significa que o vírus está disseminado no pais.
    O ministério de saúde deve fazer o levantamento estatístico da residência dos infectados para saber onde estão os focos de infecção, para em casos extremos colocar a região inteira em isolamento.

    Tenham em conta que estão a trabalhar com testes rápidos e, de pouco que ouvi falar estes testes têm maior margem de erro que os normais,o que significa que dá muitos falsos negativos.

    E depois, é só sorte, porque todo cuidado é mesmo assim pouco.

  10. Nita

    2 de Maio de 2020 as 7:28

    O cidadão qyr está em estado grave nesse momento está sendo ventilado? Pois ouvimos que já temos ventiladores ofertados pelos Chineses

  11. Mário Martins

    2 de Maio de 2020 as 10:09

    Fico sem palavras, pois as lágrimas escorrem no meu rosto visto o Jaime Bruzaca foi meu grande companheiro de luta. Fazíamos parte de um grupo de meninos de Liceu que passava o dia no parque de Ex-cinécia depois de educação física esperando a hora das aulas. Não me esqueço que de Santana era o Emídio, Anselmo e Jaime Bruzaca, de Sto Amaro era Eu e Desidério. Grande perca para a familia e o País. Que a sua alma descanse em paz.

  12. Jacob

    2 de Maio de 2020 as 10:45

    Então o Patrice não mandou alterar os resultados no Gabão.
    O governo terá que pedir desculpas ao homem e dar a mão a palmatória.

    Pedir perdão e mostrar ser forte.

  13. Cesar Jess

    2 de Maio de 2020 as 11:33

    Com cert

  14. Cesar Jess

    2 de Maio de 2020 as 11:40

    O virus foi Importado pelos aqueles grupos que regressaram a S.Time! Falta de uma posture determinante do
    Governor vai nos custar muito e com consequencias devastadoras!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo