Sociedade

Resistência Nacional contra a Covid-19 – 85 recuperações em 24 horas

O boletim informativo do Ministério da Saúde, que reflecte o comportamento da Covid-19 no país, revelou esta segunda feira, número significativo de cidadãos santomenses que de domingo para segunda feira, recuperaram da doença. Um total de 85 pacientes.

O país que de Março passado até esta segunda feira 20 de Julho, acumulou um total de 746 casos de infecções pelo novo coronavirus, regista desde junho ultimo um aumento galopante de recuperações. 536 santomenses que tinham sido diagnosticados com o vírus SARS-COV-2, venceram a doença. Os testes PCR confirmaram que não há mais SARS-COV-2 a deambular nos organismos dos 536 santomenses.

Tudo indica que mais recuperações deverão ocorrer nos próximos dias. Note-se que desde a deflagração do novo coronavirus em São Tomé e Príncipe, que a par das medidas preventivas contra a doença, a maioria dos santomenses recuperou o hábito de consumir chás de folhas, cascas, e raízes das plantas da terra. As mesmas cascas, folhas e raízes, que segundo a tradição transmitida pelos mais velhos, devem também ser utilizadas para banhos.

Não há comprovação científica, mas o certo é que os resultados laboratoriais da Covid-19 em São Tomé e Príncipe, revelam um reforço crescente da resistência dos santomenses em relação ao vírus que apareceu na Ásia, e espalhou-se pelo mundo inteiro.

Aliás, a mesma resistência ao vírus e a doença, manifestada pelo grande número de pessoas recuperadas, é registada no balanço que é feito sobre o comportamento da Covid-19 no continente africano, com destaque para a África subsariana.

Doença que segundo os dados acumulados do ministério da saúde, é responsável por 14 mortes, registadas no sistema nacional de saúde de São Tomé e Príncipe.

Abel Veiga

    1 comentário

1 comentário

  1. Maria Alberta

    21 de Julho de 2020 as 8:12

    Necessário se torna ter algum cuidado ao dar este tipo de noticias, de modo a evitar que as pessoas comecem a relaxar. Podem pensar que o COVID é uma coisa passageira e deixarem de proteger.
    Necessário se torna também transmitir uma certa informação e educação para se tomar os chás das diversas plantas existentes no país. Na mesma forma como o chá pode curar, ele pode complicar e dar origem ao surgimento de outras coisas, tais como problemas nos rins, e outros órgãos humanos.
    De qualquer forma, não deixa de ser uma boa noticia.
    Deus proteja ao povo santomense

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo