Sociedade

Covid-19 faz a décima quinta vítima mortal em STP

O boletim informativo do Ministério da Saúde, deu conta nesta quarta feira da morte de um homem de 60 anos, que estava internado no hospital de campanha. Era o único doente de Covid-19, que estava internado no hospital de campanha.

Confirmada a morte número 15 provocada pelo novo coronavírus, o ministério da saúde, continua a revelar dados que apontam para uma resistência cada vez maior dos santomenses em relação ao vírus que cauda a covid-19.

Segundo o boletim da Covid-19, dos 867 casos positivos detectados desde Março passado até esta quarta feira, pelos laboratórios de análises clínicas, tanto em São Tomé, como no estrangeiro, 766 doentes já recuperaram da doença.

Assim até esta quarta-feira, o sistema nacional de saúde regista e acompanha apenas 101 casos activos da Covid-19 no país.

Abel Veiga

    3 comentários

3 comentários

  1. SEMPRE AMIGO

    30 de Julho de 2020 as 15:14

    Meu Deus!Quase não dá para acreditar .Serà mesmo verdade o que acabo de ler sobre o covil-19 em STP? É mesmo verdade que a)dos 867 casos positivos detectados desde Março de 2020, já recuperaram da doença 766 infetados ou seja 89%? b)não há, neste momento, nenhum doente internado no hospital de campanha com covid-19? c) que actualmente o sistema nacional de saúde só regista e acompanha 101 casos activos da covil-19 no país? A ser verdade, (espero bem que seja), estariamos perante uma notícia “bomba,”capaz de fazer sair STP do anonimato internacional. Só nos resta esperar que o nosso Governo encarregue de imediato uma equipa técnica adequada,para pesquisar e descobrir a razão desse “milagre.”Isso poderá transformar STP na meca dos aterrorizados da pandemia do covil-19.Voces podem imaginar os múltiplos efeitos benéficos que uma situação dessa poderia provocar no nosso país? Agora só nos resta espera pela reacção do Governo .

  2. SEMPRE AMIGO

    30 de Julho de 2020 as 15:36

    covil-19?… desculpem Eu queria escrever COVID-19.

  3. Ralph

    3 de Agosto de 2020 as 7:33

    São Tomé e Príncipe, como uma nação, deveria estar muito orgulhoso aos seus esforços para fechar as fronteiras e controlar a expansão do vírus. Por um país com um fraco sistema de saúde, tem conseguido fugir de uma situação que poderia ter sido muito pior do que parece estar atualmente. Porém, isto só enfatiza a necessidade de manter os esforços porque há muitos países que estiveram em situações semelhantes mas deixaram-se descontrair demais, permitindo que o COVID-19 voltasse a estar descontrolado nas suas sociedades. Sendo um arquipélago, deveria ser muito possível STP manter a doença fora do país, posto que se possa controlar as fronteiras. Só se tem de olhar ao que se está a passar nos EUA, no Brasil e no México para saber o que a pandemia ainda não está sob controlo a nível mundial.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo