Sociedade

COVID – 19 aumenta e o ministro da saúde pede acção para evitar cenário catastrófico

«Todos temos que ser verdadeiros agentes de saúde pública, sob pena de virmos a ter um cenário catastrófico no nosso país..».

A declaração é do Ministro da Saúde, Edgar Neves, foi feita no dia 9 de Janeiro, e despertou São Tomé e Príncipe, para um perigo eminente. As sucessivas reuniões do Comité de Crise sobre a Covid-19, nos finais do ano 2020, indicavam que a doença estava controlada em São Tomé e Príncipe. Raros casos de Covid-19 eram diagnosticados no país.

Mas a primeira reunião do Comité de Crise do ano 2021, deu provas ao Governo de que o comportamento da Covid-19 nos primeiros dias do novo ano, foge ao controlo das autoridades.

«Nós nos últimos 8 dias tivemos uma média diária de 5 casos. Comparativamente ao cenário epidemiológico havido até Dezembro é extremamente preocupante…», afirmou o Ministro da Saúde(na foto), à saída da reunião do Comité de Crise realizada no último fim de semana.

Segundo o Ministro da Saúde(na foto), a subida do número de casos nos primeiros dias de 2021, está relacionada com a entrada no país de passageiros oriundos de alguns pontos críticos da Covid-19 no mundo. Passageiros que vieram festejar o natal e a passagem do ano nas ilhas do meio do mundo, no golfo da Guiné.

«Entraram com os seus testes, tudo normal. Mas provavelmente o processo de incubação do vírus estava ainda a dar-se. Porque já no voo de regresso a testagem feita a alguns desses passageiros, acusou positivo. Esses passageiros tiveram contactos aqui, e muitos desses contactos têm tido também resultado positivo. Temos que intensificar esta busca de contactos, de forma muito rápida», detalhou o ministro da saúde.

Com uma média de 5 casos de covid-19 diagnosticados na primeira semana do ano 2021, o Governo decidiu redobrar a vigilância epidemiológica nos pontos de entrada do país, nomeadamente o aeroporto internacional de São Tomé e no cais da baía de Ana Chaves.

Segundo o ministro Edgar Neves, vai ser reforçada a capacidade laboratorial, e melhorada a comunicação e sensibilização em torno da Covid-19.

Até o último sábado, São Tomé e Príncipe tinha um acumulado de 1066 casos de Covid-19. Número acumulado desde Março do ano 2020, altura em que se registou o primeiro caso da doença no país. Deste universo de 1066 casos, pelo menos 988 pessoas recuperaram, e 17 faleceram.

Abel Veiga

 

    2 comentários

2 comentários

  1. Adeliana Nascimento

    11 de Janeiro de 2021 as 8:18

    Acho que o Governo terá que pedir aos santomense residentes no Reino Unida da Grã Bretanha que prescindem por enquanto visitarem o país.
    Espero que eles entendam, e venham quando a coisa estiver melhor por lá

    • Mágico

      11 de Janeiro de 2021 as 17:29

      Ninguém sai nem entra. Se não for Covid morremos de fome.
      COvid já reside em STP. Só não manifesta em grande escala porque a maioria da população é jovem,mas vai passando de família em família

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo