Sociedade

Documentário “Juízes em causa própria” – Estreia brevemente

Estreia B R E V E M E N T E

Documentário

JUÍZES EM CAUSA PRÓPRIA

SINOPSE

Em finais de 2020 o abuso sexual de menores entrou na agenda mediática em São Tomé e Príncipe. O flagelo atingiu números recordes no país, saindo dos luchãs para as cidades conviver com a população.

A notícia na imprensa portuguesa do cidadão santomense que abusou sexualmente das suas filhas menores, alegando ser uma “tradição cultural” de São Tomé e Príncipe, gerou uma onda de indignação e repúdio que fez levantar o véu sobre o abuso sexual de menores no país.

Os alarmes soaram.

Altos responsáveis políticos e judiciais das ilhas, foram acusados nas redes sociais de envolvimento na prática deste crime.

Os presidentes do Supremo Tribunal de Justiça e do Tribunal Constitucional de São Tomé e Príncipe apresentaram queixa-crime contra o jurista Nelson Aguiar e dois jornalistas, acusando-os de usar perfis falsos na rede social Facebook para os injuriar, difamar, e atribuir-lhes títulos de pedófilo entre outras maldades.

Os jornalistas Nilton Medeiros e Jerónimo Moniz, o jurista Abílio Neto e o Juiz Carlos Semedo, vestem a pele de personagens principais do documentário “JUÍZES EM CAUSA PRÓPRIA” para desmontarem a “carnavalesca” queixa-crime que tem apenas o objetivo de desviar a atenção da opinião pública sobre o crime de abuso sexual de menores, a corrupção na justiça e intimidar cidadãos considerados incómodos.

 

    4 comentários

4 comentários

  1. Sem assunto

    21 de Janeiro de 2021 as 18:04

    O Abílio Neto está para Direto, como o nosso governo está para o desenvolvimento. Vão passear, convida para falar quem realmente sabe algo e não um comentador de meia hora tigela como aquele.

  2. matabala

    22 de Janeiro de 2021 as 11:42

    Falem, falem e falem…falem tudo e não esqueçam nada! Sem medos…em frente contra estes dinossauros do poder!!!

  3. Bom só

    22 de Janeiro de 2021 as 13:44

    Sr Jerónimo e Sr Medeiros continuem com o bom trabalho…investiguem também tudo sobre o Fundo COVID …muito dinheiro entrou neste país e já andamos a ver as bandalha que andam a fazer com medicamentos que faltam no hospital, rendas de 10.000€ sem concurso, e outras .TC depois da morte do outro estão caladinho…só restam voçes e mais alguns corajosos!!!

  4. Rodrigo Cardoso

    22 de Janeiro de 2021 as 21:07

    Acho ser esses jornalistas e estás personalidades com isenção e profissionalismo a altura da abordagem quem não deve não tem força meus caros o país agradece

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo