Sociedade

Covid-19 provocou 12 mortes entre Janeiro e Fevereiro de 2021

Os dados divulgados pelo Ministério da Saúde através do seu Boletim Diário, indicam que de Janeiro à Fevereiro de 2021, São Tomé e Príncipe registou o maior número de mortes provocadas pela Covid-19.

Desde o surgimento em Março de 2020 do primeiro caso da doença no país, até o mês de Dezembro, o número de mortes ficou estagnado em 17.

No entanto com a entrada do novo ano 2021, e sobretudo após as festas de natal e da passagem do ano, o país viu-se confrontado com uma nova vaga de infecções pela Covid-19.

O mês de Janeiro de 2021 começou a contabilizar número de infecções diárias muito superior, ao registado no ano 2020. O registo de 20 a 30 casos de infecção pela Covid-10 por dia, tanto em Janeiro como em Fevereiro, começou a despertar a atenção das autoridades para um novo ciclo de transmissão do vírus SARS-CoV-2 no seio da população.

Até o fecho do mês de Fevereiro, dia 28, o boletim diário do Ministério da Saúde, deu conta de um acumulado de 29 mortes causadas pela Covid-19 em São Tomé e Príncipe. Desse total de mortes contabilizado desde Março do ano 2020, 12 mortes ocorreram apenas no período que vai de Janeiro à Fevereiro de 2021.

No mesmo período o número de pessoas diagnosticadas com a Covid-19,  e sob vigilância médica disparou para 375.

VEJA o último boletim do Ministério da Saúde do mês de Fevereiro :

O Governo decidiu em conselho de ministros impor novas medidas de prevenção contra a doença. Medidas que segundo o Ministro da Comunicação Social deverão ser reforçadas após a reunião de alto nível, marcada para esta terça feira, e presidida pelo Presidente Evaristo Carvalho.

Abel Veiga

    2 comentários

2 comentários

  1. Adalio Araujo

    1 de Março de 2021 as 11:05

    É muita pena! Talvez assim este povo comece a acreditar que a COVID existe e é mortífera. As repartições e lojas deveriam adotar o sistema de “ sem máscara não há serviço”. Enquanto a população não ver isso como uma realidade e continuar a circular sem máscara, nada feito. Espero que agora vejam a realidade atual.

  2. Gentino Plama

    1 de Março de 2021 as 14:57

    Conforme a estatística, a primeira vaga de Covid-19 no País não foi tão violento como a que se está a verificar. É possível que a variante do referido vírus como já se sabe, ser mais contagioso, esteja a circular em São Tomé e Príncipe. A que redobrar as medidas de segurança e chamar duas vezes atenção as pessoa para o perigo que está entre nós.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo