Sociedade

OMS e a China destacam-se nesta semana em apoios para saúde

A comunidade internacional, não para de apoiar São Tomé e Príncipe na luta contra a Covid-19, e outras epidemias que ameaçam a população.

22 mil zaragatoas e cartuchos de transporte para amostras de testes,  15 mil testes rápidos a Covid-19, e milhares de luvas, são os materiais ofertados a São Tomé e Príncipe pela OMS.

Os materiais de laboratório vão reforçar a capacidade de diagnóstico da Covid-19, e foram adquiridos com financiamento do Banco Africano de Desenvolvimento.

Na cerimónia de entrega e recepção do donativo, realizada na terça feira, 13 de Abril,  Annie Ancia representante da OMS no país e Edgar Neves Ministro da Saúde, realçaram indicadores que apontam para um recuo da Covid-19 em São Tomé e Príncipe.

A segunda vaga da Covid-19, permitiu as autoridades santomenses criarem as condições para execução de uma nova estratégia de seguimento e despistagem da doença. O Ministro da Saúde, destacou a recepção dos 15 mil testes rápidos, como elemento fundamental, para melhorar o seguimento e despistagem da Covid-19, nos núcleos populacionais do país.

Por sua vez, a representante da OMS manifestou-se confiante de que com o reforço das medidas de seguimento e de  despistagem dos casos, São Tomé e Príncipe não vai enfrentar uma terceira vaga da Covid-19.

Ainda nesta semana, ou melhor, na segunda-feira 12 de Abril, São Tomé e Príncipe recebeu mais uma ajuda em equipamentos médicos e medicamentos. A República Popular da China, foi a protagonista de mais um gesto de amizade e de solidariedade para com o povo santomense.

O lote de vários medicamentos, equipamentos médicos e consumíveis hospitalares ofertados ao hospital central Ayres de Menezes, pela China está avaliado em 72 mil euros.

Xu Yingzhen, embaixadora da China em São Tomé e Príncipe, realçou a amizade e cooperação entre os dois povos, como factor que tem permitido o seu país, apoiar de forma contínua o principal hospital do país, e o sistema nacional de saúde em geral.

Abel Veiga

    2 comentários

2 comentários

  1. Paulo Durães

    14 de Abril de 2021 as 17:57

    Please,

    por conivência destes dadores macununados com o Estado, o estado da nação esta moribunda e sem terapêutica. Tudo que o cota Edgar diz são falácias, não há indicadores, não há relatório nem amostras. Muito provavelmente fazem copy paste dos dados de Pirtugal.

    Edgar e JBJ são os b… da corte elitica atual.

    Enfim…

  2. Matabala

    15 de Abril de 2021 as 12:10

    E com tanta oferta teste continua a ter de pagar 40€ para viajar? Que gastos tem que justifique esse preço quando TUDO É OFERECIDO? Tenham vergonha
    Outra coisa- material ofertado desaparece misteriosamente – palavras de Ministro da Saude ditas ontem na televisão, então mas senhor não tem mão na sua casa? Não manda investigar ou abrir inquérito? Ou não quer encontrar os responsáveis? Muita brincadeira

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo