Sociedade

Estudantes da ilha do Príncipe em Portugal vão ter aulas de xadrez

 A Associação dos Estudantes do Príncipe em Portugal celebrou no passado dia 13 de julho um protocolo de cooperação com a Academia de Xadrez da Maia tendo em vista a promoção, divulgação e prática do Xadrez entre os muitos estudantes universitários naturais da Ilha do Príncipe a darem continuidade à sua formação académica em Portugal.

Na cerimónia de assinatura do protocolo, realizada no auditório do Fórum Jovem da Maia, marcaram presença Augusto Fonseca, Presidente da Academia de Xadrez da Maia, Silton Monforte Presidente da Associação dos Estudantes do Príncipe em Portugal, e ainda a Vereadora Dra. Marta Peneda, em representação da Câmara Municipal da Maia.

Este protocolo resulta de um trabalho exploratório desenvolvida entre as duas entidades tendo em vista a promoção do Xadrez junto dos muitos estudantes universitários da Ilha do Príncipe presentes em Portugal, e num momento futuro a divulgação e promoção do Xadrez junto da população da Ilha do Príncipe.

No momento da assinatura do protocolo Augusto Fonseca destacou o trabalho já feito pela Academia de Xadrez da Maia na divulgação do Xadrez junto da população mais jovem, bem como na dinamização de inúmeros eventos tendo como pano de fundo o Xadrez.

Já o presidente da Associação dos Estudantes do Príncipe em Portugal Silton Monforte, ressalvou a importância deste protocolo para promover uma modalidade desportiva com um crescente número de praticantes, e também com comprovados impactos no fomento da melhoria dos resultados escolares e como estratégia de promoção dos valores de cidadania e igualdade, sendo o Xadrez um desporto para todos.

A encerrar a cerimónia de assinatura do protocolo Marta Peneda, Vereadora da Câmara Municipal da Maia, expressou a sua satisfação pelo reconhecimento do trabalho desenvolvido pela Academia de Xadrez da Maia na promoção da modalidade, a qual leva semanalmente várias dezenas de jovens ao Fórum Jovem da Maia, e vincou a importância do estabelecimento de pontes entre diferentes entidades capazes de projetarem não apenas o Xadrez mas também a Maia como agentes promotores de novas dinâmicas de mudança.

A iniciativa enquadra-se no âmbito das celebrações do 46º aniversário da Independência de São Tomé e Príncipe.

Fonte : Associação dos Estudantes do Príncipe em Portugal

 

    3 comentários

3 comentários

  1. Santo António

    15 de Julho de 2021 as 12:16

    Meus parabéns aos jovens estudantes da ilha do Príncipe. O Xadrez é uma modalidade desportiva com grande impacto na educação.

  2. Willian dos Santos

    15 de Julho de 2021 as 15:27

    Istro é noticia?
    Poupa-nos. Ministrem-nos as as aulas de xadrez, mas não é preciso gabar-se tanto.

    • Manuel

      16 de Julho de 2021 as 13:40

      Invejosos nós santomenses

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo