Sociedade

COVID-19 – PAM entrega alimentos aos beneficiários mais vulneráveis do PNASE

SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE – O Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas (PAM) iniciou ontem a entrega de alimentos ao Programa Nacional de Alimentação e Saúde Escolar (PNASE) que serão destinados a crianças vulneráveis sob a forma de cestas básicas.

“Esta entrega constitui um acto de grande importância, porque vai permitir ajudar estas crianças vulneráveis a alimentarem-se e a manterem-se saudáveis.”, disse Arlindo Capela, Coordenador do PNASE. “Agradecemos ao PAM por este apoio, tendo em conta que com o aumento de casos de COVID-19 em São Tomé e Príncipe, aumentam também as dificuldades das famílias. Com esta ajuda vamos mitigar um pouco as dificuldades resultantes desta situação.”

Devido à pandemia da COVID-19, 8.000 novas famílias se encontram abaixo da linha da pobreza em STP, além de 24.000 famílias anteriormente já nessa categoria. Para o PAM, é prioritário trabalhar junto ao governo para fornecer apoio à população negativamente impactada pela atual crise econômica.

“É com muita alegria e alívio que entregamos estes alimentos que serão redistribuídos aos beneficiários mais vulneráveis do PNASE. Sabemos que a pandemia da COVID-19 teve impactos desproporcionais nas famílias mais pobres e prejudicou fortemente o acesso de crianças a uma alimentação adequada” disse Yasmin Wakimoto, Representante Interina do PAM em São Tomé e Príncipe. “Por isso, é essencial garantir que essas crianças e suas famílias tenham apoio adicional com estas cestas de alimentos. O PAM está comprometido como sempre com o seu trabalho junto ao PNASE e ao Ministério da Educação, e somos extremamente gratos à Fundação Chellaram por viabilizar financeiramente esta atividade.”

A segunda vaga de infeções por COVID-19 que assolou São Tomé e Príncipe em fevereiro teve um grande impacto nos meios de subsistência e no rendimento de muitos santomenses, especialmente mulheres, crianças, idosos e pessoas com deficiência. Embora as escolas tenham sido reabertas em abril após apenas um mês de fechamento, o programa de alimentação escolar permaneceu suspenso até o momento, devido à sua limitação de recursos.

Desde 2020, o PAM tem trabalhado em estreita colaboração com o Governo para fazer face aos impactos socioeconómicos da crise da COVID-19 nas populações vulneráveis. Com a abertura do novo ano letivo, além da distribuição de cestas, as refeições escolares voltarão a ser fornecidas nas escolas pelo PNASE com apoio do PAM, para assegurar a segurança alimentar e nutrição de crianças em quatro distritos de São Tomé e na Região Autónoma do Príncipe.

O Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas é a maior organização humanitária do mundo, laureada com o Prémio Nobel da Paz de 2020. O PAM atua em mais de 80 países, salvando vidas em emergências e usando a assistência alimentar para construir um caminho rumo à paz, estabilidade e prosperidade para pessoas que sofrem com os impactos de conflitos, desastres e das mudanças climáticas.

A Chellaram Foundation Limited é uma organização filantrópica que se dedica a criar impacto na vida das comunidades carenciadas, marginalizadas e que sofrem os efeitos de calamidades. A Fundação estabelece parcerias com organizações que podem aproveitar as suas doações para criar verdadeiro impacto social em áreas como saúde, educação e ajuda humanitária. www.chellaramfoundation.com.

FONTE : PAM 

    Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo