Sociedade

População de Lembá na lama, e sem acesso a água potável

Lembá, é o distrito que preenche a região norte da ilha de São Tomé. Desde 28 de Dezembro do ano passado, que grande parte da população do distrito deixou de ter acesso a água potável.

A tempestade tropical marcada por uma forte enxurrada destruiu a estação de tratamento de água potável que alimentava Lembá.

«A estação já não tem nada. Foi tudo destruído…» afirmou  Abel Vila Nova director do departamento de água da empresa pública, a EMAE.

A empresa EMAE, diz que não tem meios financeiros para recuperar a estação de captação e tratamento de água do distrito que tem mais de 17 mil habitantes. «Não temos condições financeiras …e não sabemos quanto tempo a população vai ficar sem água», reforçou o director do departamento de água da EMAE.

Dom Manuel António(na foto), o bispo da diocese de São Tomé e Príncipe, num relato feito nas redes sociais descreveu Lembá e a sua população como tendo sido devastado pela enxurrada de 28 a 29 de Dezembro de 2021.

«Pude constatar o drama de tantas famílias que viram as águas levar as suas casas e os seus pertences. Estive com o pai da criança que foi arrastada pelas águas. Vi a ponte de Paga Fogo inutilizada» …

No seu relato Dom Manuel António destaca a destruição da estação de captação e tratamento de água que alimentava grande parte da população do distrito de Lembá.

«Vi a estação de captação de água para Neves inutilizada pelas águas

O projecto de desenvolvimento integrado de Lembá liderado pela Irmã Lúcia Cândido, está sediado na cidade de Neves e dá assistência a centenas de crianças e idosos do distrito.

«Escutei a irmã Lúcia questionando-se como fazer chegar comida aos idosos que as irmãs apoiam em Santa Catarina? Como resolver o problema da água? Como ajudar as pessoas que ficaram sem casa e haveres, como fazer?», interroga o Bispo da Diocese de São Tomé e Príncipe.

No seu relato Dom Manuel António considera que se deveria resolver de imediato a via de comunicação com a vila de Santa Catarina, localizada mais ao norte e isolada por causa da queda das pontes.

«Vamos esperar que as autoridades resolvam esse problema rapidamente…», afirmou.

Água potável para a população, é hoje um quebra-cabeças em Lembá. A população está a consumir a água dos rios e valas.

«Mais difícil parece-me o fornecimento de água a Neves. A estação de captação ficou mesmo muito maltratada… Com a solidariedade e o empenho de todos podemos minorar a situação difícil em que ficaram estas populações de Lembá», conclui o Bispo Dom Manuel António no seu relato disponibilizado nas redes sociais.

Abel Veiga

12 Comments

12 Comments

  1. Fuba cu bixo

    4 de Janeiro de 2022 at 20:12

    Pois ai esta para aqueles que dizem que chuva e cheia é coisa da natureza e que acontece nos outros países da Europa , sim acontece mas na Europa depois da chuva e cheia ha uma brigada de serviços Municipais a reparar tudo e limpar tudo e também tem serviços sociais a prestar apoios em aquilo que a população precisa,agora ca em S.tomé a população continua na lama sem água potável para beberem estamos na porcaria e governo não tem nada a foncionar governo não faz nada por nos.

  2. Andorinha

    4 de Janeiro de 2022 at 20:35

    Quem tem que resolver estes problemas é o governo de Jorge bom Jesus e eles não estão a resolver nada estamos entregues a nossa sorte em todos os setores, estou revoltado estou a espera de eleições para eu votar com força no ADI.

    • Vanplega

      5 de Janeiro de 2022 at 19:50

      Votas em quem quiseres.

      Se quiser leva-Los para governar em tua casa, TV pode.

      Cm voçê esquece, bem a pouco tempo nem falar podias. Era bufo atràs de bufo.

      Voçês, sò com PIDE, ou aparecer um Zè Brigada

      Andavam na linha

  3. Cristina

    4 de Janeiro de 2022 at 20:41

    Ora aqui está a oportunidade da igreja dar o seu contributo, não só a pregação mas também em ações. É ajudar a população com a reconstrução de casas e ofertar os haveres perdidos.

    • Madiba

      5 de Janeiro de 2022 at 9:20

      A igreja católica já faz muito para este país minha senhora. Desconfio que a senhora não vive em S. Tomé e Príncipe!

  4. Vanplega

    4 de Janeiro de 2022 at 23:51

    Depois de 1991 o povo de Sao Tome e Principe, devia entregar todos os ex-governantes e actuais em Tribunais Internacional.

    Deviam ser julgados, pela dustruiçāo e CORRUPÇĀO.

    Maus filhos, sem coraçāo e sem amor a Pàtria

    • Célio+Afonso

      5 de Janeiro de 2022 at 8:36

      Subscrevo na integra.
      Esses políticos deviam ser julgados no tribunal internacional como acontece em outras paragens. Os nossos tribunais tambem infetados de corruptos, portanto nao servem.

    • asda

      5 de Janeiro de 2022 at 11:05

      Correção: depois de 1975 !!

  5. Mepoçom

    5 de Janeiro de 2022 at 15:28

    É triste e lamentável a situação em que vive a população da zona norte (distrito de lemba). Claro que a natureza foi mais forte do que homem. O mais lamentável é ouvir o governo dizendo que não dispõe de um fundo de emergência para dar, ao menos, início a solução. Tenho a plena consciência que no dia 12 de Julho, ingenuamente, também levantei o braço no hastear da bandeira. Hoje dou toda a razão a Frente Popular Livre. Ousamos ser independente sem prever as suas consequências. Houve um que comentou, dizendo que o povo deveria responsabilizar internacionalmente os de 1991 em diante, muito bem, pergunto: E o de 1975 a 1990, que deixou uma dívida colossal, o que fez com dívida? E não eram os governantes, mas sim o governante. Meus conterrâneos, choca-me todo o sonho transformado em pesadelo. Que um parceiro de boa vontade venha minimizar esse sofrimento, bem haja

  6. Voz Alta

    5 de Janeiro de 2022 at 16:55

    Esta é a hora para esses Senhores que tanto dinheiro gastou nas elecçôes para ajudar essas familia que realmente precisa.

  7. Vamos ver

    6 de Janeiro de 2022 at 13:49

    Este nao têm mesmo vergonha, nao criam nenhum tipo de servicos sociais, agora com este problema de calamidade, estao a pedir ajuda da comunidade internacional, isto que aconteceu no pais ainda é de leve em comparacao o que acontece nos outros paises, Ex Moçambique, na Asia ect.

  8. Anjo+do+Céu

    7 de Janeiro de 2022 at 14:30

    Presidente da republica diz ser natural de Neves seria a 1a pessoa fazer uma doação para outros seguir de exemplo.Ainda está a dormir.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

To Top