Opinião

Enviada especial do nosso São Tomé

Idades variadas de Mulheres, repito, Mulheres e Homens. Brancos como eu e pretos como nós. Todos santomenses, fora e dentro do País. Nos últimos dias, recebi feedback de Octávio Bandeira – a quem aplaudo – pelo convite para participar no dia 17 de Novembro, pelas 19:07 num direto do Informar com Verdade. Mais de 3000 visualizações de uma longa entrevista dedicada aos temas: Aspetos sociais (na sociedade) santomense; o futuro de crianças e jovens; os pilares para o desenvolvimento económico na vertente saúde e educação e a conjuntura política atual em STP.

Lei na íntegra – Artigo

  

    4 comentários

4 comentários

  1. Metido a Besta

    25 de Novembro de 2018 as 9:25

    Sim, tens toda razão a sua análise e reflexão quanto ao caráter de Homem , Sr Delfim das neves, e toda a sociedade de São Tome devem recordar da qualidade podre de arroz importado STP Trading liderado por Sr Delfim Das Neves.

    Muito estranho que o MLSTP com 23 deputado não tenha eleito pessoa das sua fileira este cargo tão importante, enfim são jogos e negociação política que fica muito a desejar e resta esperar para crer nas boas intenções.

    Claro que num Estado direito democrático não devemos fazer julgamento na praça pública e direito a presunção da inocência ate prova em contrário.

    Que arroz importado por empresa deste cidadao era pobre e tão baixa qualidade para consumo humano não ha dúvida que era e provavelmente pago a um preço de arroz de primeira.

    A ver vamos.

  2. WXYZ

    26 de Novembro de 2018 as 2:14

    Continue dividindo esta vossa presa facil, que ee esse pequeno paiis STP.

  3. AZEVEDINHO

    26 de Novembro de 2018 as 10:03

    O artigo parece ser interpelante, o que eu pergunto aos senhores e senhoras que carregam nos seus ombros a condução de São Tomé e Príncipe . O que querem para STP? Que desenvolvimento querem oferecer ao Povo ? Que futuro quereis oferecer ao jovens e crianças Santomense ?

  4. MadreDeus.igreja

    27 de Novembro de 2018 as 18:07

    Não há almoço grátis.
    Coligação têm seus direitos. Apesar do homem estar tão sujo como baixo pau de galinha.
    Mais pronto,e o preço a pagar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo