Opinião

O Rei Mago e o Black&White Economic Empowerment

Ano Novo, vida nova. Espera-se de São Tomé e do Príncipe que os Velhos, carregados de esquemas corruptos e – pseudo– políticos – de tão baixo nível, ao ponto de se agredirem verbal e fisicamente, como na última Comissão Política. Posser&Amado: a vergonha do primeiro pedir ao Lider do seu partido que o Estado intervenha no caso Rosema. Ao que isto chegou! – livre-se o Governo de ingerir no caso. A Deus o que é de Deus,  aos Homens o que é dos Homens. Refiro-me à Justiça e não a mais baixa forma de corrompor. Porque já existem vários níveis de corrupção. Afinal, todos, repito, todos os partidos políticos, foram financiados pelos atuais donos da cervejeira. Dois irmãos com perfis diferentes. Paga o justo pelo pecador.A tristeza continua, o nível cada vez mais de rodapé . Numa obra enormemente recomendável, Tom Burgis (TB), jornalista do Financial Times investigou a corrupção instalada nas capitais africanas, com Luanda em grande destaque. Fala-nos dos “senhores” da Guerra, oligarcas, multinacionais, contrabandistas e o roubo (porque envolve violência e morte) da riqueza africana. Que deveria ser do Povo, mas é destes homem(zinhos). A isto Tom Burgis designou de BEE – Black Economic Empowerment. Acrescento Black&White Economic Empowerment.

África é o continente mais pobre do mundo – e também o mais rico. Embora concentre apenas 2% do PIB mundial, alberga 15% das reservas de petróleo, 40% do ouro e 80% da platina. No seu subsolo jaz um terço das reservas minerais do planeta. São Tomé e o Príncipe não tem nada (Graças a Deus!) destas riquezas. Mas o que poderia constituir a salvação do continente é, pelo contrário, uma maldição. O jornalista do FT que foi durante anos correspondente em África, fez um relato poderoso das complexas teias de relações entre o crescente poder chinês, a corrupção das elites africanas e o delapidar do património natural das nações do continente.  Hoje, Angola ostenta a terceira maior economia da África subsariana, depois da Nigéria e da África do Sul. Luanda figura consistentemente no topo das cidades mais caras do mundo para estrangeiros, à frente de Singapura, Tóquio e Zurique. Onde – vergonhosamente – 95% da população passa fome e 5% esta acima do extremo da riqueza. Esperemos que João Lourenço não faça (apenas) propaganda política. È bom ver políticos detidos e condenados por tráfico de influências e de corrupção. De A a Z a Africa que é nossa começa a tomar um rumo diferente.

Nos últimos meses, tenho recebido muitas mensagens de apoio de vários santomenses – cheios de medo de represálias – militantes do PCD, do MLSTP-PSD e do ADI.  Uma tocou-me especialmente. “Parabéns pela Coragem e frontalidade.  Faz-nos falta pessoas com coragem para criticar, questionar e dizer o que está mal. Faz falta uma cultura de solidariedade, transparência e meritocracia. Faz falta o cumprir dos verdadeiros desígnios da Democracia. E coloco-me esta questão: de que têm medo os meus santomenses? Porque me dizem que me fazem mal? Podem tirar o macaco da Selva. Mas nunca tirarão a Selva do Macaco. Este selva é minha e defende-la-ei – a partir do momento que fui chamada a esta missão – até ao fim.

Eu não fui e não sou militante de qualquer partido político, pese embora 3 dos vários existentes me tenha apelado a atividade de militância. As ameaças – que vinham antes da ADI – se ora provenientes do MLSTP PSD, revelam a pequenez – enorme – que já verifiquei de alguns políticos. 

Se no meu anterior artigo, muito lido e comentado, afirmava que é difícil compreender os eternos esquemas, os compadrios e a eterna, e…tão, mas tão cansativa desonestidade, agora, perante a deslocação da representante do Banco Mundial, não compreendo a ausência da MNE – que deveria liderar diplomacia Económica e não deixar – literalmente – nas mãos dos piores exemplos de gestão financeira e do Orçamento (que não é do Estado), mas que é doado para ajudar os pobres e reduzir a pobreza do meu País. 

Primeira medida? Extraordinário! 70% da população (que com idade abaixo dos 30 naos) vai toda formar-se na Escola de (pseudo) Turismo que o White quer dedicar à filha. Onde cheira a dinheiro fresco, cheira a BEE. Black and White Economic Empowerment que caraterizou a obra de Tom Burgis. Nem todos os negros, na nossa África, enriquecem roubando (quando matam), ou furtando quando desviam, os fundos para ajudar pobres. Olhem para a Casa dos Pequeninos. Onde sou Embaixadora e para onde angariei muitos milhares e onde – se não for denunciado – a direção leva meninos ao Feiticeiro de Agua Izé para tratar “Tinhae”, Sarna. Foi preciso pedir a ajuda à equipa de Valle Flor.  Financiada 100% pelo Governo Português. Não precisamos de propaganda para dizer o que tem sido feito. São meninos abandonados pelas famílias e ou retirados. Ajudem a Caritas e não as direções. É nestas crianças que andam a pé e a quem não ensinam cuidados de higinene. Fazem horários completos e não aparecem lá. Isso é investigar a pobreza. E o Bispo D. Manuel e a Igreja não tem mãos a medir a tanta pobreza.

E a Agricultura? E as Pescas, e as indústrias derivadas? Francisco Pardal Ramos? Nada a dizer? O PCD não interfere?

O Mago Osvaldo tão sorridente, até arrepia. O que faz White, que nem faz parte do Executivo – nem  é o Grande Poeta Moçambicano grande amigo de Mia Couto, na importantíssima reunião chefiada – deveria ser ao mais Alto nível –  pelo Primeiro Ministro e não por aprendizes de feiticeiro, que aprenderam a enriquecer à custa da pobreza? Para isso, só Precisaram de um Povo, de um território. E de um falso poder político. O Rei Mago White, com idade de reforma, não se encosta à sombra da bananeira, ou do coqueiro. Sequer para guardar o seu menor filho. Nada lhe chega. A que propósito pressiona o Governo – ou será  compadrio do Mago Osvaldinho? – para que a sua Delfinzinha siga Instituto do Turismo? Correndo com o atual diretor, que deveria migrar – com a nova lei – para o Instituto? Ou outros não são válidos? Lá porque a “jovem” é filha de White, e a transportadora aérea lhe quer tirar a liderança da delegação em ST, já preparada para a sua amiga,  engrandece rapidamente o curriculum para deixar de ser dos aviões para passar a ser dos galeões? Que percebe de turismo e atração de investimento? Ou discutimos aqui a autonomia Administrativa e melhor, a financeira? Ai White, White Branco Branquinho, dos negócios opacos: larga a galinha do ovos. Secou. Deixa o Povo melhorar as condições miseráveis de vida. Deixa os jovens membros do Governo brilhar. Combater a pobreza não passa por criar uma escola de Turismo White. Povo cansou-se de primos filhos tios irmãos cunhados genros sobrinhos netos e quejandos.  O Povo, na sua generalidade, tem laços de parentesco. Ê ná cigá zá?? Foi devido a tanto enriquecimento ilícito que construiu um vasto património imobiliário e,  até a TAP paga por isso. 

E onde para a Maga Maior? Não deveria estar à direita do Primeiro Ministro? Porque não defende a Diplomacia Económica? Ou o importante é ir ao Brasil e viajar em classe executiva à custa de um país em bancarrota e sempre de mão estendida? Como pretendem combater a pobreza? Aumentando a riqueza destes políticos? Que faz o Branco e o Vaz na reunião? Parafraseando o Tom Burtis, autor de Pilhagens em Africa (recomendo) o BLACK ECONOMIC EMPOWERMENT, (BEE) tem-se aplicado, cada vez mais, a São Tomé. E no Príncipe. Sobre este fica para o próximo artigo. Só que não roubam as riquezas (naturais) ao país. Pior: pedem a ajuda aos Países e enriquecem. Senão vejamos: quem eram estas pessoas antes da independência? Como ficaram – tão depressa – tão BEE? Para eles combater a riqueza, desculpem, a pobreza,  é aumentar o património individual de cada um. Não vejo as mulheres destes homens – pseudo políticos de costas vergadas, todos os sábados, ás 6 horas de relógio, nas margens dos nossos rios, cada vez mais poluídos pelo, a lavar roupa de uma semana. Sim! Para eles isso é digno. Para isso as usam para caçar votos. Não! Isso é para os pobres, digo, as escravas. Que servem os gostos e apetites dos homens polígamos e servem de criadas a lavar roupa e a cozinhar debaixo de fogo. É preciso usar essas mensagens e imagens para pedir massa aos brancos, à ajuda internacional. Mas os importantes Ministros – já são importantes de novo – viajam em executiva.  Não perceberam ainda que o MLSTP PSD está cheio de velhos cansados que se digladiam – lembro o triste episódio na Comissão política do MLSTP PSD – que em Mago.  

Se NÓS – eu acreditei em Jorge Bom Jesus – os que nos juntámos para repor a democracia, sem pedir nada (os santomenses não estão habituados a estes valores), expulsámos Patrice do Poder, tenho vergonha do que se avizinha. Não é bonito. Destronam-se santomenses porque são de outros partidos, continua a usar a Pobreza para enriquecer ilicitamente. Continua-se a usar a miséria a baixa literacia e subestimar a capacidade de empreender o dos nossos jovens. Afinal! Chatice, os nossos jovens são pretos. Não são Brancos e não filhos de políticos de “nome” – desde a independência – porque antes, eram comuns mortais, como nós. Só que somos diferentes, não somos todos iguais. É por essas e outras, que dentro de uns meses (aos 12 decorridos) teremos de novo eleições e, antes disso, cairá o Governo e PCD irá liderar. 

Nova Afrogeringonça nascerá e a culpa está na mão de quem não teve coluna vertebral para dar um murro estridente na mesa e dizer: Basta de pilhagem em São Tomé e no Príncipe. Basta de Pilhagem na minha, repito, minha África.

Isabel Santiago

Diretora do N’Dependenxa e  Investigadora e Regente de Comunicação em Saúde, Profª Convidada no I Medicina Preventiva e Saúde Pública, Faculdade Medicina Universidade Lisboa.

    46 comentários

46 comentários

  1. Chines

    20 de Janeiro de 2019 as 20:55

    É increivel como esta senhora se disfarca de boa pessoa e humanitaria. É increivel como mestura temas em sus escritos para obter simplesmente publicidade de sí mesma. “Fala” insultanto e demagógicamente para nao parar de mostrar sua “cara bonita” e espalhar o caos e desconfianca entre santomenses. Tem muito “papo”. Agora até fala de “minha África”, quer dizer que África é tambem de ela. Cuanta pouca humildade e mal uso de uma ideoa poetica. E nos temos que ficar calados; nem podemos dizer que Europa é nossa, esas Europa de gente como ela, com boms discursos e instituciones mas bue de ladroes e assesinos de Africa e os africanos durante seculos. Aonde esta ela nessa Europa para denunciar os corruptos, os ladroes e corruptores europeos de África? A senhora é uma grande mascara que pratica um populismo de esses que ágora sao moda en essa sua Europa.

    • Manuel Afonso

      22 de Janeiro de 2019 as 19:47

      Ainda com um toque de racismo.
      Nessa era já não se pode dizer pedir dinheiro ao branco. Tb branco white & black. Não precisas de ensinar ninguém a escrever em inglês. Racismo praticado por uma mera osga de sangue frio.

  2. ABC

    20 de Janeiro de 2019 as 21:47

    Izabel, alguém me disse que tem mensagens tuas em que exigias o lugar de ministra da saúde ou educação ou pelo menos do trabalho. Isso é verdade? Nunca exigiste isso de alguém bem colocado no partido. Mlstp? Abra o jogo e fale sobre as conversas com pelo menos três dirigentes de setembro a novembro sobre tachos. Precisamos de esclarecimentos. Abraços

    • Maria de Negreiros

      23 de Janeiro de 2019 as 0:55

      Mete do a cangalhada de palavras. Ela não escreve para burros. Diz ao teu amigo feio que tem um site e vive à custa da segurança social inglesa, com filhos de mães diferentes (deve pensar que UK é STP…) que publique. Deve ser as mesmas promessas que a Maria das Neves fez ao Otávio. De gestor à custa dos pobres.

      • Octaviano Almeida

        25 de Janeiro de 2019 as 13:27

        Com essa resposta de “que publique”,
        Isabel, traiste a ti mesma. Ficamos todos a saber que Maria de Negreiros és tu Isabel Santiago.
        Kkkk

  3. Pinta cabra

    20 de Janeiro de 2019 as 23:49

    Já muita gente sabe da sua ligação com Maria das Neves, também sabemos das intenções da Maria candidatar as próximas presidenciais, portanto se quiser começar a lavar roupa suja, podemos começar.

  4. Paulo

    21 de Janeiro de 2019 as 1:06

    Carrega Isabel. Essa gente precisa de alguém que lhes diga que as coisas vão mal e devem mudar de rumo.

    Um abraço patriota

  5. Alberto de morais

    21 de Janeiro de 2019 as 8:36

    Senhora
    Demasiado confuso para um normal e corrente mortal

    • Chines

      21 de Janeiro de 2019 as 15:59

      Peor que confuso. Uma escrita que mais parece um mercado de fardo: tem muita coisa usada e descolorida. A senhora, de cara bonita e alma raivosa (que triste), escreve como si estivese no salao de beleza com as comadres. Fofoqueira, Farsante e Forajogo, as 3 F da portuguesa Isabel, como Fútbol, Fado e Fatima.

      • Timóteo Soares

        21 de Janeiro de 2019 as 19:50

        Não sei quem é o informante dela, mas acho que o intuito do tal informante e de a destruir profissionalmente. Pois ela escreve em alguns casos tendo como prova rumores. Escrever citando rumores e ouvi dizer, ou o fulano me informou não é credível para uma investigadora.

      • Maria de Negreiros

        23 de Janeiro de 2019 as 0:57

        Ela não escreve para Burros. Escreve encriptadamente para medir os níveis baixos de literacia. E só te enterras…chinês:) a vender malária. Ela é forra. Seu ignorante:)

        • Maria De

          23 de Janeiro de 2019 as 14:30

          Não, a Isabel não é forra. É são-tomense, o que é diferente. E portuguesa, claro. O seu artigo é muito confuso e não vou comentá-lo. Mas chamou-me a atenção o facto de ela ter dito ”São Tomé e o Príncipe”, mais do que uma vez. Ora, o país chama-se São Tomé e Príncipe. Também acho graça quando a Isabel diz ”MEU POVO” E ”MEU PAÍS”, sempre com maiúsculas. Para não haver dúvidas? E agora, ao falar do nosso continente, disse ”minha África -repito-minha África.” Para não haver dúvidas? Um dia destes, se não nos pusermos a pau, a Isabel expropria-nos São Tomé e Príncipe e teremos que nos refugiar todos algures no ilhéu das Cabras. Quanto à África, será um pouco mais difícil, porque aí pelo continente fora,não haverá muita pachorra para os seus conflitos identitários misturados com ”lapsos” racistas, complexo de superioridade e completo desconhecimento da realidade cultural são-tomense. De resto, ela pode continuar a escrever as suas ladainhas. Em abono da verdade, com muito esforço, é possível respescar aí algumas verdades. Mas é tudo tão confuso e tosco, meu Deus…!

    • Francisco Carneiro

      21 de Janeiro de 2019 as 19:37

      Coitada da senhora. Deus perdoa-a. Ela não sabe o que diz. Está desorientada. Cuida-te. Assim ainda vais perder o teu namorado e os filhos e enteados vão te internar no manicômio.

      • Maria de Negreiros

        23 de Janeiro de 2019 as 0:51

        Loucos saotomenses que se vendem por cervejas. Não tomem a senhora por quem Não é. É uma Princesa causa do céu para denunciar os mafiosos deste País. Cheio de RACISTAS. Porque ela é inteligente. Bela. E branca e loira. Repito: inteligente. Os vossos comentários são nódoas. Nem sabem escrever português!!! Mete do.

        • Alice Rodrigues

          24 de Janeiro de 2019 as 16:38

          Ola Isabel!!!
          Como vai?
          Tens tomado a tua medicação?

      • Maria de Negreiros

        23 de Janeiro de 2019 as 0:58

        Varrido. Vai haver um manicómio em ST. Deves ser a única asno a dizer estas imbecilidades… pode o Diabo 😈 carregar-te:)?

  6. Santos

    21 de Janeiro de 2019 as 11:09

    Dra. Isabel, antes de mais quero dar-lhe muitos parabens pelos artigos que nos tem brindado e que espelha a realidade “nua” e “crua” desse nosso continente. Por outro lado salientar que tenho certa impressão que são os filho desta terra que não almejam melhores condições de vid, pensamento incutido pelos corruptos que governam e destreom desde a independência este país, deixando na total miséria a maioria desde povo. Antes de ler este seu artigo, estive a almoçar com um amigo, e por curiosidade abri o tela non e via a noticia dos 10 milhões de dólares e na imagem apareciam os personagens descritas no seu artigo, perguntei ao meu amigo ” o que fazem ali white (que só soube eriquecer a custo do povo)e o Osvaldo. Este último até se entende por ser MF (que no meu ver não tem capacidades para uma pasta de grande “calibre” para o país. Coitado do JB que parece ser um homem com caracter, mas infelizmente está num ninho cheio de vespas, abutres e sangue-ssugasos.

  7. José Boteho

    21 de Janeiro de 2019 as 15:45

    Olha, minha querida Isabel, não quero por em causa a tua intenção de denunciar e criticar de forma construtiva a realidade socio-politica santomense, a tua explanação manifesta-se demasiado confuso. Seja mais clara (acentuação e citação, etc) e menos prolixa. Obrigado

  8. Solange Santos

    21 de Janeiro de 2019 as 19:31

    Essa senhora não tem credibilidade! Os seus artigos são baseados em rumores! Ela deve ser exonerada das suas funções como investigadora e Regente em comunicação de saúde! Um dia ainda baseando-se em rumores irá comunicar ao mundo que ela e descendente direta de São Tomé Poderoso e Santo António. Que nasceu da Birgem Maria e veio a São Tomé e Príncipe salvar os desesperados filhos da terra , pois esses não são inteligentes e so ela será sacrificada na cruz para os salvar!
    De inteligência a sra nada tem, de investigadora e para se rir. No entanto, fico por aqui, um dia destes terá uma grande surpresa.
    De STP não levarás nada. Estas perdida. Que pena para aqueles que te rodeiam. Eis uma maluquinha que está prestes a correr devido a frustração daquilo que pensastes que poderias ser. Agora, está a namorar o PCD. Eles também não te darão nada.
    Bem haja!

  9. Lucio Santiaho

    21 de Janeiro de 2019 as 20:22

    Olá Isabel
    Tenho prazer em saber que te vais afundando a cada dia com informações faltas. Precisamos mesmos dessas informações para te desacreditá-lá como escritora quis dizer esccrevedora.
    Não fiques com ciúmes, tenho pena de ti. Vou chorar pelos teus, que já devem se envergonhar de ti.

    • Maria de Negreiros

      23 de Janeiro de 2019 as 1:09

      Das vontade de rir… se soubesses a carreira que a senhora tem/) nenhum do governo lhe serve para beijar os pés. Achas seu ignóbil que ela precisa de tachos do país quando pede par ajudar? Mas não q ladroes como tu. Bendito atrofiada!!! Volta TRABALHO VOLTA TROVOADA. Homem c mind e inteligente. Não é como estes burros

  10. Marina Aragao

    21 de Janeiro de 2019 as 20:53

    Isabel
    Cuidado pá bo na coleo.
    Frustração? Qual é o teu problema?
    Financeiro? Protagonismo?
    Estás a disparar ao acaso. Aina acertas no teu homem ou filhos

    • Maria De

      23 de Janeiro de 2019 as 14:37

      Marina Aragão, isto é uma ameaça à família da Isabel?

  11. Madredeus.igreja

    21 de Janeiro de 2019 as 21:23

    Se realmente o branco é (Rafael branco) como conselheiro de JBJ, estamos perdidos sem retorno a casa.

    Quem nos irá mostrar a iluminação de volta a casa, quem?
    Com essa gente, nunca

    Em 2001, este senhor ( cm ministro de infraestrutura) mais i presidente na altura( Fradique Meneses). Deram uma conferência onde este senhor(branco) garantiu que em 2007, o petróleo em S. Tomé e Príncipe, será uma realidade e, o povo iria ter os benefícios do mesmo.

    O que aconteceu, juntaram-se amigos da onsa, comeram tudo. O povo, não viu, não vê e nunca mais verá.

    Uma corja de volta ladrões, corruptos, vão uns e venhem outros. Passam vida na política, sustentando os seus vícios. Não arranjam infraestrutura, destruem o que já existe. Fazem uma política de terra queimada.

    Como 1 Ministro ( branco) deixa muito a desejar
    Caso insólito: no gabinete deste ( brabco) havia uma armário, carregado de Dobras em notas, maços de notas

    Com que objectivo, esses maços estavam aí?
    Ali era uma casa de câmbio ou era um banco?

    O Rafael branco, não BV acrescenta nada na política de S. Tomé e Príncipe, ele e muitos outros que andam na nossa praça.
    Saí (branco) dá lugar a outro, já comentes que chega.

    O JBJ, está mentido numa camisa de força, é preciso de ter coragem?

    Aproveito este balanço para perguntar aos senhores que projectada ou estudaram a estrada das Neves.

    Lembrando aos senhores o seguinte: a ponte 25 de abril em Portugal, foi feito, mais o projecto contemplavam a passagem de comboio, futuramente, o que veio acontecer.
    Ora bem, pensando nisto, gostaria de perguntar: é só a estrada ou há algo mais!
    Por favor, façam o estudo, projectando o futuro.

    É no presente que se preparam o futuro, senhores

    Viva os burros, porque ele também falam e pensam

    • Manuel Afonso

      22 de Janeiro de 2019 as 21:02

      Zé Maria.
      Você saltou de MLSTP foi para ADi. Agora queria voltar para MLSTP para ser director da EMAE. Achas que somos parvos? E atua mulher que só conseguiu tachos abrindo e fechando. Agora vai abrir para quem? Osvaldo Vaz?

      • Maria de Negreiros

        23 de Janeiro de 2019 as 10:35

        Coitado… se calhar, pensa lá seu ignorante… Foram os saotomenses pretos que tentaram usar a Saotomense branca. Ela conhece toda a gente da política em Portugal. E se o Jorge Bom Jesus e a Elsa Pinto foram entrevistados em peso pela Lusa e RTP, foi graças a ela. Tem juízo. Ela precisa lá de mudar de partido:) todos a asseguraram para ser militante. Não aceitou. A educação dela não é como a rua , Manuel ignorante Afonso

  12. lurdes monteiro

    21 de Janeiro de 2019 as 21:26

    Isabel está fazendo chantagem! Para além de querer ser ministra, também está exigindo dinheiro para parar de publicar as suas fabricacoes. Vejam só até do to Zé Cassandra ela vai inventar uma mentira.
    Segundo o seu médico ela sofre de perturbações mentais.

  13. Carolinapires

    22 de Janeiro de 2019 as 0:55

    Dra Isabel seja mais clara. Todos sabemos que toda a sua revolta tem a ver com o cargo que exigiu exercer neste governo e que não foi aceite.Daqui há mais dias a senhora vai fazer como fez o Fradique de Menezes mas que não teve sucesso. Nino Monteiro prometeu ao Fradique de Menezes 50% da produção da empresa Rosema para ele deixar cair o governo de Jorge Bom Jesus.Fradique chamou os dois Secretários de Estados do seu partido e disse-lhes para a abandonar o governo e eles não aceitaram.Fradique queria fazer o mesmo que fez com o governo do MDFM/PCD quando Patrice Trovoada garantiu-lhe 900 mil euros para deixar cair Tomé Vera Cruz.Peco-lhe que não seja como Fradique. Traiçoeiro, malandro e inimigo do povo.

  14. Pinta cabra

    22 de Janeiro de 2019 as 4:46

    Essa Isabel é uma granda mentirosa bandida, faz parte da turma dos ninos, também vive da cerveja da corrupção que tem dividido o MLSTP.
    Uma mafiosa maquiavélica
    Totalmente ao sabor de Maria

  15. EU ESTOU

    22 de Janeiro de 2019 as 9:29

    Obrigado por tentar abrir os nossos olhos, mas tenta denunciar os problemas que teu pais tem também.

  16. EUMILTOM

    22 de Janeiro de 2019 as 11:42

    Focótó!

  17. Luis

    22 de Janeiro de 2019 as 12:47

    Muito bom artigo, é mesmo o que se passa em São Tomé e em África em geral. O problema está na fraca cultura de desenvolvimento do africano (afinal até há bem pouco tempo todos os actuais políticos e ricos eram mesmo pobres e alguns miseráveis), por isso vêem as oportunidades de enriquecimento pessoal em primeiro lugar mesmo passando por cima de todos os seus concidadãos, por cima da natureza e tudo o que lhes rodeia, muitos de tanta destruição acabam por se destruir a si próprios…

    Os que ainda não tiveram oportunidade de roubar (como muitos que aqui comentam) esperam ansiosamente a sua oportunidades (também é típico do africano aguardar a sua vez sentado e conivente) por isso não conseguem ser frontais.

    Enfim espero que daqui há alguns séculos África finalmente se desenvolva, se não for exterminada pelos próprios que se dizem donos de África e grandes patriotas.

  18. Luis

    22 de Janeiro de 2019 as 12:53

    Mais… o White é uma figura conhecida na roubalheira, como tantas outras como o Pinto, o Delfim, o Trovoada, tantos outros com nomes de animais, fenómenos naturais, etc, que desonram a natureza. O problema é que muitos dos seus compatriotas do partido P, M ou A aplaudem porque esperam a sua vez. É o ciclo da natureza (des)humana africana. E quem não rouba, como o actual presidente é desrespeitado porque não é rico! Africanos meus Deus!!!!

  19. Adérito Menezes

    22 de Janeiro de 2019 as 13:13

    Acho que a Isabel está a delirar! Prazer de escrever inverdades a este nível? Onde estão os seus empregadores? Deveriam ler esta última m…a. Deveria de imediato ser demitida das suas funções de professora e investigadora. Uma vergonha para a Universidade. Vergonha para o Norton Matos também.
    Está mesmo alucinando, tudo isso porque o MLSTP viu em ti alguém que caiu de pára-quedas? Filha, não fica bem estares a ladrar porque não te deram um tacho. Transformastes numa mulata fanhosa, ranhosa e cega de ódio. São Tomé e Santo António estão à espera de ti e vamos te receber como mereces.

  20. Herédio

    22 de Janeiro de 2019 as 13:37

    Meus caros,
    Deixemos de retórica e de formalismos.
    Podemos sempre discutir a forma de um discurso, a riqueza de uma língua assim a permite (ainda bem). Reacções divergentes são elementares, meus senhores.
    A que manter o foco no que realmente é importante, por isso convoco -vos antes a sublimar a veracidade dos factos.
    São Tomé e Príncipe agradece.

  21. Barão de Água Izé

    22 de Janeiro de 2019 as 20:07

    Sem STP retornar ao momento zero da independência e questionar o modelo econômico das nacionalizações e do poder do Estado daí decorrente que tornou o nosso País refém da pobreza e miséria e dependente das várias “cooperações”, não haverá futuro digno.

  22. Manuel Afonso

    22 de Janeiro de 2019 as 20:47

    Ao tela min
    Onde estão os comentários.
    Os comentadores desistiram? Ou chegaram à conclusão que a Isabel Santiago ficou maluca.

    • Maria de Negreiros

      23 de Janeiro de 2019 as 1:11

      Deve ser como tu? Diaba? Veste calças e bate no marido. Deus que te proteja, papa ostias, para teres um pingo da inteligência da Senhora. FAZ UMA VÉNIA.

      • Miley Rodrigues

        23 de Janeiro de 2019 as 10:56

        Palerma.
        As outras pessoas não estudaram? Só ela tem um currículo de invejar? Há muitos santomenses com carreiras de invejar , muito melhor do que tu que deves ter estudo no UCAI e a sra que deve ter dito notas medíocres e levado uma eternidade a acabar o curso. Ela se fosse inteligente e humilde não estaria a exibir a m…da do seu currículo .
        Idiota, Segundo o Norton Matos ela vai-se candidatar a Presidencia da República de São Tomé e Principe nas próximas eleições e tu vais ser a nina kia dela.
        Ela que escreva sobre o racismo em Portugal ou os escândalos na SONAE.
        Farsa santamente. Pensa que somos parvos.
        Besta

  23. Barão de Água Izé

    23 de Janeiro de 2019 as 7:50

    Isabel estará a exagerar? Quem tem patrimonio imobiliário que era do Estado e agora é privado a custo zero? Será que há Marias e Manéis que têm centenas de hectares de terreno de concessões e afirmam que hectares e hectares são delas, propriedade privada, a custo zero? Terão algund políticos feito e continuam a fazer mais mal ao povo Sãotomense que os colonos, prendendo-o a
    Irremediável pobreza?

  24. MV

    23 de Janeiro de 2019 as 16:09

    Tão previsível! Isabel Santiago agora é Maria de Negreiros para efeitos de comentários contra aqueles que têm opinião diversa sobre os seus “escritos”. “Gata” escondida com rabo de fora…

    • Alice Rodrigues

      24 de Janeiro de 2019 as 16:35

      Acertas-te em cheio.
      Ela pensa que somos parvos.

  25. Patusca

    25 de Janeiro de 2019 as 9:12

    Hummmm! Porque razão nos artigos de Isabel Santiago há tantos comentários escritos por pessoa ou pessoas que não são santomenses? Um santomense sabe como se exprime outro santomense. Muitos comentários são de estrangeiros. Hummm! Hummm!

  26. mpinha só cá tchila mpinha

    28 de Janeiro de 2019 as 15:51

    Definitivamente a mulher está descompensada. E atordoada. Também já todos percebemos que ela não é nada daquilo que diz ser. Tenho apenas para ela uns aforismos cá da terra:
    Blú blú na ça lutá fá;
    Quá di tê cá bi ni mon di deçu;
    Há na cá bili deçu mon tchila qua fá;
    Tudu muala cu cá gosta de planja lôngo, chi ê na futá fá ê cá puta lalachadu;
    Lôpa malicha cá cotá ni codo;
    Caçô di tema cá molê cú olha cotádu;
    Deçu uanga ê na patchi fá;
    Óvu queblá clôço ça pa budu tê vlegonha
    Chi caçô na labá ni chinja ê na ca cumé tatá fá

    Lá mais para à frente quando estiveres curada voltaremos, de novo, à conversa.

    • liberto

      31 de Janeiro de 2019 as 18:53

      Hummmm! Bom esforço…

  27. Estatistico

    30 de Janeiro de 2019 as 11:57

    Bom dia Sra Isabel
    Gostaria da sua explicação sobre essa noticia
    Pensava que eram somente os de São Tomé e Príncipe pelos vistos os portugueses já consomem mais álcool do que os russos.

    https://www.publico.pt/2019/01/29/sociedade/noticia/portugueses-ja-consomem-alcool-russos-oms-quer-precos-altos-1859702
    Não será a população de São Tomé e Príncipe segue a População Portuguesa nesses exemplos.
    Isso poderia ser um novo tema de pesquisa Consumo de alcool na CPLP

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo