Destaques

PR da CEN denuncia falhas gravíssimas nas eleições de 17 de Julho

Alberto Pereira, Presidente da Comissão Eleitoral Nacional, chamou a imprensa na quarta – feira para dar explicações sobre as razões do “dito pelo não dito” da madrugada de 18 de Julho,

O Presidente da CEN reconheceu que as contas estavam baralhadas, e que a margem de vantagem do candidato Evaristo Carvalho dado pela CEN, como Presidente Eleito, na primeira volta das eleições era muito tangencial e por isso mesmo susceptível de erros.

Alberto Pereira, denunciou a ocorrência de falhas graves durante o processo eleitoral. Falhas que definiu como sendo gravíssimas e repetitivas. «Verificamos que houve muitas falhas gravíssimas»,, declarou o Presidente da CEN.

O Presidente da CEN, deu exemplo de algumas falhas gravíssimas. «No distrito de Lembá, recebemos uma acta de mesa de voto de Ssanta Catarina, onde os membros da mesa marcaram que o candidato Manuel pinto da Costa obteve 120 votos, Evaristo carvalho 110 e Maria das neves 1 voto. Mas, nas outras duas actas não estão esse valor, mas sim estava 117 votos salvo erro. Nós aqui na comissão trabalhamos com o valor 1».

Prosseguiu com o relato de falhas que disse terem sido gravíssimas. «São vários casos como esses. Temos também o caso que aconteceu em Zandrigo Santana. Recebemos uma acta em que estava 43 para o candidato pinto da costa, 232 para o candidato Evaristo carvalho e 66 para a candidata Maria das neves. Mas viemos a constatar que não era 232, para Evaristo Carvalho mas sim 132. Falhas como essas tivemos infelizmente muitas», pontuou.

Alberto Pereira, explicou que para quem está habituado a questões eleitorais é normal haver falhas. No entanto, referiu que «só que na verdade temos que reconhecer que houve muitas falhas».

O responsável máximo da CEN, lamentou o facto das candidaturas e partidos políticos, com excepção da ADI, terem acusado a CEN de incompetência, quando os mandatários das candidaturas foram devidamente informados de todas as falhas “gravíssimas”, que ocorreram durante o acto eleitoral.

Alberto Pereira garantiu que vai manter-se em funções como Presidente da CEN até que sejam realizadas a segunda volta das eleições presidenciais.

Abel Veiga

 

 

 

    20 comentários

20 comentários

  1. Rambo

    27 de Julho de 2016 as 18:20

    Penso que estas declaracoes do presidente CEN mto imaturas e infundadas.Por este motivo penso que o objectivo nao era denunciar como este jornal faz referencia, simplesmente o Homem falou mais do que devia, nao foi esperto.
    Por outro lado, tudo em Sao Tome e Principe esta de “pernas por ar”, ate o jornalistas nao sabem o que e uma denuncia.

  2. EX

    27 de Julho de 2016 as 18:25

    Haja Paciência!!!

    E o que é feito desses Presidente de Mesas?

    Ja que houve na realidade casos, deve ser chamada a Policia o Ministério Publico para averiguar o caso.

    O senhor tendo bom senso tira a capota da sua costas e envia uma queixa crime contra esses lacaios presidentes de mesa onde ocorreram essas infracções a barra da justiça para explicar o porque da viciação das actas.
    Tenha pena de si mesmo e faz isso pela sua estimada honra.
    Se deixar as coisas como estão serás lembrado como o pior Presidente da CNE.

    • Quidide

      27 de Julho de 2016 as 23:16

      Sr EX, mas que justiça pode julgar esses lacaios? Esta que estamos a ver parece pouco provável…

  3. Carlos Lopes

    27 de Julho de 2016 as 18:54

    E a TVS nem sequer passou esta parte do discurso. Cortaram.Ma s quer quiser ouvir vai a “https://youtu.be/Dc1XQZAs0-8”
    É a Televisão que temos TVG Televisão do Governo. Ela não está ao serviço do Estado, mas sim dos caprichos do Patrice.

  4. António Silva

    27 de Julho de 2016 as 21:30

    Estes indivíduos parecem estar a brincar; com coisas sérias não se brincam. Palhaçada gera O Presidente do Supremo Tribunal de Justiça diz que foram livres e transparentes enquanto que o Presidente da Comissão Eleitoral Nacional reconheceu que as contas estavam baralhadas
    Em que ficamos?
    Alguém está louco! Quem é o burro?
    Ao meu ver nem um nem outro deveria desempenhar estas funções. E por estas e outras que o país está como está. Um sapateiro a fazer trabalho de um engenheiro e vice-versa.

  5. Carlos Duarte

    27 de Julho de 2016 as 22:26

    O Lugar para os ratos é a morte.
    O lugara para essa gente toda: é cadeia.
    Sum Carlos Borboleta

  6. rapaz de riboque

    28 de Julho de 2016 as 3:51

    bons comentadores e bem instruídos frases bem compostas e nenhum erro como alguns que por cá passam

  7. Zé Maria Cardoso

    28 de Julho de 2016 as 5:26

    A justificação de “Erros Emocionais de José Bandeira” deixa mais tonta a nossa, até então, democracia de referência. São os números e a transparência a definir um país é que estão em causa e não os golos de um clube do “luchan”.
    Agora com o presidente da Comissão Eleitoral Nacional, Alberto Pereira, a desmentir o presidente do Supremo Constitucional, José Bandeira, apontando os números elevadíssimos e fraudulentos que adulteraram os resultados eleitorais ao favor do candidato do governo, qual dos dois responsáveis dá o primeiro passo à porta de saída?
    Esta é a forma de atenuar os “Erros Emocionais” que estão, eventualmente, a vender por bagatela o nosso São Tomé e Príncipe.
    Será que a lei eleitoral não prevê a eliminação do candidato que beneficie de roubo dos votos dos adversários? O bom senso convida a qualquer cidadão honesto a limpar o seu nome dessa trapalhada.
    Senhor Evaristo de Carvalho, no mínimo, diga-nos alguma coisa que possa minimizar os danos a nossa democracia.
    Bem-haja São Tomé e Príncipe!

  8. António Trindade

    28 de Julho de 2016 as 8:17

    Não sei até quando o PT vai continuar com este truques de bandidagem.
    Então provocaram um grande apagão, em geito de simulação de avaria, só para que os povo/telespectadores da TVS/TVG não visem e ouvissem a mensagem da Presidência da República e do Corpo Diplomatico.

    Viram o que é ditadura? É para isso que o povo “elegeu” o ADI?
    Qual é o motivo deste tipo? Trazer este tipo de bandidagem que nunca caracterizou os santomenses?
    É isto que o povo quer? Ódio conflito entre os santomenses?

  9. Pedro de Noronha

    28 de Julho de 2016 as 8:32

    Coitado da maioria deste povo que ao que parece ainda não sabe distinguir as eleições presidenciais das legislativas.
    dão o poder e a mais alta figura do Estado a qualquer um, mesmo que fosse um delinquente ou um besta e ignorante.

    Hão de ver que o país serão esfrangalhado e vendido aos estrangeiros.

    Vocês ão de me dar razão. Um dos primeiros atos que o PT vai fazer para que Evaristo suba é alienar um bem do Estado e/ou negociar um bloco ou concessões de petróleo. Este foi, é e será sempre o seu desejo.

    O povinho ainda não percebeu que o PT é um delinquente. Kwa ska bi.

    • Jokas

      30 de Julho de 2016 as 11:16

      Caros leitores o maior e crucial problema dequelas duas maravilhosas Ilhas e:
      1- Temos que deixar de “puxar as brazar para as nossas sardinhas” e trabalhar em prol do desenvolvimento da nossa nacao que e Sao Tome e Principe.
      2-Assumir as responsabilidades de acordo aos erros cometidos e tomar uma dicisao de dimitir – se ou, no minimo, chamar as responsabilidades de aqueles infratores. Porque quando o senhor Jose Bandeira e ate nem vou mensionar o cargo que ocupa no meu Pais porque e vergonhoso de o fazer, vem a uma estacao de comunicacao publica fazer esta baixesa, simplismente e apenas so encontro duas respostas. a) o senhor nao devia estar a exercer a tal funcao. b) ou tem medo das represarias vindo do senhor primeiro ministro e se assim e, nao tem valor profissional.
      Para terminar eu deixo um apelo aos todos Sao – Tomense de estarmos atentos concernentes aos passos que o Pais vai dando em defesa a democracia, estabilidade e do progresso de um Pais melhor.
      VIVA SAO TOME E PRINCIPE.

  10. Humberto Moreno dos Santos

    28 de Julho de 2016 as 9:05

    Tudo ao seu tempo e acho que estamos perante momento crucial de viragem no contexto sócio-politico no nosso Pais.
    Após o discurso, desculpas, justificações ou culpabilização dos seus colaboradores intervenientes no processo que lidera, o presidente da comissão eleitoral, deixa em entrelinhas a indicação clara de que não está à altura de assumir tamanha responsabilidade.
    O presidente do tribunal Constitucional ao invés de avaliar e investigar as anomalias para depois agir em conformidade e de acordo com a lei, limitou-se à mera contagem aritmética dos votos, validando e premiando a ilegalidade, tendo perdido uma grande oportunidade de se livrar da mediocricidade da instituição que dirige.
    Os partidos politicos com assento na assembleia, embora timidamente posicionaram-se no mesmo sentido, como prova mais do que suficiente, de que os resultados dessas eleições foram viciados, adulterados e não merecem o minimo de credibilidade.
    Quanto aos observadores internacionais presentes no ato, o meu apelo vai no sentido de que as organizações defensoras da democracia, devem selecionar para tais tarefas, pessoas ou entidades exemplares nos seus respectivos paises, à titulo de exemplo, Pedro Pires, Joaquim Chissano, Mascarenhas Monteiro, General Ramalho Eanes, e não individualides indiciadas de casos de corrupção, durante o seu mandato,à fim de resolverem à montante conflitos que possam dai resultar.
    Espero que haja reação enérgica da sociedade civil nacional e de pessoas de bem que ainda existem em S.Tomé e Principe, para juntos e em uníssono reagirem contra a batota, contra a ilegalidade, contra a falsificação e contra a incompetência.
    Juntos pela transparência, competência, rigor, responsabilização individual e colectiva seremos fortes como Pais e como Nação.

  11. Favrita

    28 de Julho de 2016 as 10:21

    Só burros podem estarem de acordos com tantas irregularidades na Comissão eleitoral e no Tribunal.
    O Alberto concorda com erros.
    O Bandeira Desmente.
    Quem esta a falar verdade?
    Os 35 mil dólares do Alberto ou
    40 Mil de Bandeira?
    Quem viver verá!

  12. Tou de fora

    28 de Julho de 2016 as 10:51

    Receita para acabar com estas polémicas no futuro: VOTO ELECTRÓNICO.
    Perguntem aos brasileiros como se faz…
    Cumpts a todos.

  13. tudoisso

    28 de Julho de 2016 as 11:09

    Mano em alguns momentos da tua entrevista foste infeliz. Concordas comigo ou não ? Um abraço.

  14. ditadura na imprensa

    28 de Julho de 2016 as 15:59

    PAtrice Trovoada dá uma conferência de imprensa antes do almoço.
    Mais antes ESCORRAÇA o grande, isento e exemplar jornalista ABEL VEIGA para não participar na conferência de imprensa.
    A FESTA COMEÇOU.

    Pinto da Costa, ainda vais a tempo.
    SOCOREI-NOS dete inferno que nos ameaça. Deixa um LEGADO a este povo.
    LIVLÁ NÓN ANCA NI BÓCA CASÔH.

    Precisamos de socorro. Ainda há tempo. És presidente da república. Dói a quem doer.

  15. tudoisso

    29 de Julho de 2016 as 8:24

    Pinto da Costa está fraco e sem força. Está totalmente derrotado fisicamente, psicologicamente e politicamente. Está definitivamente isolado e desesperado. De quem é a culpa ? Aguardo resposta. Obrigado.

    • emiliano

      3 de Agosto de 2016 as 15:48

      Caro Tudo Isso

      Pergunta de quem é a culpa! A culpa é do próprio Pinto da Costa, porque ele é que levou o Patrice ao poder. Macucu Mata Sun Dê, Êlê só Pôtó ni Som Plumelú.

  16. Favrita

    1 de Agosto de 2016 as 11:14

    O Pinto deveria deitar abaixo este Governo de Fantochadas que esta apenas a dividir os Santomenses mesmo que a lei Constitucional não permite, e ele não seria o Primeiro a fazer.
    Muito abusado este Palrice Trovoada.

  17. Rodrigo Cardoso Cassandra

    9 de Agosto de 2016 as 14:23

    Como posso eu estar no meu país onde se propala que um gestor maior de um órgão de soberania como Tribunal recebeu este ou aquele valor para facilitar esse ou aquele,,como posso compreender que a figura de um senhor presidente da comissão eleitoral recebeu este ou aquele valor para facilitar este ou aquele,, como posso eu compreender que o próprio presidente da comissão eleitoral vem publicamente admitir erros gravíssimos uma instituição que ele é gestor e continuam funções,,,como posso conviver com um país que se diz democrático apenas um candidato vai a segunda volta ,,como posso aceitar um presidente da comissão eleitoral a induzir em erro eleitores que apenas com o voto do próprio Evaristo ele seria eleito…Não este não é meu pais….enfim txau

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo