Destaques

Príncipe preparado para receber Rei Mohammed VI de Marrocos

A ilha do Príncipe é desde esta segunda – feira o centro das atenções do país. Tudo por causa da visita que será histórica do Rei de Marrocos(na foto) a ilha que é reserva mundial da biosfera.

No terreno da Região Autónoma do Príncipe o Téla Nón recolheu informações e fotografias que comprovam os preparativos para a recepção de sua majestade o Rei Mohammed VI.

As autoridades do Governo Central de Patrice Trovoada e do Governo da Região do Príncipe de José Cassandra, guardam a ilustre visita privada em segredo, mas em São Tomé e Príncipe nada esconde.

avião marroquinoA sucessiva aterragem de aviões cargueiros militares de Marrocos no aeroporto do Príncipe. Seguido pelo desembarque de muita carga, imediatamente transportada para o hotel de Belo Monte denunciou os planos dos organizadores da visita privada do Rei ao Príncipe.

O Rei Mohammed VI que se encontra no vizinho Gabão onde terá participado no encerramento do campeonato africano das nações, deverá escalar a ilha do Príncipe neste terça – feira, apurou o Téla Nón na cidade de Santo António, capital da ilha do Príncipe.

carregamentosO forte aparato de segurança marroquino que desde o último domingo, foi destacado no hotel de luxo da ex-Roça Belo Monte, despertou a atenção dos habitantes da ilha do Príncipe.

Pela primeira vez, no golfo da Guiné o Príncipe vai receber o Rei. É a convicção dos habitantes da ilha, sustentada por confidências aqui e acolá de gentes do aparelho do Estado, que revelaram as razões de tanto frenesim aéreo com aviões de bandeira marroquina.

Cerca de 10 viaturas topo de gama que o Governo são-tomense comprou para os seus ministros, foram retirados aos tais ministros no último fim de semana e transportados de São Tomé para o Príncipe, no navio Anfitrite, para garantir logística ao visitante e a sua delegação.  A cidade de Santo António do Príncipe, é nas últimas horas, REAL.

A nível político o reino de Marrocos decidiu virar-se para o continente africano. Já se posiciona como o maior investidor público e privado africano no continente negro.

carregamento 2Na última cimeira da União Africana, Marrocos regressou ao convívio político no continente. A questão do Sahara Ocidental, já não constitui obstáculos para a sua afirmação no continente africano.

Gabão de Ali Bongo é um dos aliados tradicionais de Marrocos. São Tomé e Príncipe governado por Patrice Trovoada, amigo pessoal de Ali Bongo, estende o tapete ao Rei para se encontrar primeiro com o Príncipe, e talvez depois com São Tomé.

As duas ilhas podem tirar proveitos da ilustre visita, que pode promover a imagem paradisíaca do arquipélago em Marrocos e noutras civilizações árabes. Acontecimento que promove o turismo e sobretudo investimentos, que Patrice tanto solicita ao mundo, no quadro da Agenda de Transformação, que ainda não arrancou no país.

Abel Veiga

    15 comentários

15 comentários

  1. Malaquias

    7 de Fevereiro de 2017 as 2:20

    Na sequência dos burros de Angola e das cabras do Ruanda, uma coisa que também se podia pedir á comitiva Marroquina é a possibilidade de, quando forem embora, deixarem ficar alguns dos camelos que habitualmente trazem com eles, para ficarem a habitar futuramente na ilha

    • rapaz de Riboque

      7 de Fevereiro de 2017 as 11:11

      porque mais camelos com tantos camelos de duas patas que temos no país

  2. Madiba

    7 de Fevereiro de 2017 as 8:53

    Muito boa notícia para a ilha do Príncipe! Que saibam tirar o maior proveito desta ilustre visita. E muito cuidado com lama, por falta de saneamento básico. É que estes últimos dias tem estado a chover muito.São nestes momentos que nos apercebemos como somos humilhados nesta nossa terra! Porque nós os santomenses estamos habituados a conviver com a nossa imundice. Mas o pior é quando recebemos visitantes como este. Só que para a minha tristeza é que o visitante se vai embora e o dia seguinte nada é feito para alterar o estado das coisas. Esquece-se que poderá haver um próximo visitante ilustre!

  3. POVOS DAS ILHAS

    7 de Fevereiro de 2017 as 10:03

    Meus caros
    Julgo que devíamos ficar todos orgulhosos e mostrarmos a comitiva Marroquina a hospitalidade, a paz e a tranquilidade que sempre foram as nossas caracteriscas ao invés de estarmos com comentários patéticos.
    Sou Santomense residente na Ilha maior que é S.Tomé e quanto sei e pelas informações que disponho, decorrem obras de requalificação das estradas de Santo António do Príncipe e arredores e claro se chover, fará lama e não podemos esconder a nossa realidade a não ser se o Senhor Madiba consiga cobrir a Ilha do Príncipe com um MANTO de forma que a Ilha fique protegida caso chova durante a visita do Rei.
    Por outro lado, independentemente de ser A ou B até mesmo C a proporcionar a visita do Rei ao nosso País, esse facto inédito passa a ser um designo nacional.

    • Madiba

      7 de Fevereiro de 2017 as 15:51

      Caro compatriota

      Eu jamais quero humilhar quem ou o quer que seja. No meu comentário, não quis dizer que no Príncipe tem lama. O que quero dizer é que o nosso país está cheio de lamas e imundices. E os governantes não fazem nada para mudar este tipo de coisas. O senhor se gosta tanto da sua ilha, porquê que a abandonou?

  4. Cursino de boa esperança

    7 de Fevereiro de 2017 as 10:14

    Agora virão os Camelos do Morrocos

  5. Nuno Miguel Menezes

    7 de Fevereiro de 2017 as 10:58

    Eu Pessoalmente aonde estou sem estudos e com pouca capacidade de ler e de escrever,mais no entanto lendo essa Noticia,Eu pessoalmente fico Grato pela Discovery do Pais que ‘e Sao Tome e Principe aonde esse Povo merece Conhecer coisas Novas que assim a Propria Europa tambem oferece .

    Discovery Channel

    Sao Tome e Principe ‘e uma ilha Virgem maravilhosa como existe pelo o Mundo outras Varias como ela,Pessoas o Povo de Sao Tome e Principe devem Agradecer a Visita do SENHOR Excellentissimo Rei Mohammed VI de Marrocos.

    As ilhas de São Tomé e Príncipe estiveram desabitadas até 1470, quando os navegadores portugueses João de Santarém e Pêro Escobar as descobriram.

    Os portugueses colonizaram-na com cristãos-novos que tinham sido expulsos pela Inquisição.

    A cana-de-açúcar foi introduzida nas ilhas no século XV, mas a concorrência brasileira e as constantes rebeliões locais levaram a cultura agrícola ao declínio no século XVII. Assim sendo, a decadência açucareira tornou as ilhas entrepostos de escravos para o Caribe e para o Brasil.

    No contexto da Dinastia Filipina, o capitão António Monteiro Maciel jurou fidelidade ao novo monarca em 10 de junho de 1581.

    Entre as principais dificuldades por que passaram as ilhas no final do século XVI destacam-se as revoltas de africanos entre 1590 e 1595, das quais a mais importante foi a Revolta dos Angolares.

    A escravatura e o ciclo do Cacau
    A agricultura só foi estimulada no arquipélago no século XIX, com o cultivo de cacau e de café. Nesse período, as ilhas figuraram entre os maiores produtores mundiais de cacau. A escravatura foi abolida em 1876, mas ao longo do século XX os portugueses mantiveram os trabalhadores rurais em degradantes condições de trabalho.

    Durante estes dois séculos do Ciclo do Cacau, criaram-se estruturas administrativas complexas. Elas compunham-se de vários serviços públicos, tendo a sua frente um chefe de serviço. As decisões tomadas por este, tinham de ser sancionadas pelo Governador da Colónia. Este para legislar, auxiliava-se de um Conselho de Governo e de uma Assembleia Legislativa.

    Durante muito tempo o Governador foi o comandante-chefe das forças armadas, até que, com a luta armada nos outros territórios sob a sua dominação, criou-se um Comando Independente. Fora da sua alçada, encontrava-se a Direção-Geral de Segurança (DGS).

    O Governador deslocava-se periodicamente a Lisboa, para informar o governo colonial e dele trazer instruções.

    Na Ilha do Príncipe, em representação do governo havia o Administrador do Conselho com largas atribuições. A colónia achava-se dividida em dois Conselhos, o de São Tomé e o do Príncipe, e em várias freguesias.

    Em 1951 o território adquiriu o estatuto de Província Ultramarina portuguesa, sendo feito um esforço de desenvolvimento na agricultura, vias de comunicação e da educação.

    Em 1953 registou-se o Massacre de Batepá.

    Independência e transição para a democracia

    Em 1960, por influência do processo de descolonização no continente africano, surgiu um grupo nacionalista opositor ao domínio ditatorial português. Em 1972, o grupo dá origem ao MLSTP (Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe), de orientação marxista. Assim, em 1975, após cerca de 500 anos de controle de Portugal, o arquipélago é descolonizado, como consequência da Revolução dos Cravos em Portugal, um ano antes.

    Após a independência, foi implantado um regime socialista de partido único sob a alçada do MLSTP. Dez anos após a independência (1985), inicia-se a abertura econômica do país. Em 1990, iniciou-se a transição para a democracia com a adoção de uma nova Constituição, que institui o pluripartidarismo.

    No ano seguinte, as eleições legislativas apresentam o PCD-GR (Partido de Convergência Democrática – Grupo de Reflexão) como grande vencedor, ao conquistar a maioria das cadeiras. A eleição para presidente contou com a participação de Miguel dos Anjos Trovoada, ex-primeiro-ministro do país que estava exilado desde 1978. Sem adversários, Trovoada foi eleito para o cargo. Em 1995, é instituído um governo local na ilha do Príncipe, com a participação de cinco membros. Nas eleições parlamentares de 1998, o MLSTP incorpora em seu nome PSD (Partido Social Democrata) e conquista a maioria no Parlamento, o que tornou possível ao partido indicar o primeiro-ministro.

    Benção de Deus
    Uma ilha Pequena….
    assim Termino

    Nuno Menezes
    Reino Unido,Lincoln

    • Juro Por Deus

      18 de Março de 2017 as 9:27

      As ilhas de São Tomé e Príncipe estiveram desabitadas até 1470, quando os navegadores portugueses João de Santarém e Pêro Escobar as descobriram.

      Meu Ponto de Vista ‘e uma questao de nos pensamos um pouco, Sao Tome e Principe estiveram desabitadas as ilhas ate 1470 o ano.

      Os pretos vieram da onde?

      – Do Brazil ?
      Se sim, sao tome e principe todos sao do Brazil. Ou Seja Sao Brazileiros.

      – Da Angola?
      Se sim,O Povo de Sao Tome e Principe sao Todos povos angolanos.

      -Guinea-Bissau?
      Se Sim,O Povo de Sao Tome e Principe Sao Todos Guineses.

      OS Brancos Portugueses Foram Buscar o Povo Preto da Onde?
      So apenas eles o Branco Portugues BARRAO que sabe a verdadeira Historia, encontramos a ilha virgem sem ser Habitavel e o Primeiro Preto veio do Pais…… Esse primeiro preto a entrar em sao Tome e Principe, Sao Tome e Principe ‘e considerado a Terra do Preto em Causa.Mais no entanto a discoberta de Sao Tome e Principe foi Por Portugueses.

      Para assim os mesmos manter escravos, isso ‘e Igual neste momento angola ofereceu Sao Tome e Principe Burros e eles Procriaram.
      Nasceram filhos,os pais dos Burros Sao Angolanos, e os Filhos nascidos em Sao Tome e Principe Sao SaoTomenses.

      Foi assim que foi Criada a Populacao dentro de Sao Tome e Principe,os mulatos foi feito O Senhor Branco Barrao com uma Escrava Preta, apenas ‘e tentar saber se essa escrava ‘e Angolana ou Brazileira ou da Guinea-Bissau.

      desabitadas até o ano 1470,sem ninguem apenas uma ilha virgem,os Portugueses de Portugal descubriram esse mesmo Pais que ‘e Sao Tome e Principe.

      Uma forma Verdadeira da Psicologia da Historia da discoberta da Ilha maravilhosa que ‘e Sao Tome e Principe, so apenas os Portugueses sabem a origem do Primeiro Preto que assim levaram para ser escravo a Lingua pode ser Criolo de Guine-Bissau,Portugues do Brazil, mais no entanto ficou em Sao Tome e Principe apenas duas Linguas originais Dialeto ou Portugues.

      A pergunta,Qual ‘e A nacionalidade do Primeiro Preto a Pisar na Ilha de Sao Tome e Principe? estiveram desabitadas as ilhas ate 1470 o ano.

      Brancos sabemos que Sao Brancos de Portugal, e o Primeiro Preto a sua origem foi de que Pais? para ser escravos?

      Juro Por Deus
      Reino Unido,Lincoln

    • Juro Por Deus

      18 de Março de 2017 as 9:41

      As ilhas de São Tomé e Príncipe estiveram desabitadas até 1470, quando os navegadores portugueses João de Santarém e Pêro Escobar as descobriram.

      Meu Ponto de Vista ‘e uma questao de nos pensamos um pouco, Sao Tome e Principe estiveram desabitadas as ilhas ate 1470 o ano.

      Os pretos vieram da onde?

      – Do Brazil ?
      Se sim, sao tome e principe todos sao do Brazil. Ou Seja Sao Brazileiros.

      – Da Angola?
      Se sim,O Povo de Sao Tome e Principe sao Todos povos angolanos.

      -Guinea-Bissau?
      Se Sim,O Povo de Sao Tome e Principe Sao Todos Guineses.

      OS Brancos Portugueses Foram Buscar o Povo Preto da Onde?

      So apenas eles o Branco Portugues BARRAO que sabe a verdadeira Historia, encontramos a ilha virgem sem ser Habitavel e o Primeiro Preto veio do que país.?

      Esse primeiro preto a entrar em Sao Tome e Principe, Sao Tome e Principe ‘e considerado a Terra do Preto em Causa imagina se For da Guine-Bissau Sao Tome e Principe ‘e de Guine-Bissau o primeiro preto a chegar.Mais no entanto a descoberta de Sao Tome e Principe foi Por Portugueses Brancos.

      Para assim os mesmos manter escravos dentro de Sao Tome e Principe, isso ‘e Igual neste momento Angola ofereceu Sao Tome e Principe Burros e eles Procriaram.
      Nasceram filhos,os pais dos Burros Sao Angolanos, e os Filhos nascidos em Sao Tome e Principe Sao SaoTomenses.

      Foi assim que foi Criada a Populacao dentro de Sao Tome e Principe,os mulatos foi feito O Senhor Branco barão de Portugal com uma Escrava Preta fizeram SEXO e nasceram filhos mulatos, apenas ‘e tentar saber se essa escrava ‘e Angolana ou Brazileira ou da Guinea-Bissau.

      desabitadas até o ano 1470,sem ninguem apenas uma ilha virgem,os Portugueses de Portugal descubriram esse mesmo Pais que ‘e Sao Tome e Principe.

      Uma forma Verdadeira da Psicologia da Historia da descoberta da Ilha maravilhosa que ‘e Sao Tome e Principe, so apenas os Portugueses sabem a origem do Primeiro Preto que assim levaram para ser escravo a Lingua pode ser Criolo de Guine-Bissau,Portugues do Brazil, mais no entanto ficou em Sao Tome e Principe apenas duas Linguas originais Dialeto e Portugues.

      A pergunta,Qual ‘e A nacionalidade do Primeiro Preto a Pisar na Ilha de Sao Tome e Principe? estiveram desabitadas as ilhas ate 1470 o ano.

      Brancos sabemos que Sao Brancos de Portugal, e o Primeiro Preto a sua origem foi de que Pais? para serem escravos.

      Juro Por Deus
      Reino Unido,Lincoln

      The islands of São Tomé and Príncipe were uninhabited until 1470, when the Portuguese navigators João de Santarém and Pêro Escobar discovered them.

      My Point of View ‘is a matter of a little thought, Sao Tome and Principe were uninhabited the islands until 1470 the year.

      The blacks came from where?

      – From Brazil ?
      If so, everyone is from Brazil. Or Be Sao Brazileiros.

      – From Angola?
      If yes, The People of Sao Tome and Principe are All Angolan people.

      “Guinea-Bissau?”
      If Yes, The People of Sao Tome and Principe are All Guineses.

      The Portuguese Whites Went to Find the Black People from Where?

      Only they are the White Portuguese BARRAO that knows the true History, we find the island virgin without being Habitavel and the First Black came of that country.?

      This first black to enter Sao Tome and Principe, Sao Tome and Principe ‘is considered the Land of Black in Cause imagine if For Guine-Bissau Sao Tome and Principe’ and Guine-Bissau the first black to arrive.More however The discovery of Sao Tome and Principe was by White Portuguese.

      In order for them to keep slaves within Sao Tome and Principe, this is the same at this time Angola offered Sao Tome and Principe Burros and they procreated.
      Children were born, the parents of the Burros Sao Angolanos, and the Sons born in Sao Tome and Principe Sao Sao Tomas.

      This was how the Population was built within Sao Tome and Principe, the mulattoes were made The Lord White Baron of Portugal with a Black Slave made SEX and were born mulatto children, only ‘and try to know if this slave’ and Angolan or Brazilian or Guinea-Bissau.

      Uninhabited until the year 1470, with no one but a virgin island, the Portuguese of Portugal discovered that same Country that is Sao Tome and Principe.

      A true form of the Psychology of the History of the discovery of the wonderful Island that is Sao Tome and Principe, only the Portuguese know the origin of the First Black that thus took to be slave the Lingua can be Creole of Guine-Bissau, Portugues of Brazil, More nevertheless remained in Sao Tome and Principe only two Original Languages ​​and Portuguese Dialect.

      The question, What is the nationality of the First Black to Step on the Island of Sao Tome and Principe? The islands were uninhabited until 1470 a year.

      White we know that White of Portugal, and the First Black its origin was of which Country? To be slaves.

      I swear to God
      United Kingdom, Lincoln

      • Nuno Miguel de Menezes

        18 de Março de 2017 as 20:22

        Juro Por Deus:

        Realmente tem logica, e o mais estranho que pareça o Dialeto de Sao Tome e Principe foi Criado como?

        O primeiro Senhor de Cor ao chegar a Sao Tome e Principe para ser escravos, eles concerteza devem ter vindo de algum lugar.
        Imagina se vieram da Guine-bissau o dialeto da Guine-bissau eles falam criolo,porqué dentro de Sao Tome e Principe nao continuaram com a lingua Dialeto Criolo da Guine-Bissau?

        Se for Brazileiros esse grupo de Afrinacos,a lingua ‘e o Portugues nao conheco nenhuma lingua que fale no brazil se nao for o Portugues.

        Se for Cabo Verde esse mesmo grupo de africanos que foram como escravos no tempo colonia, cabo verde a segunda lingua deles ‘e criolo.e qual sera a razao que nao continuaram com o criolo de cabo verde se foram escravos os primeiros a chegar?

        E seria criolo de Cabo verde a lingua Geral para todo o Povo dentro de Sao Tome e Principe.

        Se for grupo de africanos que foram a Sao Tome e Principe como escravos o Povo de Mozambique a lingua seria Portugues ou Swahili.
        Porque que o Primeiro Preto de Mozambique no tempo de escravos nao falaram Swahili um com os outros?

        E seria Swahili de Mozambique a lingua Geral para todo o Povo dentro de Sao Tome e Principe.

        E dai o Dialeto de Sao Tome e Principe seria Swahili,ou criolo de cabo verde ou criolo de Guine-Bissau.

        Qual foi o motivo neste tempo foi criado um criolo diferente?

        Quem sera esse primeiro escravo que assim chegou a Sao Tome e Principe juntamente com os Portugueses no ano 1470, e qual ‘e a lingua dos mesmos?

        Os portugueses Barao no tempo colonial tinham que falar Portugues para assim os escravos os mesmos perceberem o que eles querem, mais no entanto a sua origem tambem desconheco,sendo o primeiro grupo de escravos deveriam continuar com o criolo desses mesmos escravos que nunca pertenceram a Sao Tome e Prinicipe e vieram de algum lugar…

        Nuno Menezes
        United Kingdom,Lincoln
        ( Tel: 00447534444170 )

        I swear to God:

        It really has logic, and the strangest thing it seems the Dialogue of Sao Tome and Principe was Created as?

        The first Lord of Color when arriving to Sao Tome and Principe to be slaves, they surely must have come from somewhere.
        Imagine if they came from Guine-Bissau the dialect of Guine-Bissau they speak Creole, why in Sao Tome and Principe did not continue with the Guine-Bissau dialect of Creole?

        If you are Brazilian, this group of Afrinacos, the Portuguese language and I do not know any language that speaks in Brazil if it is not Portuguese.

        If Cape Verde is the same group of Africans who were as slaves in colonial times, Cape Verde is the second language of theirs and Creole, and what is the reason why they did not continue with the creole of Cape Verde if the first slaves were slaves?

        And it would be Creole of Green Cape the General language for all the People within Sao Tome and Principe.

        If it is a group of Africans who went to Sao Tome and Principe as slaves the People of Mozambique the language would be Portuguese or Swahili.
        Why did the First Black of Mozambique in the time of slaves did not speak Swahili with each other?

        And it would be Swahili of Mozambique the general language for the whole People within Sao Tome and Principe.

        And hence the Diocese of Sao Tome and Principe would be Swahili, or Creole of Green Cape or Creole of Guine-Bissau.

        What was the reason in this time was created a different Creole?

        Who will be the first slave who thus came to Sao Tome and Principe together with the Portuguese in the year 1470, and what is their language?

        The Portuguese Barao in colonial times had to speak Portuguese so that the slaves themselves realized what they wanted, but nevertheless their origin was also unknown, being the first group of slaves should continue with the creation of these same slaves who never belonged to Sao Tome and Prinicipe and came from somewhere …

        Nuno Menezes
        United Kingdom, Lincoln
        (Tel: 00447534444170)

  6. Estou Triste

    7 de Fevereiro de 2017 as 13:25

    Rei chega ao país, senhor primeiro ministro recebe rei primeiro que o presidente da República. Enquanto isso presidente está palácio a ver a caravana a passar… Patrice Trovoada tem humilhado Evaristo Carvalho vai de mais… Isto é um grande abuso e falta de respeito. Será que senhor Evaristo Carvalho não tem família? Patrice é a minha maior desilusão!

  7. Escola da Máfia Gabonesa

    7 de Fevereiro de 2017 as 13:27

    Quem vai receber rei de Marrocos? Evaristo Carvalho ou Patrice Trovoada? Isso dá que pensar!

  8. chocolate quente

    7 de Fevereiro de 2017 as 21:00

    Essa gente de sao tome, esta a morrer de inveja so pelo fato do Rei ter escolhido a Reserva dá biosfera e nao a capital…credo povo…

  9. jojo

    8 de Fevereiro de 2017 as 8:46

    Como se têm dito, a visita é privada!

    Logo se é privada o que tem o PM a recebe-lo e não PR?

    Simbolicamente, como é uma visita privada, poderia até ser o Presidente do Governo Regional a recebe-lo.

    Fui..

  10. Reflexão

    8 de Fevereiro de 2017 as 12:39

    Caros comentadores, acredito que as duas ilhas poderão beneficiar com visita, promovedora das belas imagens destas duas Ilhas, promovendo o turismo e outros investimentos.
    Daí que sendo recebido por este ou aquele órgão do poder, o problema não afeta o povo. O que devemo-nos preocupar é o relançamento do país rumo a um futuro melhor na medida em que somos visitados por envergaduras que poderão ajudar no nosso crescimento.
    Portanto seja bem vindo senhor Rei de Marrocos. O povo espera por si com entusiamo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo