Desporto

UDRA procura mais uma dobradinha  

A UDRA de Angolares procura revalidar na tarde deste sábado, 02, o título de campeão da taça de São Tomé e Príncipe, e fazer a dobradinha, versão 2017, ao defrontar no Estádio Nacional 12 de Julho, a similar do Porto Real, da Região Autónoma do Príncipe.

O Nacional 12 de Julho, na capital santomense, será o hipocentro da final da taça de São Tomé e Príncipe, ao receber a Finalíssima da prova rainha, entre os Angolares e os Dragões do Príncipe.

A UDRA que é comandada por Adilson Varela, chega a esta final cheio de escopo para erguer pela segunda vez consecutiva o troféu e conquistar a sua segunda dobradinha da história, após o feito de 2014, na altura nas mãos do antigo seleccionador, António Rosário “Gimbôa”, que actualmente lidera o Desportivo de Guadalupe, da II Divisão.

De outro lado, está o Porto Real, que vem também motivada para fazer a sua história, conquistar pela primeira vez o troféu ao nível nacional, defendeu um dos elementos da equipa técnica, que acredita no feito, não obstante do poderio do adversário, que já provou nos dois jogos de campeonato, que não está para brincadeira esta temporada, ao vencer, os dois duelos que fizeram a história desta decisão, 2-0 e 3-1.

A UDRA e Porto Real está agendado para as 14h45 e será ajuizado por juiz do Príncipe e terá na tribuna principal, a presença do Chefe de Estado, Evaristo do Espírito Santo Carvalho.

Henrie Martins

 

 

    Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo