Desporto

Mundial’2022: STP escorrega e arrasta decisão para ’24 de Setembro’

A selecção santomense de futebol parte em desvantagem para o jogo da 2ª mão da pré-eliminatória de acesso a fase de grupos de qualificação para o Mundial’2022, Qatar, a perder ante Guiné-Bissau, por 1-0, no Estádio Nacional 12 de Julho.

Não correu perfeito o primeiro jogo da história para o “Falcão e Papagaio” frente aos “Djurtus”, perdendo por 1-0, com o golo ao cair do pano, quando tudo apontava para uma igualdade, o resultado mais justo, não obstante do domínio territorial do adversário, que não foi todo superior ao xadrez nacional, que contou com forte apoio de mais de seis mil presentes no 12 de Julho.

O golo que coloca os forasteiros a frente da eliminatória foi apontado por Joseph Mendy, na cobrança de uma grande penalidade, não dando hipótese ao Primo, que foi uma das melhores unidades do conjunto nacional.

Mas, nada está perdido, disse o seleccionador nacional, Adriano Eusébio, que cumpriu o seu primeiro jogo no comando técnico da selecção nacional.

Aprendemos muito com este jogo. Vamos agora trabalhar para que os erros que cometemos neste duelo, não se repitam nos desafios futuros. Estamos confiantes num bom resultado em Bissau”.

Eusébio que sentiu grande emoção, com a estreia no comando técnico da selecção nacional, aproveitou para agradecer todo apoio que foi dado a selecção nacional, directa ou indirectamente.

Por seu lado, o seleccionador guineense, Baciro Candé, não escondeu a sua surpresa com postura da turma nacional, que não facilitou a vida ao seu conjunto, que é tido como o favorito a seguir em frente.

Mesmo vencendo, Candé não acredita que a eliminatória já esteja resolvida, remetendo todas as decisões para o duelo da 2ª mão, na terça-feira, no Estádio Nacional 24 de Setembro, em Bissau, onde espera poder contar com o forte apoio dos guineenses.

Recorde-se que a equipa que superar esta eliminatória, entrará para um dos grupos de qualificação da zona africana para o Qatar’2022.

Gil Vaz

    2 comentários

2 comentários

  1. Paulo

    5 de Setembro de 2019 as 19:53

    Grande jogo da turma nacional. Faltou apenas mais ousadia da nossa selecção. Vai ser difícil em Bissau mas vamos acreditar.

  2. Frederico Ferreira Major

    8 de Setembro de 2019 as 4:26

    A seleção nacional devia mudar de NOME. O nome mais sugestivo seria estes: AS ESTRELINHAS DO MAR, porque são duas ilhas que flutuam no oceano ou chama-lo de LAGAIAs porque o seu cheiro devia enfranquecer os adversários.Tem que se criar uma mística para a seleção.A M O esta seleção!!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo