Desporto

Ex-empresa agrícola sagrou-se campeão nacional de STP

O conjunto de Agrosport de Monte Café (ex-empresa agrícola) sagrou-se no pretérito final de semana, pela primeira vez em 32 anos de história, campeão nacional de futebol em São Tomé e Príncipe, ao empatar a zero ante Operários, depois do triunfo, por 4-1, no confronto da primeira mão.

O título mais do que justo, segundo os amantes de futebol e a midia santomense, foi conquistado no confronto da primeira mão, no Nacional 12 de Julho, onde a turma de Monte Café, formada por jovens locais, detonou de forma clara o conjunto do Príncipe, por expressivo 4-1.

Com este triunfo, a turma de São Tomé “já estava com mão e meia no troféu mais cobiçado ao nível nacional”, escreveu o Telá Nón.

Mas para isso, era preciso cumprir mais 90 minutos, referente ao duelo da segunda mão, na Região Autónoma do Príncipe, onde o Monte Café foi buscar o troféu, empatando a zero com o adversário, para a alegria da sua “gente”, que viveu o sonho projectado há 32 anos.

Com este feito, o conjunto de Agrosport de Monte Café tornou-se na 13ª equipa a conquistar o título de Campeão Nacional.
Lista dos campeões nacionais:

Clube Títulos Ano do Título

Sporting Praia Cruz 8 1982, 1985, 1994, 1999, 2007, 2013, 2015, 2016

Vitória FC 5 1977, 1978, 1979, 1986, 1989

GD Os Operários 4 1990, 1993, 1998, 2004

UDRA 3 2014, 2017, 2018

Bom-Bom”Bom-Bom 3 1995, 2000, 2003

Sporting Clube do Príncipe 2 2011, 2012

Bairros Unidos FC (Caixão Grande) 2 1996, 2001

Desportivo de Guadalupe 2 1980, 1981

Sundy”Sundy 1 2009

Santana FC 1 1991

6_de_Setembro_(futebol_clube) 1988

Andorinha_Sport_Club” 1984

Agrosport de Monte Café 1 2019

Telá Nón

    2 comentários

2 comentários

  1. Jorge Menezes

    23 de Dezembro de 2019 as 17:39

    Existem dois clubes que ganharam em 1998: os operários e o 6 de Setembro.
    Em contrapartida não existem clubes que ganharam o campeonato em 1983. Rectifiquem as falhas por favor.
    Obrigado
    Jorge

  2. Henriques Ramos

    23 de Dezembro de 2019 as 19:36

    o tela non tem razão. Está também no Wikipédia.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo