Desporto

China oferta um lote de materiais desportivos a STP

Os materiais desportivos oferecidos pela cooperação chinesa destinam-se a várias federações desportivas de S. Tomé e Príncipe e ao departamento do desporto escolar.

«Estou convencida de que este lote de materiais como bolas de futebol, basquetebol, andebol e voleibol, bem como anéis de ginástica, entre outros, vai contribuir para a promoção do desporto e do desenvolvimento integral dos jovens de S. Tomé e Príncipe» – disse Xu Yingzhen, Embaixadora da China no arquipélago.

Xu Yingzhen – Embaixadora da China em STP

Para a ministra da juventude e desporto, a oferta não é apenas um gesto de solidariedade, mas também um investimento no futuro dos jovens e no desenvolvimento do desporto em S. Tomé e Príncipe.

«A massificação do desporto e a implementação do desporto escolar nacional são pilares fundamentais do programa do XVIII Governo Constitucional. Com estes novos recursos, damos mais um passo em direção à realização desses objetivos, promovendo não só a saúde e o bem-estar dos nossos jovens, mas também fomentando os valores de disciplina, trabalho em equipa, cooperação e excelência» – disse Eurídice Medeiros, Ministra da Juventude e Desporto.

A China prometeu continuar a reforçar os intercâmbios e a cooperação com S. Tomé e Príncipe nos domínios de juventude e desporto, de modo a promover a compreensão e a afinidade mútuas entre os dois povos e a trazer maiores benefícios para ambas partes.

A entrega foi testemunhada pelos responsáveis das federações desportivas e do desporto escolar.

José Bouças

5 Comments

5 Comments

  1. Sem assunto

    4 de Junho de 2024 at 5:51

    Bawuê Mena, esticar mão só para receber com sorriso orelha a orelha. Que imagem deprimente! Isto tem nome minha colega e nome bem feio.
    É para isto que vocês assumem pastas ministeriais para aprenderem o vício de mendigarel e pedir esmolas e ajudas para coisas fúteis?
    Não pensam mais nada, não têm mais nenhuma ideia?
    Para quando começaremos a pensar em produzir?
    Afinal estavam ou não estavam prontos?

  2. Drug Dealer

    4 de Junho de 2024 at 6:35

    Quem anda em S. Tomé infiltrando as drogas dentro das bolas e nos materiais desportivos dentro do território São-tomense ilegalmente?
    O Patrice Trovoada e os bandidos amigos dele andam a faturar com as drogas ilegais, festas de burlas qualificas, não pagam taxas às finanças com os lucros de drogas, enfim…
    Máfia Organizada
    O Povo Sofre

  3. Scorpion King

    4 de Junho de 2024 at 7:17

    Agora só nos resta saber se os materiais não ficarão “retidos” no Ministério da Juventude e Desporto.

  4. Paulo Francisco

    4 de Junho de 2024 at 8:50

    Os nossos ministros estendem as mãos a tudo….. Deviam, sim começar a trabalhar para tornar STP uma nação soberana….

  5. Lucas

    4 de Junho de 2024 at 9:34

    Quero arroz

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

To Top