Destaques

AMA ajuda as autoridades a controlar a população de cães nas ruas

40 cães por dia num total de 400 cães esterilizados e castrados em duas semanas. Um trabalho da AMA, a associação dos amigos dos animais, com apoio de uma equipa de veterinários estrangeiros, incluindo quatro britânicos. Um trabalho com o objetivo de controlar a população de cães nas ruas, sobretudo na cidade de São Tomé.

«Temos muitos animais errantes, muitos cães a precisarem de ajuda, muitos cães doentes com caraças, com sarna, com pulgas. O nosso objetivo principal é controlarmos o número desses animais que estão nas nossas ruas. E como é que fazemos isso? Fazemos de forma ética que é através de esterilizações e castrações. É uma solução a médio e longo prazos, mas que ao fim de um ou dois anos já se nota uma grande diferença do número de animais nas ruas» – disse Mafalda Iria de Sousa, veterinária da AMA.

Nesta iniciativa, a AMA conta ainda com apoio da câmara distrital de Água Grande na captura e libertação dos cães, da direção da pecuária, da equipa britânica dos WVS e da fundação Brigitte Bardot que financia todo o projeto.

«Aqui as autoridades têm sido muito responsáveis ao tomarem a decisão de não matar os animais. É uma decisão muito positiva. A comunidade em geral aqui em S.Tomé e Príncipe amam muito os animais»- destacou Brigitte Auloy, responsável pelos serviços internacionais da fundação Brigitte Bardot.

A população de cães está a ser controlada em São Tomé e Príncipe, mas a associação AMA mostra-se preocupada com a prática recente do consumo de gatos para alimentação no arquipélago.

«Foi uma cultura introduzida. Temos tantas coisas aqui no país, tempos peixes à disposição e muito mais para comermos. A ideia é incutir nas pessoas e conscientizar na criação de hábitos de animais de companhia, de tê-los como animais que fazem parte da família» – disse Elda Costa Neto, presidente da AMA.

Daí que a Ama está a desenvolver uma campanha de sensibilização em todo o país para travar o consumo de gato.

José Bouças

FAÇA O SEU COMENTARIO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

To Top