Economia

Medidas adoptadas pelo Banco Central para mitigar o impacto da recessão económica

O Comité da Politica Monetária do Banco Central de S. Tomé e Príncipe reuniu-se no dia 24 de Março de 2020, com o intuito de analisar as informações mais recentes sobre a evolução da conjuntura económica nacional e internacional, e tomar, preventivamente, decisões que mitiguem constrangimentos actuais e outros danos na eventualidade da pandemia causada pelo Covid – 19 despoletar uma crise económica e social.

À luz das informações disponíveis, este Comité considera que o impacto da pandemia do Covid-19 na vida das pessoas e na atividade económica está ainda a ser avaliado, mas uma recessão económica global é dada como certa.

A necessidade de distanciamento social decorrente do Covid-19 tem afetado, sobremaneira, a economia mundial e as perspetivas de crescimento têm-se reduzido, pelo que, na esteira das orientações universalmente adotadas pelos governos e bancos centrais, este comité considera que tudo deve ser feito, por parte das autoridades nacionais, de forma a mitigar os efeitos que esta crise terá sobre as famílias e as empresas no nosso país.

Nesta perspetiva, o Comité de Politica Monetária do Banco Central de S. Tomé e Príncipe decidiu, com efeitos imediatos, o seguinte:
Reduzir a Taxa de Facilidade Permanente de Liquidez de 11% para 9,5%;

Reduzir as Reservas Mínimas de Caixa de 18% para 14% em moeda nacional e de 21% para 17% em moeda estrangeira;
De igual modo, em coordenação com o Governo, o Comité da Politica Monetária tomou as seguintes decisões:

Orientar os bancos a conceder moratórias no pagamento das prestações bancarias aos agentes económicos (empresas e pessoas singulares), cujos rendimentos ou negócios estejam a ser afetados, de forma direta, pelo choque do COVID-19, devendo o BCSTP adotar medidas temporárias de flexibilização de alguns rácios prudenciais;

Orientar os bancos a suspender e/ou reduzir algumas comissões, sobretudo, as referentes aos pagamentos eletrónicos;
Trabalhar em colaboração com a SPAUT e os Bancos no sentido de assegurar o aprovisionamento permanente das caixas ATM.

O Comité de Politica Monetária do Banco Central de S. Tomé e Príncipe continuará a acompanhar de forma atenta e sistemática a evolução da presente crise, e tomará, dentro das suas competências todas as medidas para mitigar os efeitos da mesma.

São Tomé, ao 01 dia do mês de Abril de 2020.

O Governador

Américo Soares de Barros

9 Comments

9 Comments

  1. Pletu

    8 de Abril de 2020 at 6:33

    Bom dia Santomenses
    Esse comunicado é muito vago e sem conteudo para uma instituicao como devia ser o Banco Central. Apenas falou na reducao de taxas e qual o real impacto na economia nacional e no bolso do cidadao durante esse periodo de Covid-19!!?
    Esse comunicado devia ser em conjunto com o ministro da economia/finanças, e explicar o plano real do executivo.
    É apenas uma opiniao de cidadao preocupado.
    Obrigado

    • verdadeiro

      13 de Abril de 2020 at 10:37

      deixa de criticar, procura colaborar ajuda governo com acções; mostra a tua lealdade no meio onde vives

  2. marlene

    8 de Abril de 2020 at 9:21

    Falou muito e disse nada. em termos práticos o que isso vai significar para quem tem empréstimo em curso? uma família onde o rendimento mensal era composto pelo salário do marido e da mulher e hoje um dos dois está desempregado têm ou não uma diminuição do rendimento? quem tem o empréstimo vai poder renegociar com os bancos sob esta premissa? Só conversa fiada muito técnica e chique, mas que me termos de impacto na vida das pessoas é quase nada e mts vezes nada

  3. Valério Sanches

    8 de Abril de 2020 at 11:48

    Levou por não conter redução de 50% dos salários dos quadros Seniores do BNSTP incluindo os dos Conselhos de Administração e Fiscal. Só assim estaria provado que as medidas saíram das almas dos decisores. O macaco só aponta para o rabo do outro.

  4. Zagaia

    8 de Abril de 2020 at 14:44

    Medidas tomadas, que não vão ajudar a economia real, enfim,mais uma vez não me surpreende nada, é para dizer que fez alguma coisa, mas não fez nada.

    • verdadeiro

      13 de Abril de 2020 at 10:40

      cheia de ingratidão

  5. eu

    8 de Abril de 2020 at 14:45

    Precisamos que os agentes econômicos tenham liquidez durante o tempo que durar a pandemia.
    A politica do BC deve ser em concertacao com Finanças.
    Os empresarios precisam de divisa para garantir a importação.
    Os bancos nao devem aproveitar da miséria do povo para ter lucro em 2020.

    O que o BISTP tem feito para aliviar os clientes?

  6. Converta Vírus

    8 de Abril de 2020 at 16:58

    Quero ver qual e o banco aqui em STP que vai dar moratórias ….

  7. Metido a Besta

    10 de Abril de 2020 at 7:07

    O Banco Central de Inglaterra , perante esta pandemia, reduziu a taxa de referencia para depois injectar dinheiro e o ministro das financas anunciou um pacote de apoios a familia e empresas. Em Portugal o Presidente da Republica reuniu-se com os CEO dos grandes banco em Portugal procurando saber o que bancos pensam fazer para ajudar familias e empresas ? Comite de insulto de banco central de Sao Tome, So Mediocridades

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

To Top