Economia

Cervejas ajudaram no aumento das receitas internas em 2020

Apesar da crise sanitária provocada pela pandemia da Covid-19, o sector das finanças conseguiu aumentar as receitas no ano 2021. Um aumento de receitas que tem implicação positiva na cobertura das despesas do Estado no começo do novo ano 2021.

Para além da recolha dos impostos, do alargamento da massa tributária e de outras medidas fiscais, o Ministro das Finanças, Osvaldo Vaz, apontou a Cerveja Rosema, como grande contribuinte para o aumento das receitas do Estado no ano 2020.

«Deveu-se fundamentalmente ao diferencial de preços, e as receitas significativas que obtivemos do consumo e produção local de cervejas. São esses dois indicadores que contribuíram seriamente, para o aumento das receitas internas.», precisou o Ministro das Finanças(na foto).

Receitas aumentaram, e ao mesmo tempo o tesouro do Estado, pagou dívidas contraídas até 2018, na ordem de 26 milhões de dólares.

«Houve amortização do crédito contraído pelo anterior governo junto aos bancos comerciais para pagar salários…. a EMAE pagou um valor alto de combustíveis à ENCO. Um valor histórico. E o Estado também fez pagamentos da dívida que tem com a ENCO», frisou o Ministro.

Com um crescimento económico que atingiu 3,1% em 2020, com o aumento das receitas internas, e com uma reserva externa capaz de assegurar 4 meses de importação, o Ministro das Finanças, perspectiva um cenário promissor para o novo ano económico de 2021.

«Prevemos um crescimento de 5,8% em 2021, caso não haja um agravamento da situação da Pandemia…», precisou.

A inflação em 2020, situou-se em 9,4%, enquanto o saldo primário foi de 4,7%. Segundo o ministro das finanças o valor do saldo primário conquistado com o esforço de todos os santomenses, é inferior ao tecto definido pelo FMI que era de 6,3%.

Abel Veiga

    7 comentários

7 comentários

  1. Sem assunto

    10 de Fevereiro de 2021 as 6:32

    Pagamento da dívida a Enco, dívida paga a Enco…!
    Afinal é para isto que o senhor hipotecou e briguou como um leão para ser ministro das finanças, criando clima de pobreza, cortando todos os subsídios, diminuindo horas extras, para racionalizar a,b, c, humilhou os professores universitários porque não há dinheiro para os pagar quando na verdade trabalharam a distância durante o confinamento, criou termo da bazófia disciplinar as finanças públicas,quando o resultado final é pagar dívida a sua empresa? Inexpressivo.
    No fim faremos as contas, há muito dinheiro da covid a entrar no país o distino não se sabe, em sentido contrário e em condições normais esta pandemia significa recuo económico e consequente diminuição do poder de compra e do consumo, mas pelo que tudo indica do vosso lado não, charlatões.
    2022, havemos de resolver isto democraticamente.

  2. Sem assunto

    10 de Fevereiro de 2021 as 6:39

    Outra questão, muito sinceramente, aonde ja se viu, venda da cerveja, isto é álcool, é a a maior receita de uma nação, só pode ser brincadeira.
    Gostaria de ver a Ivete a pronunciar sobre isto, ministrasinha, afinal a sua pasta também abarca as questões do consumo de bebidas alcoólicas, certo?
    Já vendeste a alma ao diabo em troca de algumas regalias, daqui para frente é de bico calado,medíocre, oh valha me meu Deus, está terra não tem norte!

  3. Apartidario

    10 de Fevereiro de 2021 as 7:09

    Meus parabéns Sr Ministro e sua equipa de trabalho… Pela analis3 vez feitas por mim enquanto economista devo reconhecer que esse Ministro das finanças é único que soube combater o défice olhando para o lado da despesa e não como os outros faziam com aumento de taxa de impostos…

  4. Guadalupe

    10 de Fevereiro de 2021 as 14:04

    Afinal? Quer dizer que Nino Monteiro e Patrice Trovoada comeu muito de dinheiro de povo!? Seja feita…

    • Santo

      11 de Fevereiro de 2021 as 10:20

      Crtamente, quando sou informado que a fábrica Rosema tem contribuído significativamente para receitas internas, vejo que a anterior administração foi corrupta e incopetente. Quer dizer que valeu a pena retirar a fábrica nas mãos do Nino Monteiro. Agora pergunto, onde foi toda receita da empresa durante a gestão do Nino?

  5. Toni

    11 de Fevereiro de 2021 as 13:54

    Como é possivel que uma cervejeira, tenha tamanho impacto na economia de um Pais !!!
    Só é possivel em STP, e ainda se consideram um Pais !!!

  6. Heliday Cardoso

    11 de Fevereiro de 2021 as 14:28

    Parabens apareceu alguem para acender a Luz no fundo do Túnel para as Finanças de Sao tomé, que o ritmo se mantenha, mas vale o sacrifício de hoje para um futuro melhor das nossas finanças que aumentara credibilidade do pais.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo