Economia

STP recebe 7 milhões de dólares para modernizar o sistema bancário

O Banco Mundial aprovou no dia 28 de Maio último, um donativo financeiro adicional de 7 milhões de dólares a favor de São Tomé e Príncipe.

Segundo uma nota que o Banco Mundial distribuiu a imprensa, o financiamento adicional visa apoiar o governo a prosseguir na melhoria do sistema bancário, no acesso ao financiamento e nas estatísticas nacionais.

«Este financiamento adicional para o Projeto de Capacitação Institucional em curso ajudará a expandir as atividades com o Banco Central de São Tomé e Príncipe e a apoiar as modernizações do sistema como parte do reforço da resposta de mitigação da COVID-19», refere o comunicado do Banco Mundial..

A modernização dos sistemas de pagamentos automáticos, é um dos alvos do apoio financeiro do Banco Mundial. A Instituição financeira internacional diz que a cobertura dos novos sistemas de pagamentos automáticos é ainda muito limitada em São Tomé e Príncipe.

«A infra-estrutura financeira continua subdesenvolvida e pouco fiável, restringindo o acesso aos serviços de pagamento — particularmente nas zonas rurais e na ilha de Príncipe. Isto inibe o pagamento digital e a cobrança de impostos, o pagamento de facturas de serviços públicos, salários e pensões, e o pagamento de subsídios sociais», acrescenta o comunicado do Banco Mundial..

Jean-Christophe Carret, Director do Banco Mundial para São Tomé e Príncipe, saudou a decisão do conselho de administração em aprovar o financiamento adicional de 7 milhões de dólares para modernizar o sistema financeiro do arquipélago.

«Um sistema financeiro moderno e eficiente é crucial para o desenvolvimento sustentado de um país. É, portanto, vital para São Tomé e Príncipe, manter os ganhos relevantes da melhoria do seu sistema financeiro, particularmente porque será um valor acrescentado para a indústria do turismo, que gera muita actividade económica e é altamente dependente de sistemas de pagamentos digitais», sublinhou o Director do Banco Mundial para São Tomé e Príncipe.

O Banco Mundial considera que um sistema financeiro moderno «é também fundamental para a inclusão financeira», pontua o comunicado..

Segundo o Banco Mundial, o financiamento adicional surge num momento crucial. Para além de reforçar as políticas do Governo de resposta aos impactos da COVID-19, vai aumentar a utilização dos pagamentos digitais, através dos programas de protecção social e promover a inclusão financeira.

«Com este Financiamento Adicional, a contribuição global do Banco Mundial para o projecto de capacitação institucional será de 19 milhões de dólares», concluiu o comunicado.

Abel Veiga

    10 comentários

10 comentários

  1. Cuco

    4 de Junho de 2021 as 7:02

    É só ajuda. Tantos milhões que o país tem recebido mesmo assim não desenvolvemos.
    Só a queixada e barriga desses dirigentes é que estão a aumentar.
    Bandidos. E ainda assim metem os filhos nas instituições onde dirigem.

  2. Sotavento

    4 de Junho de 2021 as 8:25

    Porque não subtrair 1milhao e pagar as cotas da ONU !!!

  3. Original

    4 de Junho de 2021 as 9:24

    Este dinheiro vai desaparecer e o sistema vai manter.

  4. luisó

    4 de Junho de 2021 as 9:40

    Treta, mais do mesmo encapotado para pagamentos das despesas do Estado.
    Sem futuro.

  5. Jose

    4 de Junho de 2021 as 13:28

    Mais dinheiro para os bandidos da nova maioria.

  6. Toni

    4 de Junho de 2021 as 15:06

    Vamos fazer contas de quitangueiro…
    Stp tem 200 mil habitantes, tem um OE de cerca de 150 milhões de euros , assim temos 750 mil euros por cada habitante… muito guito!!

    Dado que o OE sempre foi, desde a Independência, suportado pelos estados doadores o resultado é de milhões que não consigo fazer a conta, isto se fossem sempre os mesmos habitantes, dava para todos viverem muito bem e ainda sobrava guito para as estruturas que o país necessita, que é tudo.

    Entretanto passaram 45 anos a destruir, continuam a destruir, estão com pressa de acabar com as praias, com a floresta, enfim é o que falta fazer para anular o país!!!!

    Por favor, entreguem Stp para ser uma região autónoma de um estado competente, para o bem do povo

    • Matabala

      6 de Junho de 2021 as 10:22

      Cada vez concordo mais com isso…Cabo Verde seria uma boa opção. ..País irmão com laços de sangue e habituado à insularidade. ..se consegue governar 10 ilhas mais 2 não faria grande diferença para eles – até porque temos água em abundância coisa de que eles sofrem e seria excelente para projectos de agricultura e turismo. Precisamos dar um salto em frente e acredito que pertencendo a uma governação cabo verdiana coisa melhoraria a olhos vistos. Com os nossos governantes não vamos lá. ..

    • Lino Afonso

      26 de Junho de 2021 as 12:13

      Faz bem as contas amigo

  7. Joel

    5 de Junho de 2021 as 0:35

    Mais dinheiro para o Gugu do governador e seus corjas comerem.
    Paquem a quotas das nações Unidas seus porcos.

  8. méên cabláá bodje

    7 de Junho de 2021 as 11:01

    …..enfim, bando Mundial……o Zé povinho só ouvi falar,,,,,infelizmente não vemos nada, nem a cor das notas …é a nossa sina….ser eternamente enganados por esses gorilas que se dizem dirigentes….

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo