Política

Fradique : Falou à CPI sobre o golpe e reiterou que Patrice Trovoada é um fascista

“Um fascista que deve ser combatido”. Garantiu o ex-Presidente da República Fradique de Menezes, após várias horas de interpelação pela Comissão Parlamentar de Inquérito(CPI).

A Comissão Parlamentar de Inquérito, está a investigar o Golpe de Estado de 2003, a luz das acusações feitas em 2017 pelo operacional Peter Lopes, membro do antigo batalhão sul africano “Búfalo”.

O operacional que era amigo muito próximo do ex-Primeiro Ministro Patrice Trovoada, e activista político do partido de Patrice Trovoada, publicou um vídeo no ano 2017, anunciando que o ex-primeiro ministro foi o financiador do Golpe de Estado de 2003.

Mais ainda, denunciou que Patrice Trovoada, deu ordens expressas aos operacionais dos Búfalos, para matar 3 individualidades nacionais, nomeadamente o actual ministro da defesa o coronel Óscar Sousa, e o ex-Presidente Manuel Pinto da Costa, e o então Presidente da República, Fradique de Menzes.

Após dizer à CPI, tudo que sabe sobre o Golpe de Estado de 2003, o ex-Presidente Fradique de Menezes,  disse a imprensa que não confirma nem desmente as declarações feitas pelo operacional Peter Lopes. No entanto acrescentou que «Se o cidadão Patrice Trovoada de fato fez isto, ele tem que responder por isso».

Fradique de Menezes garantiu a imprensa que ele era o único alvo, do Golpe de Estado de 2003. «Enquanto Presidente da Republica naquela altura, temos todos que reconhecer que esse golpe de Estado foi contra mim, era para suprimir este individuo que estava a incomodar muita gente», reforçou.

O ex-Presidente da República recordou que antes do Golpe de Estado, tinha dado uma entrevista no Gabão, e que não agradou a família Trovoada. Pois na referida entrevista, Fradique de Menezes, que foi eleito Presidente da República de São Tomé e Príncipe no ano 2001, com apoio financeiro e político do ex-Presidente Miguel Trovoada e do seu filho Patrice Trovoada, disse a imprensa gabonesa que São Tomé e Príncipe não era «quintal dos Trovoadas».

Na mesma altura, o ex-presidente da República, já havia demitido Patrice Trovoada do cargo de Ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação. Casos ocorridos e que segundo Fradique de Menezes, poderiam ter gerado mal estar de actores políticos contra a forma autónoma e livre como presidiu o país, sem submeter-se a ordens telecomandadas.

Fradique de Menezes, não confirma nem desmente que Patrice Trovoada tenha sido o autor intelectual e financeiro do Golpe de Estado, que o depôs por cerca de duas semanas do cargo de Presidente da República.

No entanto não tem dúvidas de que o ex-Primeiro Ministro, é de facto um fascista. Fradique que o tinha dito em 2018 numa intervenção na Rádio Jubilar renovou a sua convicção em junho de 2019, após ser auscultado pela Comissão Parlamentar de Inquérito. «Algumas decisões tomadas por ele são reflexos de pessoa com pensamento fascista», assegurou.

Fradique, acrescentou que é um indivíduo de dentes abertos. Um sorriso sem graça, “Dentxi Betu”que acabou por ser tema de uma das músicas mais badaladas do malogrado cantor Pepê Lima. «Com dentes abertos, mas ao mesmo tempo ele está a lhe meter a faca no pescoço», pontuou o ex-Presidente da República.

Dentes abertos, que segundo Fradique de Menezes, não reflectiam a transparência, e escondiam uma gestão ruinosa dos fundos e bens públicos. «Ninguém sabia o que se estava a passar do ponto de vista de projectos, ninguém sabia em que programa ele estava a basear-se para administrar o país e dar esperança no futuro», concluiu.

O ex-Presidente da República deu nota positiva ao trabalho que a Assembleia Nacional está a fazer, no sentido de esclarecer o elemento novo que o país tem em mãos sobre o Golpe de Estado de 2003. Trata-se da denúncia do operacional que participou no golpe, indicando o nome do financiador, e do alegado mandante de execuções que deveriam ser feitas.

Pois os militares e os operacionais do batalhão Búfalo, que participaram no golpe de Estado, beneficiaram de uma lei de amnistia aprovada pela Assembleia Nacional no ano 2003. Tudo indica que a amnistia dada aos operacionais do Golpe, não tinha a classe política, ou todos os cidadãos são-tomenses como alvo.

O Ministério Público de São Tomé e Príncipe, através do ex-Procurador Geral Frederique Samba, mandou arquivar o processo da denúncia. O novo Procurador Geral Kelve Carvalho e os seus pares, também se alinham no arquivamento da denúncia grave de Peter Lopes.

Fradique de Menezes, ex-Presidente da República e um dos alvos a abater, segundo a denúncia do operacional, não concorda, com a postura do Ministério Público. «Esse trabalho que a Assembleia está a fazer quem o deveria ter feito é a Procuradoria Geral da Republica. As acusações de Peter Lopes são um caso novo, e que a Assembleia Nacional está no seu direito de investigar».

Abel Veiga

    13 comentários

13 comentários

  1. joaquim marcal espirito santo

    17 de Junho de 2019 as 16:04

    Haja paciência sr. Fradique de Menezes. A Mãe Natureza tem muita pena de ter produzido seres como o senhor. O País só tem a perder com dirigentes como o senhor. STP teve azar no que toca aos políticos. Mesmo assim o senhor bate todos os recordes. O seu descaramento, a sua petulância, a sua ganância não tem igual. Deixo-lhe um conselho… vai se ver ao espelho sempre que falar do povo de STP.

  2. Joni de cá

    17 de Junho de 2019 as 18:01

    Mais um a juntar aos Trovoadas e Pinto da Costa mais outros mais… que delapidaram Stp nestes anos pro Independência.

    Todos eles estão ricos e com grandes negócios.

    Aqui não entendo se existe poder judicial em Stp, como é que ainda não foram inquiridos pelas ações que levaram o País á miséria. E se calhar arrolar os seus bens, ganhos com o erário público, e reverter ao estado.

    Antes da independência eles não tinham o que têm!

    Enfim é Stp no seu melhor.

    País que não é País!!!!

  3. WXYZ

    17 de Junho de 2019 as 18:19

    E depois? Se ficar confirmado que ele foi ator? Se for para dar cabo do indivíduo politicamente já é inútil avançar. Isto porque o homem já tem mais de metade do eleitorado na sua mão.

  4. Carlos Neto

    18 de Junho de 2019 as 6:46

    Pronto,
    vai começar a campanha.
    Já temos um candidato declarado. A música é sempre a mesma.

  5. Principe

    18 de Junho de 2019 as 8:16

    Fradique Menezes, e os comparsas da coligação MLSTP-MDFM/PL-UDD-PCD e outros que compõe a maioria parlamentar que sustenta o actual governo entendem que só assim irão perpetuar no puder. estão enganados, São Tomé e Príncipe não tem dono. Senhor Fradique de Menezes deveria rever as suas intenções para com esse povo, procurar fazer outra coisa na vida e descansar por favor, de todas as atrocidades cometida durante o seu mandato (na qualidade do Presidente da Republica) contra esse povo. Para este governo, já estamos a procura de soluções que inviabiliza os planos que os mesmos têm para perpetuar no puder. Não podem continuar enganando povo e fingir que são os santinhos e salvadores da pátria. Povo esta atento.

  6. Windows 11

    18 de Junho de 2019 as 9:46

    O Patrice Trovoada continua a ser o lider mais popular em S.tome e Príncipe tem metade ou mais eleitorado em S.tome .
    Querem dar cabo e destruir o Patrice Trovoada não é só Fradique que falou falou o Cóbo falou o antigo Presidente da Assembléia mesmo o Fradique disse que nunca ouviu que Patrice esta metido nisto, o unico individuo que esta a acusar o Patrice é o tal do Peter o mercenário.
    Olha ninguém atira pedra para uma árvore que não da bom frutos Patrice Trovoada tira sono a muita gente por isso querem o destruir.

  7. Dogmar Ayres

    18 de Junho de 2019 as 11:14

    Outro grande parasita, só enriqueceu à custa de sofrimento do povo Santomense. Um pouco antes de ser presidente, disse publicamente que sempre que pudesse fugir os impostos fugia. Depois de ser presidente apenas consolidou os seus negócios e se tornou mais rico.
    O povo devia saber que durante muito tempo em que o CIMENTO PARA CONSTRUÇÃO CIVIL conheceu os preços mais altos, foi devido ao Fradique de Menezes, por este ter impedido que outras firmas importassem o cimento bem como a FARINHA DE TRIGO, só o Fradique tinha o monopólio para importação desses produtos.
    Vejam só, que enquanto presidente da República, o que é que o Fradique de Menezes fez para esse povo?:
    Nada; só construi-se o Hotel pestana de que ele é sócio, o Condomínio de Vila Maria de que ele também é sócio sua mansão em Praia das Conchas que acabou vendendo, e nada mais.
    Este homem sim é um grande FACHISTA, porque só enriqueceu a custa de sacrifício deste povo e deixou o país mais pobre.
    É um homem sem boas maneiras, não sabe estar, num pleno evento público, como Presidente da Republica, virou a Garrafa de CHAMPANHE na boca, enfim… Perante uma vergonha dessa, qual exemplo que este homem tem para dar.
    Depois de tornar-se viúvo só foi abusando das meninas, carregando-as à sua piscina em Favorita devido ao poder económico, NUNCA ASSUMIU UMA FAMILIA, por isso este cidadão não tem exemplos para dar, independentemente de ser um boçal, língua comprida. FOI O PIOR PRESIDENTE QUE O PAÍS CONHECEU, ELE SIM É UM GRANDE FACHISTA, MAL EDUCADO, e que chegou ao poder não por mérito próprio, mas sim pelo empurrão dos Trovoadas.

  8. miguel araújo

    18 de Junho de 2019 as 11:50

    Ó Fradique se o teu advogado Adelino Pereira diz que a lei de aministia aprovada pela própria Assembleia impossibilita qualquer acção neste sentido como é que o senhor vem dizer o contrário…Enfim andam todos doidos nesse País…Se têm dúvidas pedem assessoria de outros Países…..É por essa e por outras que pergunto será este País um estado de direito? Como é que pode a própria Assembleia Nacional contrariar um lei que ela própria aprovou? Enfim com tantos juristas naquela casa e o resultado é isso….Meus senhores façam as coisas como deve ser para que tenham razão amanhã, porque caso contrário quando estiverem fora do poder os outros irão vos fazer a mesma coisa…..fui

  9. Crisotemos Café

    18 de Junho de 2019 as 14:27

    Ô Miguel Araújo, que não é Araujo coisa nenhuma. O Fradique disse e disse bem, foi introduzido e/ou agregado novos argumentos e acusações. Na altura, não se falava da encomenda de morte do Pinto da Costa , Oscar Sousa e do Proprio Patrice. Mas hoje, vem um cidadão a confirmar que ele foi solicitado para tal. Como é que o processo pode não ser reaberto? Aliás isto não reabrir, mas sim investigar um outro facto.

    Fique quieto que nada te vai faltar. Na cadeia Central há pão, chá, banana, matabala, mandioca, arroz a sobra. O que queres mais?

  10. Matrusso

    18 de Junho de 2019 as 22:25

    Mas a lei de amnistia não é apenas para os envolvidos que foram identificados naquela altura?
    Esse personagem também fazia parte dos que tiveram amnistia?
    Ou vão incluí-lo agora naquela resoluções?
    Eu não entendo nada de Leis, muito menos de condenação ou acordos.

  11. Principe

    19 de Junho de 2019 as 12:01

    Meus caros, em qualquer Estado de Direito, perante as acusações que o Senhor Peter lopes fez na audiência da comissão de inquérito na AN, o mesmo deve ser responsabilizado criminalmente até aparecer o provas. Não é falar que se convence o Estado de Direito, o mesmo tem que apresentar provas por todo que disse. Acredito que o Ministério Público deve agir.

    Porquê, só agora o furor dos mesmo, quando o processo encontra-se amnistiado?
    Que mecanismo a comissão de inquérito irá utilizar para ouvir o Patrice Trovoada?
    O que será feito com Peter Lopes se a conclusão do inquérito não tiver hesito desejado?

  12. Dogmar Ayres

    21 de Junho de 2019 as 8:15

    Mais uma vez aconselho, abram os olhos com o PETER LOPES, é um monstro, e se continuar a ser protegido,
    ele há-de virar contra os próprios protectores, quem avisa, amigo é.

  13. Dogmar Ayres

    21 de Junho de 2019 as 8:20

    Indo mais longe, o PETER LOPES é um autêntico PITBUL e quando este se degenera, o dono não escapa, aí que o lugar ideal para ele é JÁULA DE ALTA SEGURANÇA, se não há, que tratem de construir.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo