Política

ADI reuniu-se com o Primeiro Ministro e prometeu oposição construtiva

Agostinho Fernandes, Presidente do partido ADI, acompanhado pelos vice-Presidentes Ekneide Santos e Álvaro Santiago, reuniu-se com o Primeiro Ministro Jorge Bom Jesus.

Diálogo e concertação em nome do progresso de São Tomé e Príncipe, foi o principal tema do primeiro encontro entre o líder da oposição e o Chefe do Governo.

Agostinho Fernandes considera que o governo ainda não teve tempo para realizar projectos de desenvolvimento do país. O Orçamento Geral do Estado foi aprovado em Abril último.

ADI, promete ser uma oposição construtiva em prol do progresso de São Tomé e Príncipe. «Tivemos abertura completa de sua excelência o senhor Primeiro Ministro no sentido de agir de forma transparente partilhando com a nova direcção do ADI, todos os dossiers essenciais do país para que nós possamos estuda-los, percebe-los, e naquilo que entendemos contribuir, naquilo que entendemos criticar, ….mas sempre para o bem de São Tomé e Príncipe», afirmou, o Presidente da ADI.

O Primeiro Ministro Jorge Bom Jesus, também teceu comentários na sua página do facebook sobre a reunião que teve com o Presidente da ADI. «Reuni hoje com a nova direcção da Acção Democrática Independente (ADI), liderado pelo Dr. Agostinho Fernandes, com quem abordei assuntos gerais da Governação e do País, onde a nova direcção do ADI partilhou comigo suas ideias e preocupações, na perspectiva de juntos construirmos um São Tomé e Príncipe para todos».

Para além da reunião com o Primeiro Ministro, Jorge Bom Jesus, nesta semana a nova direcção da ADI, realizou uma maratona de contactos com várias instituições e órgãos de soberania do Estado, nomeadamente o Tribunal de Contas, o Presidente da Assembleia Nacional, e o Presidente do Supremo Tribunal de Justiça.

No entanto a nível interno no partido Agostinho Fernandes diz estar a agir no sentido de promover a união interna. Um processo de arrumação da casa, que pode provocar sanções disciplinares.

Abnilde Oliveira, líder da bancada parlamentar da ADI, é um dos alvos da sanção disciplinar que a nova direcção projecta executar. Tudo porque o deputado que lidera a bancada parlamentar do partido, age na Assembleia Nacional por conta própria.

Agostinho Fernandes, disse a imprensa que o partido ADI, não se revê no posicionamento político que Abnilde Oliveira tem manifestado na Assembleia Nacional. «São posições do Abnilde Oliveira e não do partido ADI», frisou.

Se Abnilde Oliveira continuar a agir no parlamento por sua conta, sem conexão com a Comissão Política do partido, será sancionado. «Infelizmente o comportamento do nosso companheiro Abnilde Oliveira tem sido menos correcto. Mas é uma opção que ele assumiu. Não deixaremos passar sem devido processo disciplinar qualquer actuação que venha a por em causa a direcção legítima do ADI, saída do congresso do dia 25 de Maio», assegurou o Presidente da ADI.

No esforço para arrumar a casa, Agostinho Fernandes, venceu a luta dos últimos dias, para ter acesso a sede do partido. «Já temos as chaves da sede do partido», frisou.

José Diogo Presidente da extinta Comissão de Gestão do partido ADI, publicou um comunicado nesta semana, garantindo que brevemente será realizado o congresso.

«Neste momento há uma direcção do Partido. Só essa direcção do partido pode realizar qualquer congresso. Não é competência do engenheiro José Diogo realizar o congresso. Até porque ele demonstrou aos militantes que não é capaz de o fazer. Desde Janeiro que se constituiu a Comissão de Gestão ele tinha tempo suficiente para o fazer até 30 de Março, e não o fez. Ele próprio anunciou um adiamento para 25 de Maio e não o fez. Daí que não há nada que diga que ele é capaz de o fazer, até porque já não tem legitimidade para o efeito. Jamais existirá 2 ADI em São Tomé e Príncipe», pontuou, Agostinho Fernandes, à saída do encontro com o Primeiro Ministro.

O Presidente da ADI, pediu aos militantes rebelados, para se aliarem à nova Direcção, «ao invés de criar qualquer tipo de discórdia no seio do partido».

Abel Veiga

    12 comentários

12 comentários

  1. Seabra

    27 de Junho de 2019 as 16:51

    Se é de facto verdade o propósito da nova direção do partido ADI representado pelo Agostinho Fernandes, é interessante de ouvir e de ficarmos atentos à sua posição ideológica política, para o bem que nos é comum STP . Se é uma proposta sincera para a colaboração de um STP melhor para todos os seus filhos legítimos, só devemos aderir e contribuir para que se concretiza. Afinal , é uma atitude e um sentimento bem PATRIOTA daqueles, daquelas que amam a Mãe Pátria, que querem e desejam o seu bem estar na Terra que lhes viu nascer, onde eles sabem que vão viver, evoluir e morrer….contráriamente ao corrupto ditador Patrice Trovoada.
    Viva STP, Viva o povo sãotomense, Viva o Patriotismo, Viva o JBJ, Viva o Agostinho Fernandes. Juntos venceremos, a vitória é certa.

    • sou sou

      10 de Setembro de 2019 as 15:10

      é mesmo assim não queremos demanda, colabora com governo vamos unir…

  2. Rosa dos Santos

    27 de Junho de 2019 as 19:57

    Este individuo não representa ADI
    Os verdadeiros ADEISTAS não reconhecem estas coisas como representante do ADI
    Não basta fazer parte de um governo para considerar ser do Partido deste Governo
    O senhor anda a procura de tachos, então tenta ir por outras vias e não denegrir o bom nome do Partido
    O ADI é demasiado grande para ser representado por estes fraquinhos.
    O ADI como partido democrático já conheceu muitas guerrilhas no seu seio e todas foram ultrapassadas. Vamos de certeza ultrapassar de novo esta fase.
    Força o Verdadeiro ADI

    • Pumbú

      28 de Junho de 2019 as 6:58

      Seu/sua guerreira na cama!!! Devias viver na selva com chimpanzés

  3. Amar o o que é nosso

    27 de Junho de 2019 as 22:22

    Resolvam o problema do bairro Saton. Credo!!!!

  4. jordão fernandes

    28 de Junho de 2019 as 8:10

    Este individuo anda a gabar-se que fez o Congresso e foi eleito.
    Será que um Congresso de um Partido é apenas para eleger o Presidente?
    Senhor Agostinho. E onde é que estão as estruturas do seu partido. Quem faz parte dos órgãos máximos do seu partido, isto é o Conselho Nacional. O seu Congresso não elegeu os membros do Conselho Nacional?
    Quem são as pessoas que fazem parte da sua Comissão Politica. N~~ao foi debatido no Congresso a constituição da Comissão Politica?
    Então o seu Congresso foi apenas para eleger um Olho Furado, uma Boca Balança e um Cabeçudo?
    Esta é que é a estrutura do seu Partido?
    O Senhor que vá catar água no poço.
    Deixa o ADI com a sua vida e vá para a sua Geração Esperança.
    Não basta ser convidado para fazer parte do partido durante dois ou três anos, para já pensar que pode assaltar o Partido e dar golpe a todos.
    Vá trabalhar e deixa de lamber as botas do MLSTP e PCD que estão a te tratar de marionetas
    Será que o senhor é mesmo um jurista?. Eu não acredito
    Avante o Verdadeiro ADI
    JF

    • Observador

      28 de Junho de 2019 as 20:08

      Deixe de insultar as pessoas. Adversários mas não inimigos somos todos irmãos. Abaixo o ódio.

    • Patriota

      29 de Junho de 2019 as 9:51

      Verdadeiro rebeldes isto sim que são. Terroristas

  5. Manuel do Rosario

    29 de Junho de 2019 as 5:15

    É interessante que o ADI esteja de facto representado por um Santomense e pelo que me transparece, Dr Agostinho Fernandes identifica ser uma personagem consensual e democrático.

  6. Renato Cardoso

    29 de Junho de 2019 as 6:13

    Diálogo e concertação para a mesma conversa que não leva a nenhum lado.
    Partido bicéfalo e o outro querendo passar por democrata de meia tigela e quando refestalou na panela do pinta cabra andou de fininho.
    Engana—me que eu gosto!

  7. Pequeno

    1 de Julho de 2019 as 12:01

    Ainda continuo muito confuso com esta eleição, sou a partidário, quero compreender como todo isto aconteceu…
    Realiza um congresso sem antes promover as verdadeiras assembleia Distrital…
    Da Região Autónoma do Príncipe não se verificou ninguém como delegado convidado a estar presente no acto de eleição da dita nova direcção…
    Não entendi nada…
    Basta querer para ser chefe em São Tomé e Príncipe.
    Tomar a força é sinal de fracasso…
    Sejamos fortes e competitivos…

  8. José Brito

    10 de Agosto de 2019 as 15:18

    Muito obrigado STP/MLSTP e ADI..
    Na verdade gostei da atitude dos Presidentes dos dois maiores Partidos Políticos do nosso país, (São-Tomé e Príncipe..
    Doutor Jorge Bom Jesus e o Doutor Agostinho Fernandes..
    Isso é que nós queremos, Patriotismo e rumo a um STP melhor para todos…
    Juntos somos mais fortes e podemos unirmos a ideias construtivas para o desenvolvimento do nosso pequeno arquipélago..
    (Paz e amor)

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo