Política

Primeira ajuda da China para combater Covid-19 e outras doenças em STP

Medicamentos com destaque para antibióticos e vários equipamentos de assistência médica, fazem parte do lote da ajuda humanitária que a o Governo da China entregou ao sistema nacional de saúde.

A ajuda humanitária da República Popular da China, foi depositada no hospital central Ayres de Menezes.
Wang Wei, embaixador da China em São Tomé e Príncipe manifestou-se convicto de que o do suplemento médico ofertado pelo seu país, chegou no momento certo a São Tomé e Príncipe.

«Constam medicamentos como antibióticos, monitor de visão, desfibrilador cardíaco, e também ventilador. Não é suficiente, mas é importante para melhorar a preparação de São Tomé e Príncipe…», detalhou o diplomata chinês.

Edgar Neves, ministro da saúde de São Tomé e Príncipe, reforçou a ideia do momento certo em que chega a ajuda da China. «Chega num momento muito certo, embora saibamos que outras ajudas estão a caminho por parte da China…», pontuou o ministro.

Medicamentos e equipamentos médicos, que foram recebidos num momento certo e determinante para o país. São Tomé e Príncipe, ainda não tem registo de qualquer caso de Covid-19. Por isso, o ministro Edgar Neves, considera o sucesso do actual momento de prevenção, é fundamental para a sobrevivência da actual geração de são-tomenses.
«Esperamos pelo melhor, mas preparemos para o pior… e o pior será algo nunca visto pelo menos para a nossa geração….», afirmou o ministro da saúde.

Edgar Neves, agradeceu a República Popular da China, pela ajuda humanitária, mas não só. Agradeceu também a China pela bravura no combate contra o Covid-19, e pela lição que deu ao mundo.

«Os nossos agradecimentos ao povo chinês que viveu e ainda vive em parte a catástrofe da pandemia. Dizer também que o povo chinês deu ao mundo uma liçao sobre a sua capacidade de trabalho, inteligência, organização…. no fundo o efeito da resposta rápida. Aprendemos todos com a lição da China», frisou.

O Ministro da Saúde(na foto à esquerda) disse ao embaixador da China que «o que acabamos de receber não tem preço. São utensílios necessários para fazer frente a esta luta», concluiu Edgar Neves.

China tem o continente africano como um dos principais alvos da sua ajuda humanitária, para conter a progressão do Covid-19. «Vamos continuar a aumentar o apoio para África incluindo São Tomé e Príncipe, para combater esta doença», assegurou Wang Wei.

O embaixador da China, garantiu que a sociedade civil chinesa também está envolvida no projecto de auxílio humanitário a favor de África. O bilionário chinês Jack Ma, é um exemplo.

«O bilionário chinês Jack Ma ja fez a sua parte. Os donativos dele já estão a chegar a África, e esta noite(quinta feira) está previsto chegar o carregamento da ajuda para São Tomé e Príncipe», frisou.

Máscaras de protecção, testes para diagnosticar o Covid-19, e outros equipamentos fazem parte do lote de ajuda que o bilionário chinês anunciou para 54 países africanos.

Abel Veiga

9 Comments

9 Comments

  1. Francisco

    27 de Março de 2020 at 18:26

    A coisa deveria ser dita assim: «‘Vamos continuar a aumentar o apoio para África incluindo São Tomé e Príncipe, para combater esta doença’ que nós criamos»! Maldosos, mafiosos e demagogos! Indignado

  2. Vanplega

    28 de Março de 2020 at 1:29

    Tudo muito certo, deram licao ao mundo, pela organizacao para combater o virus que eles criaram. Certo.

    Agora, os dirigentes Santomenses, so ficam de bracos estendido? Nao vao as compras?

    Roubam tudo, para fazer assado ou cozido e so pedir, pedir e pedir. Depois o que nos Sao e para ser deviados pelo dirigentes para comprarem casas, apartamentos em Portugal

    Vao plantar coqueiros

  3. Pedro Costa

    28 de Março de 2020 at 12:12

    Espero só, que cuidem muito bem dos materiais e não deixem os mesmos para a bicharada. Existem pessoas muito desleixadas e o que se passa neste momento em todo mundo não é para brincadeiras. Este é um problema muito grave e exige muito controlo.

  4. Fuba cu bixo

    28 de Março de 2020 at 12:26

    Em Portugal um País também soberano comprou a China toneladas de equipamentos para o combate a coronavirus e pagou. Para quando os nossos governantes vai tornar o nosso país auto-sustentável e podemos comprar e custear as nossas despesas?
    Em uma situação como essa de uma pandemia assassina o nosso país não tinha testes não tinha material nenhum não tem ventiladores e nos não conseguimos comprar nada graças a oferta da China e Portugal para temos algum material, e enquanto isso temos um nomero exorbitantes de Ministros Secretários de Estados acessores basofus com grandes carros e vivendas e mordomias e camaradas a baterem palmas até quando S.tomé vai continuar nesta desgraça.

    • A a Z

      30 de Março de 2020 at 10:20

      Fuba cu bixo tem toda a razão. E São Tomé e Príncipe além de tudo o que diz nunca teve a CEE nem a visão do senhor Jacques Delors. É preciso aprender a deixar de viver de mãos estendidas. Mas para já, agradecer todas as ajudas e utilizar bem.

  5. Manuela. Na diaspora

    28 de Março de 2020 at 13:36

    Eu sou de opiniao que mesmo todos ai que se encontram em quarentena; ate agora nao apresentarem nenhum sintoma da Covide19, todavia ainda nao completaram os 15 dias orientados pela OMS e fazer os testes. É bom que o Ministerio da saude local nao serem flexivel, Gente isto é serio, tambem seria uma grande iresponsalidade e ignorancia o Governo santomente deixar que este venha existir na Ilha.

  6. Nada haver

    28 de Março de 2020 at 16:22

    No meu ponto de vista, antes de usar esses donativos o governo deveria mandar passar num laboratório para verificar si é confiável ou não, porque o Game está violento para todos e ninguém deve confiar em ninguém principalmente de onde saiu essas oferta.

  7. Elton Santo

    28 de Março de 2020 at 20:05

    Seja bem vindo todos apoio neste momento dificil …..penso que agora nao e o momento certo para culpamos uns aos outros devido o virus,porque estas acusacoes nao irao resolver o problema por enquanto…vamos nos unir e orar a Deus para que Ele possa intervir na humanidade…

    • Manuela. Na diaspora

      31 de Março de 2020 at 23:17

      Certo so Deus, ele é Deus das causas impossivel. Ele vai lutar a favor da humanida; Vamos confiar nele que tudo fara para nos livrar desta maldita peste..

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

To Top