Política

Obras de modernização do hospital Ayres de Menezes previstas para 2021

Desde o mês de Julho último que o Governo santomense decidiu retomar as negociações com o Fundo do Kuwait, com vista a utilização da linha de crédito de 17 milhões de dólares, concedida no ano 2016, para modernizar o hospital central Ayres de Menezes.

O projecto de requalificação e transformação do hospital Ayres de Menezes num centro de saúde de referência, não avançou. O acordo assinado entre o Fundo do Kuwait e o Ministro das Finanças de São Tomé e Príncipe no ano 2016 na Guiné Equatorial, não saiu do papel.

Na prática o projecto não avançou. Mas a pandemia da Covid-19, veio pôr a nu as profundas fragilidades do sistema nacional de saúde, que não tem sequer um verdadeiro hospital para atender os cidadãos.

O Governo despertou para uma realidade inadiável. São Tomé e Príncipe, sempre precisou de um verdadeiro hospital, e é neste momento da Covid-19, que urge resolver o problema.

Foi então reactivado desde Junho-Julho de 2020,  os contactos com o Fundo do Kuwait, para execução o mais rápido possível, do projecto de  modernização do hospital central, avaliado em cerca de 17 milhões de dólares.

Na quinta-feira, o Governo reúne mais uma vez o Comité Director do projecto de construção do novo hospital Ayres de Menezes.

«No fundo o que se pretende é muita transparência, e que o mais rapidamente possível todo processo seja retomado, de forma célere, respeitando os prazos», declarou o Ministro da Saúde.

Edgar Neves enquanto porta-voz do comité director, presidido pelo Primeiro Ministro Jorge Bom Jesus, acrescentou que os termos de referência do projecto foram actualizados, e enviados ao Fundo do Kuwait.

O prazo de execução do projecto termina neste ano de 2020. O Comité Directivo, já havia negociado a prorrogação do prazo. O Ministro da Saúde, anunciou que o acordo de financiamento com o Fundo do Kuwait, é agora válido até o ano 2024.

Edgar Neves, explicou também que o valor do crédito financeiro, já não é de 17 milhões de dólares. «Matem-se o valor de 16 milhões e qualquer coisa… porque já houve dois desembolsos no total de 17 milhões….Há uma extensão do projecto até 2024, porque o projecto levou um atraso muito grande, e era impossível cumprir o calendário inicialmente previsto», pontuou.

O Governo diz que pretende até o final do ano 2020, pretende discutir, com o fundo Kuwait todas as questões jurídicas e de infra-estruturas. Negociações complexas, segundo o ministro da saúde, que colocam a realização real das obras de requalificação do hospital, o mais tardar para o início de 2021.

«Tudo indica que em finais deste ano ou no início do próximo ano, se poderá passar a fase operacional como tal», concluiu o ministro da saúde.

Abel Veiga

    11 comentários

11 comentários

  1. Bobo da só

    21 de Agosto de 2020 as 17:47

    Jorge Jesus o bana mão não tem carácter não tem pulso não passa de um grande charlatão disse públicamente já fiz a minha avaliação dos ministros dentro em breve farei remodelação até hoje nada, ouvi dizer que ninguém quer sair kkkkk não tem como Patrice Trovoada volta o bana mão nem consegue demitir um ministro ele é boneco tanto bobo de ministro nenhum vai para casa? “Hospital está virrrrrrrr” também dizem que quem manda lá em casa é Clara

  2. MLSTP partido dos caducos

    21 de Agosto de 2020 as 17:52

    Hospital? Oh Jorge cala-te, um governo em que cada ministro é um primeiro ministro não tens voz de mando no governo. PT dá escola de autoridade. Jorge remodelação é quando emmm?

    Mal empregado Jorge você não dá nada

  3. Só coragem

    21 de Agosto de 2020 as 18:49

    O projecto levou atraso por razões mesquinha e de má fé. Fundo teve sempre disponível para avancar…mas esses aí por despeito meteram na gaveta por não terem sido eles a negociar…pior!perseguiram e prenderam cidadão…afinal agora dinheiro já existe e já vai servir…
    16 milhões espero que seja para equipar também, não venham com truque de umas obrinha de pinturas, alguns blocos e betume para entregar a empresas de camaradas com valores sobrefacturados…Já chega a ponte!! Queremos máquinas e equipamentos no hospital com técnicos a darem formação para a sua utilização. ..16 milhões de euros não são dobras. Muito dinheiro para não morrer ninguém com falta de máquinas de oxigénio ou de diálise ou sua manutenção…estamos atentos. Bandidos

  4. Vanplega

    21 de Agosto de 2020 as 19:14

    Se o estado tem dinheiro e se quiser fazer um hospital para o presente e o futuro, nāo precisa ter medo. Destroi o que ja esta feito e constroi outro de raiz.
    MAIS QUAL E O PROBLEMA?

    O hospital Central, tem muito terreno, espaço suficiente para fazer um hospital de referencia.

    Se ao fazer coisas cartas, nao ha que ter medo.

    Tenham conciencia na hora de lamberem dedos, para nao acontecer o mesmo da construcao do banco kkkkkkkkkkkk

  5. Fuba cu bixo

    21 de Agosto de 2020 as 20:42

    É lamentável prenderam um homem injustamente por causa de este 17 milhões alegando que o Americo Ramos e Patrice Trovoada comeram dinheiro e o Primeiro Ministro Jorge bom Jesus na sua entrevista disse que não ouvi passagem de pasta que é mentira, porque o ex Ministro das finanças Americo Ramos fez passagem de pasta e os seus advogados na altura chamaram jornalista e explicaram com documentos que o dinheiro não havia sido desbloqueados mais a cede de vingança do MLSTP fez com que prenderam o Americo Ramos e só não prenderam o Patrice Trovoada porque ele foi esperto e saiu do país.
    Por outro lado o Patrice Trovoada com este dinheiro ja tinha um projeto e planta para construção de um hospital novo agora este governo de Jorge bom Jesus com mesmo dinheiro vai reabilitar o hospital Ayres de Menezes porque? Porque que não vão construir um hospital novo.

  6. Andorinha

    21 de Agosto de 2020 as 21:11

    Eu não entendo, o financiamento que o anterior governo conseguiu para reabilitação da Marginal o atual governo só fez uma obra parcial na marginal agora com hospital mesma coisa anterior governo conseguiu o financiamento e tinha um projeto para hospital novo e o atual governo só vai reabilitar uque que vão fazer com o dinheiro.
    E gostaria de saber para quando este governo vai nos brindar com os seus próprios projetos porque até agora só estão a fazer projectos de Patrice Trovoada.
    E gostaria de saber para quando este governo de Jorge bom Jesus vai baixar o preço do passaporte porque na campanha eleitoral o Jorge bom Jesus disse que 1700 é muito.

  7. Janota

    22 de Agosto de 2020 as 12:02

    Bana não não modernizar o governo vai agora modernizar hospital. Ó bana mão demita te és menina

  8. SEMPRE AMITGO

    22 de Agosto de 2020 as 13:51

    Meu DEUS …… até quando?! Qual é a causa principal desse vai e vem? Tudo,até a data, continua a ser feito no País na ausência de uma perspectiva consensual de desenvolvimento nacional, associando-se frequentemente á falta de transparência.Assim qualquer acção governativa,ora enfrenta as barreiras da competição inaterpartidária,ora desencadeia luta de interesses, ou,simplesmente,ciúmes.E,neste quadro de repetida indecisão e de neutralização,NADA AVANÇA ou avança apenas a iniciativa isolada dos mais fortes. ENTRETANTO O NOSSO PAÍS ESTÁ CADA VEZ MAIS DESORGANIZADO E CADA VEZ MAIS POBRE.Muita gente sofre e vive de pequenos expedientes esporádicos na luta pela sobrevivência.Vivemos SEM RUMO CERTO. O nosso País precisa de um denominador comum a todas as camadas sociais Esse denominador poder consistir num conjunto de objectivos e regras tendentes a reduzir os confrontos políticos a dialogos construtivos e negociações cívicas e civilizadas, para garantir rápido progresso e tranquilidade democracia.

  9. SEMPRE AMITGO

    22 de Agosto de 2020 as 13:53

    …….e tranquilidade democrática,

  10. Zagaia

    22 de Agosto de 2020 as 20:43

    É o país que nós temos…..
    População cresçeu e os sucessivos governantes e os eleitores não deram prioridade ao caso, é ttiste.
    “O povo que não luta pela sua dignidade, não é digno de viver”
    MARTIN LUTHER KING,1968.

  11. Baba

    23 de Agosto de 2020 as 9:08

    Por favor
    Entrega obra feiita. Não põe dinheiro nas mãos de gente não é.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo