Política

Piratas atacam navio e matam um tripulante perto de São Tomé

O ataque de pirataria marítima que provocou a morte de um tripulante do navio, aconteceu na manhã do último sábado, numa distância de 95 milhas de São Tomé Príncipe, ou seja, nas águas territoriais do país.

Segundo a empresa britânica que se dedica a segurança marítima, a Dryad Global, o navio “MV Mozart”, um porta contentores de nacionalidade Turca, foi o alvo do ataque pirata.

O relatório de segurança marítima internacional, explica que na manhã do dia 23 de Janeiro, Sábado, o navio MV Mozart foi assaltado por piratas, quando se encontrava 95 milhas ao noroeste de São Tomé e Príncipe.

Após entrarem no navio, um marinheiro de nacionalidade azeri,(cidadão do Azerbaijão) foi morto no ataque. «Outros 15 marinheiros foram sequestrados», refere a comunicação da agência de segurança marítima, a Dryad Global.

Trata-se segundo a agência internacional do quinto ataque de pirataria marítima registado nesta região do golfo da Guiné, e apenas no mês de Janeiro.

«Este último é excepcional tanto por sua gravidade quanto por sua distância da costa….», destaca a Dryad Global.

Piratas utilizam meios de assalto e armamentos cada vez mais sofisticados, e aumentam as suas operações nas águas territoriais ou nas águas contíguas de São Tomé e Príncipe.

O navio Mozart foi assaltado pelos piratas, no alto mar, próximo de São Tomé e Príncipe, quando fazia o trajecto entre a cidade de Lagos na Nigéria em direcção a cidade de Cape Town na África do Sul.

Abel Veiga

    17 comentários

17 comentários

  1. Rogerio Pacheco

    26 de Janeiro de 2021 as 17:08

    Há muito que devia haver uma grande vigilância no Golfo.
    Os piratas apresentaram-se com armas sofisticadas . Eu pergunto: as fábricas de armas situam-se em África?
    Será difícil determinar a origem?

    • Jedemay

      28 de Janeiro de 2021 as 16:04

      São Tomé e príncipe também deve fazer vigilância nessas água costeira mas porém , são Tomé de ter os equipamentos favoráveis, isso também está a acontecer perto de São Tomé porque nos não vigiamos essas partes mas porém se quiserem que o são Tomé vos ajudem a combater isso devem arranjar os equipamentos não precisamos de dinheiro mas sim o equipamentos..

    • luisó

      28 de Janeiro de 2021 as 16:13

      Meu caro, hoje em dia no comércio ilegal de armas aparece de tudo, haja dinheiro.

  2. Africa Satellite

    26 de Janeiro de 2021 as 17:16

    A imagem Satélite demonstra eles voltarem para a ilha do Príncipe, os mesmos são Residentes dentro da ilha do Príncipe tem hotel e negócios dentro dessa mesma ilha que se chama Príncipe, pertencem a uma organização classificada criminal e ao mesmo tempo dão Medo a populacacao e pertencem ao sistema Medo também aplicam a contaminação no vinho quando assim vendem dentro das suas lojas e Hotel para assim adormecerem as pessoas.

    • Angela Costa

      27 de Janeiro de 2021 as 12:28

      Que barbaridade!
      Essa afirmação é Gravíssima.
      Pf. Não manchem o bom nome da Ilha!

  3. Manuel Queirós dos Anjos

    26 de Janeiro de 2021 as 18:01

    Pois, eles tiveram informações privilegiadas, a partir da Nigéria, uma vez que largou de Lagos, e fizeram o assalto.

    Só mesmo o Estado Nigeriano pode combater este flagelo que vem do interior da sua casa.

    É preciso que a comunidade internacional olhe para isto, e pressione a Nigéria para fazer alguma coisa, senão “JAMAIS”

  4. Lucas

    26 de Janeiro de 2021 as 18:29

    Piratas já estão cá dentro (em terra) há mais de 40 anos
    Todos os dias há notícias deles pela negativa

  5. JACA DOXI

    26 de Janeiro de 2021 as 19:54

    Piratas com armamentos avançados!
    È caso para petrguntar:

    -De onde saem estas armas?

    -Eles são piratas ou corsários?

    Apenas para exclarecer, “CORSÁRIOS” são piratas que atuam com o apoio do próprio governo,

  6. Clemilson brasileiro

    26 de Janeiro de 2021 as 20:25

    Piratas São Tomense ?

  7. JUVENCIO AMADO OLIVEIRA

    27 de Janeiro de 2021 as 9:13

    Caros amigos, esta questão de pirataria, não parece ser algo que interessa aos grandes países resolver.

    Senão vejamos! Quando se trata de uma intenção de espionar um país, até um simples barquito é visto pelos satélites que se espalham pelo mundo. Como não ser possível observar, vigiar, espionar um GOLFO, um grupo de chamados piratas?

    Questão para se discutir, observar e duvidar?

  8. SEMPRE AMIGO

    27 de Janeiro de 2021 as 10:04

    GOVERNO!,por favor venha ao público explicar,com um portugues acessível,o que se passa.Perante uma notícia tão preocupante,o GOVERNO tem por obrigação, para além de outras medidas apropriadas,vir ao público explicarcar para não complicar

  9. Alligator

    27 de Janeiro de 2021 as 10:17

    Onde anda a “guarda costeira”ou a “marinha” Santomense ?(nem sei o nome daquilo).É só vestir a farda e fazer luxo para os cidadãos civis? E o navio Zaire?

  10. Lucas

    27 de Janeiro de 2021 as 12:00

    O pessoal do zaire veio buscar curriculo e comissão de serviço
    Isso quer dizer vieram mamar…
    Quem paga?
    O povo pequeno

  11. jfernandes

    27 de Janeiro de 2021 as 22:16

    estmos cercados de piratas no mar
    e piratas terestes …
    o que nao falta em stp sao piratas

  12. José António

    28 de Janeiro de 2021 as 8:09

    Enquanto os piratas fazem assalto no mar, outros piratas bem preparados e nomeados pelo governo, fazem assalto no tribunal supremo e no tribunal constitucional. Recebem envelopes cheios de euros para decidirem a favor ou contra, o Presidente do Tribunal constitucional vende viaturas para 3 pessoas diferentes, é um pirata caloteiro, que assalta os cambistas e não paga dividas.
    Estamos cercados de piratas na mar e na terra

  13. wilson bonaparte

    28 de Janeiro de 2021 as 14:21

    há maior piratas do que os tugas ? eles vem pra cá assaltam tudo: nossos projetos, nosso dinheiro, nossa comida, fornicam as nossas mulheres e as nossas filhas … e os nossos políticos são os carrascos dessa corja de neo-colonialistas! fora com os portugueses !!!

    • xenofobo

      30 de Janeiro de 2021 as 8:37

      quais projectos? se não avançam com vossos projectos- com dinheiro dado e emprestado ainda por cima- é culpa dos outros? e os projectos de empresas que foram deixadas em São Tomé pelos colonos, que fizeram com elas? E que dinheiro? O vosso dinheiro cresce nas árvores? Aquele dinheiro que voçes precisam para o vosso OGE- 90% é de ajuda externa. Tens de culpar os teus politicos sim, sem duvida, mas não são voçes mesmo que os escolhem?Quanto ás mulheres …deve ser esse o teu problema, se ficaste com algum trauma de alguma mulher que tinhas que te deixou por um branco tens de ír ao psiquiatra resolver isso. Os angolanos que vão lá ficar com as vossas mulheres/filhas tu não falas? Os santomenses que vem da diaspora (londres) que tomam todas quando chegam com algumas libras também não falas? neo-colonos são os que governam teu país, sem qualquer solidariedade ou compaixao para com os s4eus proprios irmãos e pela sua propria terra…mandar fora os portugueses vai resolver problema do teu país? e quantos santomenses estao em Portugal? vamos mandar fora também?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo