Política

UE principal financiador da COVAX felicita STP

A União Europeia, é o principal financiador da Iniciativa COVAX. Uma iniciativa que no final da tarde de sexta feira entregou à São Tomé e Príncipe o primeiro lote de 24 mil vacinas da Covid-19.

Num comunicado enviado ao Téla Nón, a embaixada da união Europeia, acreditada junto ao Estado santomense, explica que entre os meses de Março e Junho, a iniciativa COVAX vai «entregar 96 mil doses de vacinas a São Tomé e Príncipe, o que permitirá ao governo lançar a sua campanha de vacinação contra a Covid-19».

O comunicado diz que a União Europeia, os seus Estados membros, e o banco europeu de investimentos, formam a “Equipa Europa”. Um organismo que assegura a maior parte de financiamento para a iniciativa COVAX. «O objectivo é acelerar o acesso equitativo aos instrumentos de luta contra a Covid-19», refere o comunicado.

Rosário Bento Pais, embaixadora da União Europeia para São Tomé e Príncipe, com residência no Gabão, destacou o papel desempenhado pela “Equipa Europa”.

«A “Equipa Europa” está mais uma vez empenhada em participar num gesto de solidariedade global, e faz votos para que estas vacinas ajudem a fortalecer a saúde da população e a conter a pandemia em 92 países, incluindo São Tomé e Príncipe», afirmou a embaixadora da União Europeia.

Portugal que para além de membro representa os interesses da União Europeia em São Tomé e Príncipe, marcou presença na cerimónia de recepção das primeiras 24 mil vacinas, no aeroporto internacional de São Tomé.

«Em plena Presidência portuguesa do Conselho da União Europeia, a Equipa Europa voltou a demonstrar um compromisso sem precedentes com os cidadãos de São Tomé e Príncipe, e estou certo de que esta campanha terá um grande impacto de contenção da pandemia», pontuou Rui do Carmo, embaixador de Portugal em São Tomé e Príncipe.

São Tomé e Príncipe é o segundo país africano de língua portuguesa que recebe vacinas para Covid-19 no âmbito da iniciativa COVAX. Angola foi o primeiro a receber as vacinas.

A “Equipa Europa”, felicita São Tomé e Príncipe como beneficiário do seu esforço para acelerar a entrega de vacinas aos países de baixo e médio rendimento. A contribuição financeira da “Equipa Europa”, para a iniciativa COVAX é de 2,2 mil milhões de euros. A maior contribuição financeira a nível mundial.

A Comissão Europeia, justificou o aumento da contribuição financeira à iniciativa COVAX, como instrumento para garantir o acesso universal a vacina da Covid-19. As declarações de Ursula Von Der Leyen, Presidente da Comissão Europeia, na cimeira do G-7, são citadas no comunicado da União Europeia.

«No ano passado, como parte da nossa resposta global contra o coronavírus, comprometemo-nos a garantir o acesso universal às vacinas em todo o mundo, para todos aqueles que delas necessitam. A Iniciativa COVAX é a que melhor nos permite atingir esse objetivo », declaração da Presidente da Comissão Europeia na cimeira do G-7.

Note -se que a Iniciativa COVAX é co-liderada pela Gavi, Aliança para a Vacinação, pela Coligação para Inovações em Preparação para Epidemias (CEPI), pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pela UNICEF. O seu objetivo é acelerar o desenvolvimento e o fabrico de vacinas COVID-19 e garantir o acesso justo e equitativo de 20% da população às mesmas, fornecendo 1,3 mil milhões de doses a 92 países de baixo e médio rendimento, até ao final de 2021.

Abel Veiga – Fonte Embaixada da União Europeia em STP  

    7 comentários

7 comentários

  1. Fuba cu bixo

    6 de Março de 2021 as 14:31

    O que nos vale mesmo é instituições internacionais que na realidade esta a governar S.Tomé e Príncipe porque na verdade temos um monte de Ministros e Secretários de estado que não fazem nada vestem fato para irem receber o que nos oferecem , não se vê uma única estratégia dos Ministros de criação de riqueza ou de emprego de coisa nenhuma a única ação que fizeram é plantar uns pés de mandioca muito triste governo sem ideias nenhuma.

  2. Andorinha

    6 de Março de 2021 as 14:43

    Ja se sabia da vinda das vacinas ofertadas a muito tempo mas não se conhece um plano de vacinação do governo as prioridades ou quem vai distribuir a vacina provavelmente vai ser a OMS a fazer isso para nós os nossos governantes camaradas simplesmente não fazem nada.

  3. Toto

    7 de Março de 2021 as 9:42

    Realmente se não fosse a comunidade internacional esse país estaria no fundo de poço. Os ministros e outros dirigentes só sabem exibir barrigas, fatos, viaturas e boquitas. Nem sabem expressar quanto mais preparar uma estratégia para o país.

  4. WXYZ

    7 de Março de 2021 as 14:51

    Conterraneo “Toto”. Quando dizes que se não fosse a comunidade internacional esse país estaria no fundo de poço. Isso depende do ponto de vista. Ha quem diz que se trata mesmo duma estrategia da comunidade internacional (o ocidente, os bancos mundiais, os FMI, BAD que ee banco Africano mas ee dirigido pelos brancos, as religioes importadas, enfim, etc…) para nos manter sempre como pedintes e a depender deles. E os nossos dirigentes politicos muitos ainda nao se despertaram para ver essa realidade. Levam nos toneladas e toneladas do nosso bom pescado e em troca dao nos arroz geneticamente modificado. Toneladas de peixe bem barrato que esse palerma de JBJ aceitou so. A comunidade international quis nos colocar como paiis de desemvolvimento medio, Mas quando o PT lhes pediu uma maior soma para resolver problema de energia e porto essa mesma comunidade recusou. Vao nos dando mesquinhas de emprestimo. A anterior legislatura pediu pelo menos uns 300 milhoes de dollares. Os gajos recusaram. E depois querem nos classificar como um pais de desenvolvimento medio.

  5. Zagaia

    7 de Março de 2021 as 15:55

    Caro amigo WXYZ,os credores só poderão emprestar dinheiro se houver garantia de payback. Se analisarmos bem,os nossos governantes não têem uma garantia que seja aceite pelo credor, porque ninguém dá nada a ninguém. Um bem haja.

  6. Padrasto

    8 de Março de 2021 as 17:16

    Toto. Não queres fazer parte do Governo. Se calhar vais ensinar como se governa melhor um país.

  7. Jorge D'Alva

    8 de Março de 2021 as 21:40

    Já se encontra em Portugal o grupo de santomenses provenientes de Inglaterra com testes falsos. Vão chegar na próxima sexta feira.
    Cabe ao Governo tomar medidas para confirmar que estas pessoa não estão infetadas na realidade. sinão teremos problemas com a proliferação da covid no país.
    Quem avisa, amigo é.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo