Política

Partido Novo promete criar um gabinete para incentivar a emigração

Abílio Espírito Santo, líder do Movimento para o Progresso – Partido Novo, está a partilhar a sua experiência como emigrante, e garante que é a melhor solução para o cidadão são-tomense resolver os problemas económicos e sociais.

Na campanha para as eleições legislativas, a liderança do partido, diz que está a transmitir uma mensagem clara e concreta ao eleitorado.

«De acordo a nossa ideologia, o foco, o ponto principal deve ser as pessoas. Não adianta construir pontes e prédios, e as pessoas viverem mal», declarou o líder do partido Novo.

Segundo o Partido Novo, São Tomé e Príncipe está parado. «Um país desanimado. A única solução que a gente vê neste momento é dizer as pessoas, pega avião e vai experimentar  a sorte por outras paragens», frisou.

Abílio Espírito Santo em contacto directo com eleitores na cidade de São Tomé

Se perder as eleições legislativas, Abílio Espírito Santo, garante que terá muito mais razão para implementar o projecto de promoção da emigração.

«Nós o partido Novo declaramos aqui, que após estas eleições vamos criar um gabinete. Achamos que o governo deveria faze-lo. Mas vamos faze-lo, para assessor toda gente, e incentivar toda gente, a pegar avião e viajar», garantiu.

O Estado são-tomense é o maior empregador. O partido novo contesta, e acusa o próprio Estado de não cumprir com as leis da República.

«Está na lei de financiamento dos partidos políticos, que os partidos devem receber financiamento no período eleitoral. Mas o governo não paga. Temos receio de não passar a mensagem em todo o país por dificuldades logísticas», reclamou Abílio Espírito Santo.

Mesmo sem o apoio financeiro do Estado, Abílio Espírito Santo e o Partido Novo acreditam num bom resultado nas eleições legislativas de 25 de Setembro.

Abel Veiga

5 Comments

5 Comments

  1. Lucas

    23 de Setembro de 2022 at 12:44

    Esvazia e depois o que fica?

  2. Nilson

    23 de Setembro de 2022 at 17:12

    Para isso funcionar, é preciso orientar muito bem as pessoas, e procurar encontrar os São-tomenses no estrangeiro interessados em dar apoio ou dar orientação como começar. Por exemplo, os riscos e os benefícios: conhecer as leis básicas de cada país para não se encontrarem em situação de deportação ou ilegalidade ou crime. Outro passo fundamental é como conseguir um lugar razoável onde o imigrante pode dormir e satisfazer as necessidades higiênicas, e mais importante é encontrar um emprego (qualquer emprego que dê garantias para sobrevivência básica). Antes de começar, será imprescindível aprender a língua local (pelo menos, um nível básico suficiente para comunicar e trabalhar). Depois de conseguir algum dinheiro, é necessário contatar um advogado ou advogada competente para ajudar com as papeladas, os vistos (antes de caducar), e outras logísticas. Na maioria dos casos, São-tomenses não têm negativa fama ou reputação de tráfico de armas, drogas, violência doméstica, e outros crimes graves. Neste sentido, nós temos mais oportunidades de safar. É preciso dar boas informações as pessoas antes de sair do país, e minimizar expectativas que de um dia a noite tudo muda e toda gente fica rica, etc. Não é assim: será necessário muito sacrifício e esperança para um dia melhor. É possível suceder fora de STP do que viver nas ilhas sem empregos.
    Eu acho que o primeiro passo seria aprender as línguas estrangeiras (depende do país onde as pessoas queiram aventurar ou procurar melhor condições de vida). Por exemplo, aprender o básico de Inglês, Francês, Chinês (Mandarin e Cantonese – O Mandrin é mais popular). O Espanhol mínimo não incomoda; ajuda. Mas, a língua inglesa é mais falada a nível de comunicação e comércio internacional. Entretanto, se uma pessoa estiver interessada a viajar para a China (Pequim, Hong Kong, Taiwan) é aconselhável ter alguém que tenha conhecimento como se virar lá quando chegar porque o governo Chinês é muito restrito. Todos os países do mundo têm regras, leis e normas. Existem mais restrições hoje em dia, mas aconselho as pessoas a explorarem África do Sul, Algeria, mesmo Cabo Verde, e outros países dentro do continente Africano. Quando obterem alguma facilidade de expandir para outros cantos do mundo, tenta Alemanha, outros países da Europa do Norte, Noroega por exemplo seria uma boa oportunidade, Inglaterra, Holanda, etc. Tenta EUA, México, Costa Rica, Thailandia, Botswana, e mesmo Angola, porque não?
    É melhor tentar viajar sem família porque com a mulher e filhos pode complicar um pouco. A melhor ideia seria encontrar alguma segurança em termos de emprego e habitação depois trazer a família porque em muitos países é necessário matricular as crianças nas escolas. Eu encorajo as pessoas se prepararem e ajudarem uns aos outros para tentar a vida noutros países porque existem muitos empregos no estrangeiro. Se tiverem experiência de trabalhar e fazer algo com as mãos (enfermeira, construção, eletricidade, agricultura, tecnologia, etc), pode dar. O ser humano preguiçoso ou inclinado em fazer bandidagens só com muita sorte porque a cadeia nesses países não é um lugar agradável para viver.

    Eu recomendo que as pessoas que têm experiências nesta área de imigração, os viajantes, negociantes, imigrantes São-tomenses na diáspora dê mais ideias e estratégia para ajudar a nossa gente com bons planos para eles sucederem.
    Quase todos os países no mundo querem pessoas para trabalharem e contribuírem na economia do país sem trafulhas ou cometer crimes. Procurar um país onde se poderá trabalhar, estudar e desenvolver a vida é que dá. E assim, com a poupança o São-tomense poderá investir nas ilhas e trazer divisas para investimentos e fazer São Tomé e Príncipe crescer.
    Meu povo, o sucesso na vida é possível, embora poder levar algum tempo – tenhamos esperança.

  3. Lucas

    24 de Setembro de 2022 at 11:54

    Olha lá nilson
    Deves ter palas nos olhos como os burros
    ou então algum complexo adormecido .
    Há um País na europa que eu escuso de nomear que é a grande mãe e o grande pai dos Santomenses.Mas em todos os sentidos
    Dá para entender ou tenho que fazer um desenho?
    A ingratidão é o pior dos pecados
    Fui

  4. Nilson

    24 de Setembro de 2022 at 21:01

    Portugal também é uma opção. Não existe mal algum explorar outros países na Europa e outros horizontes onde hajam mais oportunidades para nossa malta jovem São-tomense.
    Vamos fazer sugestões e compartilhar ideias positivas e construtivas sem insultos. Eu tenho a intenção de perdoar as pessoas com atitudes negativas. Leve leve: a vida é curta, as vezes bonita e complexa, meu povo querido, por isso tudo nas calmas.
    Paz!

  5. Nilson

    24 de Setembro de 2022 at 22:30

    O Gabão também é uma outra opção para ser considerado. Historicamente, tem-se observado uma presença notável e que evidencia uma substância de grande significado comercial e até eleitoral de uma parte da nossa população; os Emigrantes São-tomenses residentes no Gabão, África. Este país é logisticamente e geograficamente conviniente para a nossa gente em São Tomé e Príncipe porque constituiu uma distância muito mais curta de viagem seja marítima ou aérea em relação as nossas ilhas lindas, sobretudo, relativamente à outros países situados um pouco mais distante.

    Eu particularmente faço um apelo para que se fazer uma investigação generalizada sobre a situação actual de cada país, e pesquisar na internet as informações pertinentes do seu interesse particular antes de viajar para qualquer país do mundo. Vem à mente, por exemplo, o aspecto da estabilidade social, segurança, prosperidade economica razoável, e muitos outros aspectos importantes, nomeadamente as vagas de empregos, facilidade em se obter uma habitação condigna, transporte público, acesso à escola, centro de saúde, centros de diversão e recriação, etc.

    A nossa joventude precisa de empregos l. Uma opção é viajar fora do país. O amor ao trabalho honesto e bem remunerado é um bom valor para cada pessoa, e sempre tem sido um dos sonhos de muitos imigrantes. Mas, não desmoralizem se encontrarem muitos obstáculos ou dificuldades no princípio. Tenham esperança porque um dia melhor será absolutamente possível.

    Obrigado

    Nilson

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

To Top