Eleições presidenciais

Pedido de esclarecimento à CNE dos resultados provisórios das Eleições Presidências de 18 de julho

MANIFESTO SOCIAL Nº10/2021 Pedido de esclarecimento à Comissão Eleitoral Nacional dos resultados provisórios das Eleições Presidências de 18 de julho em São Tomé e Príncipe

O Observatório Transparência STP tomou conhecimento dos seguintes resultados provisórios das eleições presidências de 18 de julho divulgados pela CEN :

Votos válidos 81123 correspondentes a 97,1% ; Votos brancos 631 correspondentes a 0,75%; Votos Nulos 1793 correspondentes a 2,15%. No entanto, do somatório de todos os votos obtidos pelos 19 candidatos as eleições presidenciais, segundo o documento publicado pela CEN e as declarações do seu presidente Fernando Maquengo, verifica-se um total de 76626 votos.

Considerando que o número total de votos válidos devem ser iguais ao número total de votos obtidos pelos 19 candidatos, neste caso 76626 votos, não se consegue identificar com base em que fonte a CEN apresentou o resultado de 81123 votos válidos. Desta contradição o Observatório Transparência STP apurou uma diferença de 4497 votos.

Perante esta contradição que, em tese, poderá implicar a reivindicação da vitória nas Eleições Presidências de 18 de Julho, logo à primeira volta por parte do candidato classificado em primeiro lugar, bem como da colocação em segundo lugar do candidato classificado em terceiro, o Observatório Transparência STP exorta a CEN a esclarecer com urgência esta situação em prol da transparência e da verdade eleitoral.

O Observatório Transparência STP reitera que o seu papel, enquanto iniciativa da Sociedade Civil é o de questionar, alertar e contribuir para a defesa da legalidade, dos direitos fundamentais dos cidadãos, da transparência e melhor comunicação por parte dos decisores públicos, cabendo a estes, no âmbito das suas responsabilidades e funções, tomar as decisões com vista a salvaguarda do interesse público e no estrito cumprimento das leis em vigor e das regras da democracia que fundamentam o nosso Estado.

São Tomé, 20 de julho de 2021. Observatório Transparência STP + transparência > efectividade

Veja o assunto em registo vídeo : 

    6 comentários

6 comentários

  1. SANTOMÉ CU PLIXIMPE

    21 de Julho de 2021 as 7:18

    Demorou muito…vcs fizeram batota agora estão a criar confusão…Malandros…

  2. Matabala

    21 de Julho de 2021 as 9:49

    Verdade isso? 5000 votos faz muita diferença. Nunca tive dúvidas de Vila Nova passar para uma segunda volta mas nunca pensei que fosse com Posser. Delfim meu caro acho que os teus companheiro de coligação te tramaram rapaz…

  3. D T

    21 de Julho de 2021 as 10:45

    Que CEN tem muita explicação a dar sobre resustados desta eleição tem, mas que este Observatório é mais de Lama do que Transparência é outro facto. Nunca está em defesa da sociedade civil, mas sim em defesa de um grupo de marginais que já provaram que são marginais.

  4. Antonio Fernandes

    23 de Julho de 2021 as 8:21

    O Posser que está sendo levado a força para a segunda volta, pois não o merecia, está a pedir a recontagem dos votos. Engraçado. Não tem a coragem de dizer que não quero ir a segunda volta, porque já prevê o que vai lhe acontecer. Uma forte derrota, depois dele e dos membros da Troika estarem estes últimos anos a massacrarem o povo. Levaram as coitadas de mães e país de família para a pocilga em Bobo Forro, e não foram capazes de criar condições mínimas para que estes nossos irmão pudessem estar num local com mínima dignidade. tiveram o tempo suficiente para fazerem um mercado como deve ser antes de levar toda esta gente para aquela pocilga. O senhor presidente da Camara de Água Grande andou a dizer que não iria para bobo forro e que iria construir mais um piso no mercado central. Tudo falácias. E agora. Querem votos???
    O Delfim Canábis GIba, foi assessorado por alguns frustrados Neves Silva de Codo e Rolim de PTS. Indivíduos cadastrados que não mereciam ter acesso aos órgãos de comunicação social, pois não representam ninguém e são autênticos bandidos da nossa praça. Veem falar na Comissão Politica dos seus partidos, quando nas eleições não conseguem ter nem vinte votos. Comissão Politica??? hahaha.
    Outro assessor do Delfim Canábis Giba, foi o João Cavalas, mais conhecido por Mula Manca. Este é um profissional de roubo de eleições. Pergunta-lhe quando é que ele vai fazer eleições no Comité Olímpicos. Já está a dezenas de anos no Comité Olímpicos e as eleições s~~ao sempre fraudulentas. Sem vergonha vai a televisão para falar de fraude. Só mesmo em S.Tomé
    O Delfim recolheu o que plantou. è um bandido e foi rodeado de gangster e agora está a chorar. Ele esqueceu que o povo é o maior pistoleiro do que toda a sua equipa.
    Posser e Delfim, podem preparar umas férias juntas para o Ilhéu das Cabras e fiquem lá durante seis meses e quando voltarem poderão voltar com mais juízo.

  5. Santo

    23 de Julho de 2021 as 9:25

    Agora pergunto eu , O Observatório Transparência também concorreu para as eleições presidenciais em 18 de Julho? Ou está em defesa de algum candidato que chumbou na passagem à 2ª volta.

  6. ana bela

    23 de Julho de 2021 as 14:49

    viva Abel Bom Jesus

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo