Eleições presidenciais

Carlos Vila Nova rejeita os resultados provisórios e denuncia a CNE

O candidato mais votado nas eleições presidenciais de 18 de julho, rejeitou os resultados provisórios divulgados pela Comissão Nacional Eleitoral(CNE).

O candidato exige esclarecimentos da Comissão Eleitoral Nacional sobre o paradeiro de mais de 4 mil votos expressos nas urnas, nas eleições do último domingo.

Polémica pós – eleitoral está aberta em São Tomé e Príncipe. Américo Ramos, secretário-geral do partido ADI, e director de campanha de Carlos Vila Nova, foi quem falou a imprensa sobre a rejeição dos 39,47% dos votos expressos nas urnas, que a CNE atribuiu à Carlos Vila Nova.

«Os 39% não correspondem de maneira nenhuma os votos expressos a favor do engenheiro Carlos Vila Nova. Os nossos dados até o momento apontam para um valor de mais de 44% dos votos expressos a favor da candidatura do engenheiro Carlos Vila Nova….», declarou o director de campanha.

O candidato apoiado pelo partido ADI, na oposição, exige esclarecimentos por parte da Comissão Eleitoral Nacional, sobre os mais de 4 mil votos que estão em parte incerta.

«A CNE tem que vir, o mais urgente possível explicar ao povo onde é que estão os 4463 votos…», precisou Américo Ramos.

A candidatura diz que está a compilar todos os dados eleitorais recolhidos nas mesas de voto, nomeadamente os dados eleitorais do distrito de Mé-Zochi, cuja contagem através da emissão da rádio nacional e da TVS, foi segundo Américo Ramos, suspensa.

«Ou seja, o poder silenciou a Rádio Nacional e a TVS, logo que deu por conta que os dados de Mé-zochi apontariam para um aumento significativo de votantes, a favor de Carlos Vila Nova, o que traduziria numa maioria para o nosso candidato…», acrescentou.

Para além de exigir que a CNE dê explicações claras sobre os casos que enfermam o processo eleitoral, a candidatura de Carlos Vila Nova, denunciou o órgão que organiza e realiza as eleições no país.

«A CNE, está claramente ao serviço do poder, porque o Presidente da CNE é membro da comissão política do MLSTP… Quer dizer que o Presidente da CNE recebe orientações expressas do poder, e o governo apoia o candidato Guilherme Posser…» Afirmou para depois concluir que «estamos perante alguém parcial…»

A candidatura de Carlos Vila Nova, considera que só avança para a segunda volta do escrutínio, após devido esclarecimento pela Comissão Nacional Eleitoral dos casos registados na primeira volta das eleições presidenciais.

Abel Veiga

    16 comentários

16 comentários

  1. Obama Desorientado

    22 de Julho de 2021 as 3:46

    Mas se todos os candidatos reclamam é porque a CNE falhou, e concordo plenamente em recontar os votos antes de se avançar para segunda volta

  2. Matabala

    22 de Julho de 2021 as 7:43

    Calma meus caros..kkk…esses 4000 voto foram para Posser que tinha que destacar de Delfim doa quem doer kkkkk..de qualquer maneira com ou sem esse roubo o candidato Vila Nova não conseguia reunir os 50% necessário para passar logo na primeira volta. Portanto vamos deixar de bobo e fica Delfim a queixar que tem razão para isso mas fiquem vocês quieto e tranquilo que ganham isso nas calmas em Agosto sem estress

  3. José Manuel

    22 de Julho de 2021 as 7:57

    A Troika no poder preparou tudo para facilitar os seus candidatos. Só que a ambição do poder dividiu a troika no poder. A coligação UDD/PCD/MADF desmembrou-se em vário candidatos, com o senhor Roubama vulgo Canabis a liderar com banhos por todo sitio, o MLSTP desmembrou-se em Posser Inhonó, Maria da Esperança, Mamá Elsa e o Gorila Jorge e as coisas cambalharam.
    Agora estão a fingir de inocente, todos a acusarem os seus subordinados, Presidente do CEN, Maqungo MLSTP e o Vice Presidente do PCD, como sendo os Fraudistas das eleições.
    O Delfim diz que pôs água no bairro de hospital e não teve votos. O senhor como Presidente da Assembleia e dirigente deste país não fez mais do que a sua obrigação. Então queria que a população fosse lhe pagar com votos? O senhor repartiu cabazes com 200 dobras dentro. Eu recebi 5 cabazes que contribuiram para o meu fim de semana com 1000 dobras, isto é 5X200. Comprei uma boa garrafinha de vinho, comi um bom cozido, e fui votar no Vila Nova. Porque isto serviu para pagar os 5 dias de trabalho que estive na sua caravana a correr todo o dia. Agora estou a espera dos cabazes do Posser na segunda volta, pois a minha garrafinha de vinho já terminou. Esta campanha devia continuar durante os restantes tempos do governação da Troika, pois foi uma forma de criarem emprego aos jovens. Vi jovens na praça, transformados em DJ com músicas altas todo o dia, com bom subsidio de dinheiro diário, vi jovens atrás de carinhas e camiões com musica em todo o país, e cheguei a conclusão de que os nossos jovens adoram este tipo de emprego.
    Vamos institucionalizar isto no país.
    Bem haja STP

  4. José Mendonça de Sousa

    22 de Julho de 2021 as 8:12

    E agora? e Agora???? E agora Senhor Roubama
    Será que o senhor irá ter coragem de voltar a assumir a presidência da Assembleia Nacional? Com que cara o senhor poderá dirigir um órgão destes, quando o senhor pode comprovar, que com todos os banhos dados a população nos quatro cantos do país, a população lhe rejeitou. O senhor não é e nunca pode ser um digno representante deste povo, e por tanto não pode continuar a ser o Presidente da Assembleia.
    Peça a sua demissão e realize uma nova votação, para eleger um novo presidente. Porque o seu par Levy Nazaré foi ainda pior. O seu candidato Carlos Stok da Geração Esperança, que passou alguns dias no ADI como Ministro e começou a reivindicar como sendo militante do ADI, apanhou uma bofetada da população que vai vos fazer pensar mil vezes antes de falarem mal do ADI.
    Vocês são como cães sarnentos. O ADI pegou-vos, deu banho com azeite de palma para vos retirar a sarna no corpo, e em vez de agradecerem, passaram a morder quem vos deu banho e vos retirou as sarnas. E agora. Vão agora contar os pés para pedirem desculpas e voltarem a buscar um cantinho no ADI, ou vão reviver a vossa Geração Esperança?
    O Tal Arlindo Ramos que também foi Ministro no Governo de ADI. E agora??? Vais ter que acompanhar o Julio Silva para os vosso Partido CODO. Porque ouvi dizer que Julio é do ADI. ADI movas má zé. O Julho foi Ministro ou Secretario de Estado a representar o CODO. DE repente dizem que foi do ADI. Arlindo Ramos, falem com o vosso patrão lá do CODO para vos arranjar um lugar na comissão politica deste partido, e podem fazer uma coligação com PTS e vão ter o vosso Rolim a vossa disposição.
    Ou no caso contrário vão ter que seguir o conselho de Sangazuza, que diz o seguinte. Légué bi, légué bi, zuga casca de fluta dé. Na panté da non fá, légue bi. Peçam desculpas ao ADI, talvez que serão perdoados, pois sei que o ADI não é rancoroso.
    Força Companheiros

  5. Fuba cu bixo

    22 de Julho de 2021 as 9:07

    Se fosse os partidos de nova maioria que os cinco mil votos desapareceram o MLSTP ja estariam na rua a queimar carros,o ADI é um partido pacifico mas vocês não devem abusar o CEN diz só onde andam os 5 mil e tal votos o povo quer saber.

  6. Vigilante da Grota

    22 de Julho de 2021 as 10:12

    Kwa s’ca bila cácá-de-plôcô!
    Isto é mesmo uma rumba que esta a virar kirumba.
    Maka Grande no Quintal e a Comissão eleitoral terá que tirar a camisa.
    Perante tantas denuncias de todas as partes, porque esse país não suporta a repetição dessas eleições, como sendo uma altertativa para a solução desse problema, a única saida é remeter tudo para eleições gerais noproximo ano.
    Pronto Falei! Ou melhor, emiti a minha opinião!

  7. Povinho

    22 de Julho de 2021 as 10:46

    Enquanto o país esteja com instituições politizado, tudo vai correr mal. A CNE devia ter um diretor isento de qualquer influência partidária. Ou seja, neutro. O seu diretor faz parte do membro do MLSTP e isso não trás confiança aos eleitores. Em todas as instituições de alta relevância do país tem influência partidária. Por isso, existem favoritismo e nepotismo que nunca vai acabar porque esses corruptos pensam que STP é deles e fazem o que querem. Ou seja, as máquinas do estado que faz mover o desenvolvimento, está nas mãos dos senhores políticos. Onde é que já se viu um país assim? E os maiores conflitos que geram a instabilidade no país têm essas raízes. Esse país em termos governativos, se continuar assim, não tem futuro.

  8. Gil

    22 de Julho de 2021 as 13:39

    Acho surreal às declaraçoes dos membros/ candidato do Exmº senhor CARLOS VILA NOVA!

  9. Gil

    22 de Julho de 2021 as 13:40

    Os membros do partido A.D.I!

  10. Madiba

    22 de Julho de 2021 as 16:59

    Concordo em absoluto. Sem o devido esclarecimento, a segunda volta está também ela completamente azedada!

  11. Antonio Fernandes

    23 de Julho de 2021 as 8:07

    O senhor Posser da Costa, mais conhecido por Nhonon declarou que quer a recontagem dos votos. Este senhor deveria ter a coragem que Pinto da Costa teve, quando foi declarado para ir a segunda volta com Evaristo.
    Sabendo que na segunda volta ele iria apanhar uma surra, este declarou que não iria participar na segunda volta. Tanto é, que a Maria das Neves andou atrás do Pinto, para permitir que ela que estava no terceiro participasse na segunda volta e o Pinto lhe disse NIET, Não. Por isso a Maria das Neves odeia tanto ao Pinto
    Como o Posser já prevê o que está para vir, então está com truque de recontagem dos votos. Tenha coragem e faça como Pinto Posser. Diga que não queres ir a segunda volta e assim poupas o país de mais despesas.
    Força Camarada Posser. Sou seu amigo e militante do nosso MLSTP. Mas o que vocês estão a fazer eu não posso votar em ti. Só se devolveres o dinheiro do Jardim público que vendeste ou se pedires desculpas aos pais de familia do CKDO que contribuíste para desempregar.
    Força Camarada

  12. manuel

    23 de Julho de 2021 as 9:35

    Esse cargo de Presidente da Comissão eleitoral não poderia nem deveria ser pessoas indigitados pelos partidos ou coligação. Sobretudo um membro activo e com responsabilidade no partido. Quando assim dá no que deu. Ele enquanto membro activo do partido não pode nessa fase participar em nenhuma reunião nem encontros com individualidade de partido e outros, para não ser orientado o que fazer em determinado momento e em determinada fase. Está na hora dos políticos arrumarem esta questão de uma vez por todas. Esse cargo tem que ser pessoas extras ao partido e por concurso público. Assim já não haveria casos tristes como esse ultimo.

  13. mezedo

    23 de Julho de 2021 as 10:09

    Eu também concordo com recontagem dos votos
    mas, deve ficar claro que após recontagem não pode haver bandidos pagando pessoas para reclamar vitoria falsa.

    Tenho exemplo claro de elementos da comissão eleitoral de alguns distrito ao serviço do Partido ADI que manipulavam elementos das mesas de votos, onde na mesa só encontravam gentes deste partido o mesmo assentou afrente da mesa de voto e todo pessoal que vinha votar o mesmo elemento abordava e conversava, na hora da contagem o presidente da mesa impediu Delegado de outra candidatura de assistir a contagem e para o espanto V. N. ganha com largos números de votos.

    e mais ainda o mesmo numa conversa com alguém da sua zona diz que graças a ele o V.N ganho naquela zona porque ele anulou vários votos do Pósser da Costa.
    não deu conta que alguém escutou a conversa.

    Assim quer ganhar e vem revindicar que foi roubado. Devia ter vergonha.

    Devem sim fazer a recontagem dos votos em todo Distrito.

  14. Granda Chatice

    23 de Julho de 2021 as 16:24

    Agora o DN vai negociar com aquele que aceitar pagar os prejuízos que teve.

    Granda Chatice, mas pior ainda vai ser quando ele começar a ver familiares com giba e cara cheia

  15. Vanplega

    23 de Julho de 2021 as 17:54

    Os 4463 votos,foram visitar o Pinta Cabra, kkkkkkkkkk foi ele quem està por de tràs desse desaparecimento.

    Para esclarecer està situaçāo, temps que chamar os Ruandeses

  16. Granda Chatice

    25 de Julho de 2021 as 11:05

    Quero tudo menos militares ruandeses outra vez aqui, ninjas no parlamento, um primeiro ministro turista, sobretudo nesta altura de pandemia.

    Sei de algumas que andam a rezar que regressemos militares porque faturavam muitas dobras e nemsequer pensam no pais.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo