Eleições presidenciais

Juízes do TC receberam orientação clara do Estado para resolver a crise do processo eleitoral

O Tribunal Constitucional, o epicentro da actual crise eleitoral, foi orientado com máxima brevidade uma deliberação, ou acórdão, que permita a continuidade do processo para eleição do novo Presidente da República.

Esta é uma das principais conclusões, saídas da reunião de emergência convocada pelo Presidente da República Evaristo Carvalho, na quinta – feira.

«O Tribunal Constitucional vai-se reunir no sentido de encontrar uma decisão que permite uma saída...», declarou Francisco Pires na qualidade de porta-voz da reunião.

O Presidente da República Evaristo Carvalho, reuniu-se com os demais órgãos de soberania, com os juízes e o Procurador Geral da República, para desbloquear o processo eleitoral, que ficou interrompido após a divulgação pela Comissão Eleitoral Nacional dos resultados provisórios.

«Concluiu-se que o processo eleitoral deve continuar. Que o país deve manter-se calmo e tranquilo…», acrescentou Francisco Pires.

A Comissão Eleitoral Nacional, outro foco de contestação nessas eleições presidenciais, foi orientada a dar seguimento aos seus trabalhos no sentido de realizar a segunda volta das eleições presidenciais.

«A comissão eleitoral vai dar seguimento aos seus trabalhos, e em concertação com o governo encontrar os meios necessários para que o processo eleitoral possa concluir», afirmou o porta-voz da reunião.

Agora São Tomé e Príncipe, aguarda pelo consenso entre os 5 juízes conselheiros do Tribunal Constitucional. Consenso que poderá reactivar o processo eleitoral para escolha do novo Presidente da República.

Abel Veiga

    6 comentários

6 comentários

  1. Gregorio+Furtado+Amado

    30 de Julho de 2021 as 8:56

    Boa iniciativa por parte da presidencia. Foi demais. A ganância, familiarismo, amiguismo e interesse de grupos influenciaram a mente desses juízes. O Delfim deve entender que na democracia ou ganha ou perde. O que transitou-lhe para terceiro lugar foi o que a comissão politica do MLSTP tramou contra ele em relação a plantação de canabi no nosso país o que JBJ podia e muito bem resolver no Conselho de ministros. No mesmo momento comunicaram as bases sobre essa mentira contra Si e acrescentaram que iriam analisar na assembleia o reajuste salarial depois lançaram na rádio que PCD retirou a discussão, tudo mentira para conseguirem o segundo lugar. Mas a ganancia do poder irá insistir no Delfim e ele irá continuar mesmo assim a apoiar essa maioria delapidadora da coisa publica. Desde 1976 que o salário mínimo era de 2400 dobras e os sucessivos governos andaram a subtrair e hoje para repor essa verdade foi necessário voltar os jornalistas contra os juizes, os trabalhadores contra os das finanças e os tecnicos da assembleia, dividindo para reinar. Três anos na governação e esse momento de eleição é que querem tirar partido com reajuste salarial? Deixem os juizes em paz. O que aumentou salario dos juizes deve ter sido o subsídio de 500 dolares para renda de casa que todos os ministros também recebem. Esses partidos históricos são todos muitos viciados. Aqui em S.Tome devia acontecer o mesmo que aconteceu na Guiné-Bissau. Esperemos ansiosamente pela decisão que venha retratar a vontade popular.

  2. Manuel Aragão

    30 de Julho de 2021 as 11:16

    Podem avançar com o processo. Mas têm que avançar também com o processo de destituição deste Presidente do Tribunal e do seu amigo Garrido. Isto porque no próximo ano, temos eleições legislativas, onde o mesmo irá fazer a mesma coisa ou pior se PCD não ganhar.
    Para mim este homem perdeu toda a confiança do povo.
    Devem ser afastados num órgão tão importante como este

    • Guiducha

      31 de Julho de 2021 as 12:43

      O presidente do tribunal, Pascoal Daio, é um corrupto, um complexado que viveu sempre ACABRUNHADO, não se divertia como jovem estudante como todos nós o faziámos, vivia OBSCECADO no quarto dele da CITÉ Universitária Étienne Dolet( Clermont-Ferrand), a decorar as leis para depois repiti-las como papagaio…não viveu a juventude dele, não passou pelas étapas que todo o ser humano normalmente constituído passa. Ele que já tinha esta tendência marginal acabou por cair na sua própria delinquência ora que estudou leis para combatê-las. É de notar que muitos FORA da LEI são pessoas que fazem parte do sistema que aplica o respeito das LEIS ( policías, gendarmes, juristas e por aí fora). Pascoal Daio devia ser julgado, condenado e proíbido de exercer qualquer tarefa que tenha a ver com a justiça, porque ele é cambalacheiro, aldrabão,vigarista CORRUPTO,falso e muito perigoso.

  3. paula

    30 de Julho de 2021 as 15:49

    Obrigado senhores juízes pela coragem. Obrigado senhores presidente do supremo tribunal e o presidente da República

  4. Granda Chatice

    30 de Julho de 2021 as 16:07

    Estamos a ser motivo de xacota ….19 candidatos…credo! nem nos Estados Unidos de America.

    Um presidente de TC a agir como tivesse sob efeito do liamba

    Granda Chatice

  5. Pouca vergonha

    31 de Julho de 2021 as 20:36

    De tudo isto acho mais piada a postura deste tal Hamilton Vaz que em 2018 incentivou as pessoas a queimarem a viatura da juíza porque a mesma estava a recontar os votos. Agora esse mesmo rapaz, depois de fumar cannabis vem a televisão todo possuído dizer que se deve fazer recontagem de votos.
    Esses indivíduos não são sérios.
    Quanto a esses juízes medíocres deviam ir para casa.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo