Sociedade

“As Nações Unidas estão convosco”, diz Guterres em português a moçambicanos

Foto : UNICEF Família moçambicana em frente a um abrigo provisório, na cidade da Beira, em Moçambique.

Secretário-geral das Nações Unidas gravou mensagem em língua portuguesa dirigida aos moçambicanos; António Guterres expressa solidariedade após a devastação sofrida com a passagem do ciclone Idai, que fez “centenas e centenas” de vítimas; acompanhe aqui a cobertura especial da ONU News. 

Esta segunda-feira, o secretário-geral das Nações Unidas enviou uma mensagem, em português, para Moçambique.

 

António Guterres lembra as “centenas e centenas” de vítimas, mostrando solidariedade com o povo e governo moçambicano e enviando condolências às famílias das vítimas.

O chefe da ONU também apela a uma “ajuda maciça” a Moçambique, para que o país “possa recuperar o mais depressa possível desta imensa tragédia.”

Leia aqui a mensagem completa de António Guterres:

“Face à imensa tragédia que assolou Moçambique, eu quero exprimir a minha total solidariedade ao povo moçambicano e ao seu governo e, ao mesmo tempo, as minhas sinceras condolências às famílias de centenas e centenas de moçambicanas e moçambicanos que morreram. Não sabemos ainda o número certo.

Ao mesmo tempo, exprimir a todos os que perderam membros da sua família ou perderam a sua casa, que viram as escolas onde os seus filhos estudavam destruídas, as estradas que percorriam desaparecer, que não mais têm a possibilidade de colher aquilo que semearam.

A todos quero dizer que as Nações Unidas estão convosco, que os trabalhadores das agências das Nações Unidas, no plano humanitário, no plano do desenvolvimento, desde a primeira hora, procuram fazer o seu melhor para ajudar o povo moçambicano a sair desta crise enorme e a recomeçar o seu caminho de desenvolvimento.

Vai ser duro, vai levar tempo, vai exigir uma mobilização muito grande de todos os esforços, nacionais e internacionais. Mas nós nas Nações Unidas estamos convosco e estamos, ao mesmo tempo, a apelar à comunidade internacional para uma ajuda maciça a Moçambique, para que Moçambique possa recuperar o mais depressa possível desta imensa tragédia.”

 PARCERIA – Téla Nón / Rádio ONU 
    Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo