Sociedade

Juiz ordenou prisão preventiva para 3 tripulantes do Amfitrit

Após audição de 10 arguidos acusados pelo Ministério Público pela prática do crime de homicídio involuntário, o Juiz de Instrução, ordenou na noite de quinta – feira que o comandante, o vice-comandante e o responsável comercial do naufragado navio Amfitrit, fossem conduzidos a cadeia central em regime de prisão preventiva.

Outros 7 arguidos, incluindo os membros de direcção do Instituto Marítimo e Portuário(IMAP), foram postos em liberdade sob termo de identidade e de residência.

Os 10 arguidos são responsabilizados pelo Ministério Público pelo naufrágio, no dia 25 de Abril último do navio Amfitrit. O acidente ocorrido próximo da ilha do Príncipe, matou 8 pessoas, sendo 4 crianças e 4 adultos. Outras 9 pessoas são dadas como desaparecidas.

Abel Veiga

    3 comentários

3 comentários

  1. MIGBAI

    17 de Maio de 2019 as 5:50

    Só mesmo em STP acontecem decisões deste calibre por parte da justiça.
    País sem futuro.

    • Português

      17 de Maio de 2019 as 18:03

      Vejo que, o meu caro, não está ainda pronto pra viver e conviver numa sociedade onde “regras” reinam

      Obrigado pela atenção😉

  2. EX

    17 de Maio de 2019 as 9:46

    Falta os Fiscais do Porto, que não exerceram a devida fiscalização das mercadorias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo