Sociedade

Yo Grande e Malanza vão beneficiar de infra-estruturas sociais

O projecto WACA financiado pelo Banco Mundial, apresentou ao público da região sul da ilha de São Tomé, o plano de ordenamento urbanístico da comunidade de Yo Grande. Comunidade piscatória, Yo Grande, localizada na foz do rio com o mesmo o nome, é considerada uma das regiões de grande índice de pobreza e também de risco, face aos efeitos das mudanças climáticas.

Efeitos caracterizados pelo surgimento de ondas gigantes. Entre os anos 2015 e 2016, as ondas gigantes invadiram a comunidade de Yo Grande, tendo destruído o murro de vedação da escola local.

O projecto de investimento em resiliência das áreas costeiras da África ocidental, (WACA), vai implementar o projecto de ordenamento urbanístico, para dar segurança e qualidade de vida a população local que tem a pesca como uma das principais actividades.

Para além do ordenamento urbanístico de Yo Grande o projecto de investimento em resiliência das áreas costeiras da África ocidental,  vai dar início a construção de casas sociais na comunidade piscatória de Vila Malanza, também no  sul da ilha de São Tomé.

Em Malanza a zona de expansão segura já tinha sido sido definida há algum tempo. Silvino Mendes, engenheiro da WACA, explicou que o concurso público para construção das casas sociais na Vila Malanza, já foi lançado, e que as obras deverão iniciar nos próximos dias.

Abel Veiga

    1 comentário

1 comentário

  1. Amaral Afonso

    1 de Setembro de 2020 as 15:37

    Noticias como estas dão vontade de ler e escutar. Coisas que beneficiam povo pequeno. Já tinha ouvido falar destas atividades já a alguns anos atrás, mas parece que as coisas estão a andar. Parabens a comunidade e povo de Iô Grande. Força e Bem Haja as pessoas que estão a trabalhar nesta iniciativa. Obrigado o parceiro Banco Mundial
    Parabens S.Tomé e Príncipe

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo