Sociedade

Trabalhadores do “CKADO” manifestam-se esta sexta feira

20 trabalhadores do centro comercial CKADO, foram despedidos pela administração da empresa na tarde de quinta – feira, 18 de Março.

A Organização Nacional dos Trabalhadores de São Tomé e Príncipe, ONTSTEP – Central Sindical, revelou para o Téla Nón, que a decisão tomada na quinta – feira, pela administração do CKADO, é ilegal.

Ilegal, porque segundo o sindicato há mais de dois meses que está a negociar com a administração da empresa CKADO, para impedir a intenção manifestada na altura pela administração do centro comercial em despedir os 20 trabalhadores. ~

Segundo João Tavares, secretário-geral da ONTSTEP, porque a administração da empresa não recuava na intenção de despedir os 20 trabalhadores, a Organização Nacional dos Trabalhadores de São Tomé e Príncipe, submeteu na manhã de quinta-feira, uma queixa ao Ministério Público, contra a administração do centro comercial CKADO.

O sindicato considera que em função do processo submetido ao Ministério Público, a administração da CKADO não pode despedir os 20 trabalhadores.

A ONTSTEP –Central Sindical, já marcou para a manhã desta sexta feira, uma manifestação dos trabalhadores diante do Centro Comercial CKADO.

Abel Veiga

    7 comentários

7 comentários

  1. arroz podre

    19 de Março de 2021 as 8:43

    Com as medidas para travar a COVID as empresas estão a ver os seus rendimentos a baixar. Quem paga são os mais fracos (trabalhadores).
    O processo remetido ao MP não vai dar em nada. Porque se não há dinheiro não se pode fazer nada.

  2. Credo

    19 de Março de 2021 as 11:44

    E o ministério de trabalho tem feito o quê para defender esses trabalhadores?
    Pelos vistos é um ministério só de nome.

  3. Zagaia

    19 de Março de 2021 as 12:34

    Se é ilegal,o CKDO despedir trabalhadores? Então o estado que nacionalize o CKDO. Pois, se a empresa, tem os seus custos altos, poderá ir á Falência e assim será pior para todos os stakeholders( forneçedores,recursos hunanos e os clientes).

  4. A chicotada do Incumprimento do reajuste salarial está prevista para as LP. Os santomenses sabem bem aplicar o slogan faz sai.

    19 de Março de 2021 as 17:57

    o Pósser vai apanhar uma chicotada nas eleições presidenciais. A chicotada do Incumprimento do reajuste salarial está prevista para as Presidenciais. Os santomenses da função publica sabem bem o slogan: faz sai.

  5. Toni

    19 de Março de 2021 as 18:59

    Lei de mercado, lei de organizações privadas!! Se não há rendimentos têm que diminuir extruturas, lógico do mercado de trabalho e empresarial.

    Se calhar os serviços do estado deveriam apreender

  6. Andorinha

    19 de Março de 2021 as 19:54

    Estamos em um país que nada funciona, por isso que estes trabalhadores e o povo estão lixados e feito ao bife.
    Como é que podem levantar um dia e despedir vinte tal trabalhadores?
    Estes trabalhadores não discontaram para segurança social de S.Tomé? Cadê os seus direitos. Estes problemas como o problema de criança de 5 anos violada pelo padrasto o Primeiro Ministro Jorge bom Jesus fica caladinho no seu gabinete e não faz nada o povo não pode contar com este governo para nada.

  7. SEMPRE AMIGO

    20 de Março de 2021 as 19:18

    Infelizmente pela TVS não se conseguia ler os conteúdos dos cartazes dos manifestantes.Também não é isso o mais importante. O mais importante é estarmos conscientes que, neste mar de tormentas, estamos todos navegando numa pequena barcaça.A solidariedade é a nossa tábua de salvação.Patrões e trabalhadores têm que encontrar, neste momento transitório imposto pela pandemia, e com o apoio concreto do Governo,uma solução transitória que garanta a SOBREVIVÊNCIA de uns e de outros.CADA UM PARA SI e O INFERNO PARA…TODOS seria o fim ,o naufrágio da nossa barcaça.Não haverá sobreviventes.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo