Desporto

Seis de Setembro consagra, Palmar permanece e Guadalupe desce

Os Militares de Seis de Setembro venceram o Monte Café, por 3-1, no Estádio Olímpico de Folha Fede, na última jornada do campeonato doméstico, e vai representar São Tomé, na Grande Final do Campeonato Nacional de São Tomé e Príncipe, diante da Sundy, no próximo sábado. Palmar no último suspiro conseguiu a permanência, em detrimento do Guadalupe que caiu para a II Divisão. 
 
Na véspera da Finalíssima do Campeonato Nacional da Primeira Divisão, diante do Operários do Príncipe, o Seis de Setembro, foi ao campo do Agrosport de Monte Café, no último jogo do campeonato – série São Tomé, vencer, por 3-1. 

O primeiro momento de alegria aconteceu aos 35 minutos, com o Luciano Dias a picar a bola sobre o guarda-redes, fazendo 1-0, evidenciando a supremacia dos militares nos primeiros 45 minutos.  

O 2-0 surgiu aos 67 minutos, num dos bons momentos da tarde, por Erdicliton, com um chapéu ao guarda-redes.

Aos 75 minutos, o Monte Café conseguiu reduzir com um golo de Samuel, que relançou o desafio. 

 Já nos descontos o Seis de Setembro, numa jogada de contrataque, fez o 3-1, com Escurinho a marcar na própria baliza.   

No final, Abdalá Santos, treinador do Seis de Setembro, frisou que está consciente da situação, lembrando que ainda não ganharam nada, por isso pede muito concentração e foco aos jogadores.

No que toca à manutenção, o Palmar goleou fora a UDRA de Angolares, por 5-1, e conseguiu garantir a permanência. Terminou com os mesmos pontos do Guadalupe, que apesar da vitória por 3-0 frente ao Caixão Grande, ficou em desvantagem no confronto direto, e acompanhou a União de Correia na decida ao Escalão Secundário.  

Martins dos Santos

FAÇA O SEU COMENTARIO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

To Top