Economia

Fábrica de transformação de produtos florestais não lenhosos vai nascer com apoio do Japão ´

Produção de mel de abelha é um dos produtos florestais não lenhosos, que vai beneficiar do projeto financiado pelo Japão.

No quadro do programa de cooperação bilateral, designado donativo aos micro-projectos locais que contribuem para a segurança humana, o governo do Japão anuncia num comunicado que assinou acordo com a ONG ALISEI, para execução do projecto de construção e apetrecho em equipamentos do centro de transformação dos produtos florestais não lenhosos na cidade de Neves, norte da ilha de São Tomé. A embaixada do Japão diz no comunicado que o projecto está avaliado em 70.310 euros.

Ruggero Tozzo(na foto de capa), representante residente da ONG Alisei em São Tomé e Príncipe foi o subscritor do acordo de donativo financeiro, com o Governo do Japão representado pela encarregada de negócios da embaixada, Kiyohara Seiko(Na foto).

«Este projecto visa construir um novo edifício e a instalação de equipamentos, que permitam a diversificação da produção da Associação Fluta Non», explica a embaixada do Japão.

A representação diplomática do Japão, destaca dentre os produtos florestais não lenhosos, a serem fabricados o mel de abelha.

«Com o novo centro a produção será diversificada e a Associação Fluta Non, terá capacidade de acolher mais agricultores», frisa o comunicado.

As autoridades diplomáticas japonesas consideram que o donativo financeiro não só dará apoio aos agricultores membros da associação Fluta Non, mas também aos habitantes de São Tomé e Príncipe que beneficiarão da produção diversificada de produtos florestais não lenhosos.

A unidade de transformação de produtos, será composta por 1 sala para armazenamento da matéria prima, uma sala para manipulação e transformação dos produtos, uma sala para embalagem, outra sala para conservação dos produtos, um escritório, um vestiário, e instalações sanitárias.

«O Governo do Japão dá importância particular aos projectos baseados na segurança humana», diz a embaixada do Japão em São Tomé e Príncipe.

Segundo o comunicado o programa de cooperação bilateral de apoio a micro-projectos locais, foi lançado no ano 2007. 27 projectos já foram realizados, envolvendo o valor de 1.889.000 euros.

Abel Veiga

Os ONG santomenses interessadas em participar no programa de micro-projectos locais, para atender as populações podem consultar o formulário e outros documentos de acesso através dos links em baixo:

(http://www.ga.emb-japan.go.jp/itpr_fr/apd_fr.html).
(https://www.facebook.com/JapanEmbGabon)

 

    Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo