Política

Governo fala do caso Américo e promete mais ataques anti-corrupção

Foi por causa do crédito de 30 milhões de dólares, que o assessor económico e financeiro do Presidente da República Evaristo Carvalho, assinou em 2015, quando era ministro das Finanças, e também por causa do acordo de crédito de financiamento que o mesmo assinou com o fundo Kwaitiano no valor de 17 milhões de dólares, que o governo accionou a polícia judiciária para investigar os factos.

«Desconhecendo até o momento a utilização desses empréstimos, foi o governo surpreendido com uma carta do fundo kwaitiano, reclamando o pagamento de juros, por desembolso do empréstimo já efectuado no valor de 246 mil dólares norte americanos», diz o governo num comunicado distribuído a imprensa.

O Governo acrescentou ainda que «não tendo em seu poder qualquer documentação que comprove o paradeiro dos 20 milhões de dólares em falta do empréstimo»,  contraído com a empresa “China International Fund”.

E por outro lado «desconhecendo a quem terá sido pago o montante já desembolsado do empréstimo Kwaitiano, o actual governo procedeu a uma vasta recolha de informações que o levaram a concluir estar na presença de indícios bastante fortes que podem constituir graves crimes económicos previstos e punidos pela nossa legislação penal e outras legislações de combate à prática de crimes económicos e financeiros».

A investigação levada a cabo pela Polícia Judiciária é considerada legal. Segundo o Governo a lei orgânica da Polícia Judiciária define que ela, «tem poderes exclusivos para investigar os crimes de corrupção. Peculato, participação em negócios, trafico de influência e branqueamento de capitais denunciados por qualquer cidadão, e consequentemente poderes para deter os suspeitos da prática dos mesmos».

O comunicado do governo deixa entender que mais detenções por alegados crimes de corrupção financeira deverão ocorrer nos próximos tempos. «O Governo tem vindo a detectar outros actos lesivos a economia nacional, e que de igual modo irá fazer oportunamente a sua denúncia junto às autoridades competentes»

O executivo de Jorge Bom Jesus, que elegeu a luta contra a corrupção como a Bandeira da sua governação, avisa que «as leis da República são de cumprimento obrigatório para todos os cidadãos e ninguém pode merecer tratamento privilegiado».

Leia na íntegra o comunicado do Governo, para ter mais pormenores: comunicado americo (1)

Abel Veiga

    18 comentários

18 comentários

  1. Vanplega

    4 de Abril de 2019 as 22:02

    Que o atua governo trabalhem, trabalhem,esclarecem todo a sociedade

    Meus Senhores, endireita esse país, o povo não vai aceitar mais a pouca vrrgonha dos nossos governantes

    Como disse o ex- presidente da assembleia, vamos avançar

    Vamos avançar, não é caça as bruxas.

    A justiça que faça sua parte

  2. Jose Castro

    4 de Abril de 2019 as 23:23

    E o caso do Presidente da Assembleia Nacional Delfin Neves, tambem nao o vao prender para investigator?

  3. Windows 11

    4 de Abril de 2019 as 23:26

    S.tome vai ficar muito mal visto a nivel internacional como ja tinha referido no meus anterior comentário esta realmente aberto a caça aos dirigentes do ADI nunca vi isto em lado nenhum do mundo em quarenta e tal anos de independência temos imensos casos de crimes de corrupção que nunca os seus actores foram presos e de repente chega o governo do MLSTP muda os juízes coloca uma directora da PJ que é militante do MLSTP filha de dirigente do MLSTP e em 3 meses de governação a PJ começa a fazer prisões celetiva aos dirigentes do ADI.
    Estas ações cordenadas pelo governo tem como objetivo aniquilar o ADI.

    • Sartre

      5 de Abril de 2019 as 11:39

      No ranking de combate a corrupção vai ficar dos primeiros!

    • CACAU

      5 de Abril de 2019 as 11:45

      Temos que começar de algum lado. O importante é apareceu alguém com coragem para investigar os crimes cometidos por dirigentes corruptos. O que o sr. sugere continuar a fechar os olhos para os crimes simplesmente porque os anteriores cometidos não foram investigados.

    • EX

      5 de Abril de 2019 as 13:06

      Então explica paradeiro dos milhões e pronto

  4. Pedro Costa

    5 de Abril de 2019 as 5:25

    Estes casos não deveriam ser uma questão do governo, mas sim de justiça. No entanto algum organismo tinha de fazer alguma coisa. Nos bastidores ouviu-se tanta coisa e como não há fumo sem fogo, deduzia-se que algo estava mal

  5. mario mendes

    5 de Abril de 2019 as 8:20

    Aqui está a clara interferência do Governo na Justiça quando se ouve o tal comunicado…..é assim que querem os tribunais…..manipulados…..
    Não se pode utilizar a justiça para atingir objectivos políticos.

  6. mario mendes

    5 de Abril de 2019 as 8:21

    Ainda vai haver muita coisa….o pior está para vir….

  7. salmaçar 2

    5 de Abril de 2019 as 8:57

    “São Tomé vai ficar muito mal visto”, Porquê? São Tomé já é mal visto, porque os governantes só roubam e fazem nada, São Tomé é mal visto porque em 40 anos de independência os sucessivos governantes enganaram o povo, São Tomé é mal visto, porque ao invés de os partidos políticos discutirem melhoria de vida do povo, discutem pessoas e famílias. Portanto, não podemos continuar a apadrinhar “gatunos”. Por isso, nós, os São-tomenses, devemos felicitar a Polícia Judiciaria (PJ) pelo trabalho inédito sobre a corrupção contra os chamados de ” graúdos” em São Tomé.

  8. Eu sou a mensagem

    5 de Abril de 2019 as 10:45

    Meus senhores, independentemente de que partido for, isto não está em causa. O que está em causa, é investigar e saber quem anda a arruinar o país com os seus atos corruptos e financeiros. Nós como povo destas ilhas maravilhosas, devemos colaborar. Não falem de partidos políticos. Mesmo que um dia venho a ADI governar, que façam o mesmo trabalho se houver mais corruptos. Nós temos que deixar de ser levados por esta onda maléfica que só arruína o país. Vamos todos meus companheiros e irmãos, dizer numa só vós. S.Tomé e Príncipe em primeiro lugar. Eu respeito a vossa preferência com relação aos partidos políticos. Somos todos são-tomenses. Vamos unir e dizer, chega de malfeitores no país. Se queremos ver o desenvolvimento e credibilidade o povo tem que dar forças a justiça. Não tenho partido nenhum, só quero o meu país melhor e o povo tem que beneficiar do desenvolvimento. Vamos ser corajosos e inteligentes. Que Deus abençoe STP.

  9. Separação de poderes violada

    5 de Abril de 2019 as 11:22

    Estamos perante uma atrocidade terrível voltamos ao tempo de partido único.
    Os mesmos que andaram a fazer confusão por causa da democracia estão a cometer grosseira violação dos direitos humanos.
    O mais grave é que os intelectuais Santomenses sabem que isto tudo esta errado e estão a compactuar com isto S.tome bateu no fundo.
    Com uma justiça desta nenhum investidor vem investir em S.tome.

  10. MAU DELE

    5 de Abril de 2019 as 11:34

    O povo do meu país deve mudar de mentalidade. já não é possível conviver com as roubalheira dos diferentes governos e muito menos sair a rua para defender esse ou aquele usando da velha máxima (como é que não prenderam os outros), temos que pensar no futuro da nação, no seu desenvolvimento, todas as medidas que possam travar a corrupção dos dirigentes é bem vinda, eu não quero ver meus filhos pagando uma dívida que nem eu vi sequer migalhas.

    hoje fala-se, “porque não prenderam Delfim Neves e outros?”, quanto a isso, se houve alguma culpabilidade e provas concretas para a sua detenção e não foi feito, a culpa é do décimo sexto Governo que não teve capacidade para o fazer.

    por isso eu sou totalmente a favor de que se tome medidas de detenção e averiguação dos factos, até porque doravante os outros vão pensar duas vezes antes de cometer erros -VIVA S.T.P

  11. Vedé

    5 de Abril de 2019 as 11:55

    Esta não é nenhuma caça aos dirigentes do ADI, mas sim aos envolvidos casos da corrupção. Não se deve brincar com assunto sério. Um país pobre que vive de ajuda, faz-de dívidas para resolver problemas gritantes do povo e não se sabe o seu paradeiro. A justiça tem de fazer seu trabalho.

  12. jordão fernandes

    5 de Abril de 2019 as 15:16

    Então, porque é que a Policia Judiciária não manda prender o senhor Delfim Neves para investigar os milhões do povo que foram roubados no Banco Equador. Porque é que não manda prender Pinto da Costa que dizem ter tomado cerca de dois milhões de dólares no Banco Equador para a campanha e arruinou com o banco.
    Se não o fizerem já na próxima semana, é porque na realidade esta é uma campanha contra ADI
    Não sou de nenhum partido e acho bem que investiguem estes casos. No entanto, não deve haver dois pesos duas medidas. Investiguem também os sócios da governação que têm indícios de corrupção
    Bem Haja
    JF

    • Eu sou a mensagem

      5 de Abril de 2019 as 15:53

      Para quem defende a ADI. Porquê que este governo anterior (ADI) não tomou medidas na justiça com os anteriores corruptos? Agora vêem defender ADI. Seja o Delfim ou outra individualidade qualquer. Deixaram a cobra fugir e agora estão aborrecido? O reinado já acabou. Fiquem quietos. Porquê que no momento não apertaram com o Patrice Trovoada para tomarem medidas na alturaem que era chefe do governo? A partir de agora, vai ser assim. Seja quem for. Justiça contra os malfeitores que arruinam o país.

  13. Cartilana Quental

    5 de Abril de 2019 as 17:53

    A NOVA MAIORIA passou os ultimos 4 anos a criticou o anterior Governo que o mesmo levou muito tempo para apresentar o seu primeiro OGE. No entanto a NOVA Maioria assumiu o poder desde Novembro, so apresenta primeiro OGE, o seuquase 6 meses depois. Caso para dizer que “O produto e diferente mas o cywiro e o mesmo”. Foram a China official ente por duas vezes em 5 meses. Gracrs a quem? Fracas ao “gatuno”, “corrupt”, “ditador” Pinta Cabra que teve a inteligencia e coragem de agarrar o boi da China pelos cornis e faze-LA vergar diante de STP. So por isso o Pinta Cabra mereciam uma estatua. Pelo contrario, utilizam o caminho para ir oficialmente a China, desbravado pelo Pinta Cabra, regress am com 30 milhoes anuais da China para o OGE no bucho, e como agradecimento ao Pinta Cabra, lye brindam com toda esta palhacada. PALHACOS. As promessas dos parceiris esrrategicos internacionais nao se concerti arak, pois rapidamente concluirao que esta Nova Maioria e mais cosmetica e vingativa do que seria. Os espertos so almocam mas nao jantam. Ladroes, safados e cheios de banga. E desta forma que querem tapar o burracao que a vossa ministra do turismo cavou na COMUNICACAO recentemente? Os FRACOS sempre reagiram assim diante de um beco sem saida. Contra factos nao ha argumentos:FRACOS.

  14. Hugocruzcruz

    23 de Abril de 2019 as 14:07

    A corrupção não é de hoje meus amigos! Nós fomos abençoados pela natureza, o país é rico, só será possível quando tomarmos consciência quê para o país se desenvolver temos que vender serviços, apostar no turismo,mas como se ainda não temos infraestruturas dignas para tal 1 Hospital em condições, 1 Aeroporto, estradas etc.. etc.Por exemplo será que ninguém, nenhum
    investidor olhou pára este imenso potencial.,olhou só que é o seguinte : Quando pretendem investir no País abrir qualquer tipo de negócio , os senhores da elite governante, perguntam logo (qual é minha parte é…) A priori destroem mesmo antes de começar qualquer tipo de negociação em curso. Até quando meus senhores sairemos deste marasmo? Na minha
    Humilde visão, por favor curem a minha ignorância. Por exemplo: o quê que Cabo Verde tem e que nós não temos, simples,( amor a terra ) e consciência.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo