Política

“JBJ” define reforma da justiça como tábua de salvação para a reconciliação nacional

O ministério da Justiça apresentou esta semana o roteiro do programa nacional para modernização da Justiça. O programa de modernização da Justiça está a ser estruturado pelo Governo em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – PNUD.

O país está assim envolvido em mais uma acção com vista a reforma da justiça. Desta vez, a 5ª, o processo é designado de Programa de Modernização da Justiça. O roteiro para modernização da justiça, projecta a conclusão do processo para daqui há 5 anos.

PNUD, está a trabalhar directamente com o Ministério da Justiça, e garante o financiamento para a execução da primeira fase do roteiro de modernização. «O PNUD pode financiar a primeira fase. Mas por se tratar de um programa amplo vamos precisar de vários parceiros como a União Europeia, o Banco Mundial e outros parceiros», explicou a representante do PNUD no país.
Na primeira fase do roteiro, pelo menos 200 pessoas em representação de todos os estratos da sociedade serão auscultadas, sobre o novo caminho para a justiça.

O Primeiro Ministro Jorge Bom Jesus, que na cerimónia, sentou-se ao lado do Presidente da Assembleia Nacional Delfim Neves, e do Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, Manuel Silva Gomes Cravid, deixou claro que a Justiça é a salvação. «Neste momento a Justiça é a prioridade das prioridades. Junto das Nações Unidas que já abraçou o processo, e outros parceiros bilaterais tudo faremos», declarou o Chefe do Governo.

Numa altura em que a anarquia e o vandalismo, se manifestam e se posicionam claramente na praça pública são-tomense, desafiando a autoridade do Estado, e lançando as primeiras sementes do caos, Jorge Bom Jesus, começa a ser indicado por várias fontes, como sendo o Primeiro Ministro mais fraco da história da República, em termos de protecção e manutenção da autoridade do Estado.

A Justiça moderna que o seu governo está a promover junto com o PNUD, deve trazer,  a almejada reconciliação entre todos, para o bem de todos. «Pano de fundo desta reforma da justiça é precisamente o reencontro dos são-tomenses, o diálogo, a necessidade de concertação. Temos que nos por de acordo relativamente ao desenvolvimento deste país», concluiu.

Abel Veiga

    8 comentários

8 comentários

  1. Madiba

    25 de Outubro de 2019 as 8:15

    Falta pause café. Nós santomenses gostamos muito disto. Sentados a dar chô. E depois da palestra, criticar. Em seguida nada funciona.

  2. Gil Catarino

    26 de Outubro de 2019 as 11:53

    Para receber uns dinheiros, até fingimos que estamos preocupados com a justiça… por falar nisso, vamos almoçar onde hoje?

  3. Barão de Água Izé

    27 de Outubro de 2019 as 12:17

    Sem Força Tarefa com poderes para demitir juízes, advogados e funcionários Judiciais corruptos e incompetentes, não haverá reforma na justiça.

  4. Fernando Simão

    27 de Outubro de 2019 as 16:01

    “Jorge Bom Jesus, começa a ser indicado por várias fontes, como sendo o Primeiro Ministro mais fraco da história da República, em termos de protecção e manutenção da autoridade do Estado”- conclusão do Abel Veiga.

    Não acho que seja assim. STP vive uma situação particularmente estranha da sua história. Não sei se deram conta que a anarquia e o vandalismo que se tem verificado tem sido deliberadamente orquestrada e incentivada pelos adversários deste Governo da Nova Maioria de forma clandestina através de boatos e mentiras para destabilizar as ações do Governo, em vez de uma oposição séria e responsável para o bem do Pais.

    Portanto, acho que o Primeiro-Ministro JBJ tem sido muito prudente e cautelosa a lidar com essas situação porque o que a oposição maldosa pretende é justamente encontrar argumentos para apelidar esse Governo de ditador, sanguinário e provocar uma revolta popular. Apesar disso, houve varias tentativas neste sentido através dos perfis falsos, agitadores disfarçados em humoristas e mesmo pessoas que são pagas para esse efeito.

    Não é novidade para ninguém e deve-se dizer isso, que Patrice Trovoada disse num dado momento que estava na oposição que ia transformar STP num caos. Agora, um dos seus correligionários voltou a repetir mesma coisa no Facebook e que todo o mundo leu com indignação. Portanto, não me estranha que ele, Patrice Trovoada esteja por detrás de toda essa movimentação. Por outro, é preciso notar o seguinte: Por que razão quando Patrice Trovoada está fora do poder o Pais não vive em paz??

    Deixo essa pergunta para reflexão.

  5. Seabra

    28 de Outubro de 2019 as 0:44

    Patrice Trovoada fdp, deixou STP num estado CAÓTICO, tendo esvaziado o cofre,montou uns contra os outros etc…aliás, mesmo de longe , este individuo cobardola, foragido , continua a fazer manobras e máfia para empurrar os menos esclarecidos( como os 2 marmanjos do Andapligu ) à criarem confusões nas mentes dos menos instruídos, daqueles /as que são mais faceis de manipular, por apenas umas dobras, ,um celular , uma garrafa de cacharrama etc.
    Há muitos sãotomenses que podem dirigir o país , nunca mais o Patrice Trovoada terá um papel político em STP, só pode o pinta cabra ser aceite no território para ser julgado e condenado. É tudo!
    Patrice Trovoada, dirigimo-nos directamente a si : “tout ce que vous faîtes contre STP , pour mettre le pays au feu et au sang n’aura jamais lieu; par contre , faîtes très attention pour qu’aucun santomien découvre vos nombreuses manigances dans le but dest créer l’instabilité à STP , parce que nous irons vous chercher au fin fond de votre trou pour faire la justice “paroles de FÔRROS.

    • LIBREVILLE

      28 de Outubro de 2019 as 14:38

      O vosso problema é PT, não sabem fazer e dizer outra coisa, pensem na vida tão difícil que vivi hoje os São Toménses. Deixem PT no seu canto… Focam no País e no melhoramento de vida de todos.

      • Seabra

        28 de Outubro de 2019 as 17:52

        Libreville Trovoada vai ….. Você em STP nunca, nunca, nunca e nunca mais…só aceitar-se-á a sua presença para ser julgado e condenado. Mais nada.
        Deixamos de falar de si , quando se fizer a justiça e quando se recuperar o seu imenso furto dos bens sãotomense…aí , o largámos da mão Patrice Trovoada ” Libreville ” safado, mafioso e vagabundo.

  6. Smash

    28 de Outubro de 2019 as 15:25

    Reforma da justiça nunca será essa tábua de salvação que está a ser enfantizada. Tanto PM como o PR são ambos dois maus LIDERES. Continuem a comer camiões de gelado com a testa.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recentemente

Topo