Política

Pinto da Costa : “será que esse governo está a fazer as coisas que devem ser feitas?”

A interrogação feita pelo ex-Presidente da República, Manuel Pinto da Costa, tem a ver com a pandemia da Covid-19, e o seu alastramento em São Tomé e Príncipe. Em menos de 1 mês, e apesar do Estado de emergência, o número de casos saltou de pouco mais de 100 para 441 casos.

«O governo está a fazer todos os esforços possível e imaginário… mas será que esse governo está a fazer as coisas que devem ser feitas?», perguntou Manuel Pinto da Costa.

Numa entrevista dada aos órgãos de comunicação social do Estado, na sua residência privada, o Primeiro Presidente de São Tomé e Príncipe(1975-1990), quase que deu resposta à questão antes colocada.

«O nível de organização que nós temos internamente não nos garante sucesso nessa luta contra a pandemia», afirmou para depois acrescentar que «o momento não é para indicar os culpados».

Sem indicar culpados, o Governo de Bom Jesus, é colocado perto da cruz. «Não está preparado para enfrentar esta situação… está completamente desorganizado….improvisando as coisas», disparou Pinto da Costa.

Presidente nos primeiros 15 anos de São Tomé e Príncipe, Pinto da Costa voltou a presidir os destinos do país, de 2011 à 2016. Experiência política acumulada, e conhecimento profundo de São Tomé e Príncipe e dos seus cidadãos, que permitem ao Presidente Pinto da Costa, fora do Palácio Cor de Rosa, alertar o Governo para o perigo, que se avizinha.

«O país deveria ter uma equipa com gente com experiência suficiente na matéria, que ajudasse o governo a encontrar melhor caminho, as melhores decisões e soluções. Só assim se pode evitar que gente que não percebe nada disto começa a improvisar, e essas improvisações podem ter consequências gravosas para nós», frisou.

Pinto da Costa disse que não pode ficar indiferente em relação a situação que se regista no país face ao alastramento da Covid-19. O desastre total ameaça o país. «Há o risco de um desastre total do ponto de vista económico, social e político se o Governo não souber gerir convenientemente a pandemia da Covid-19», pontuou.

Os impactos da Covid-19 sobre a economia e a sociedade santomense são definidos como uma desgraça. «Vamos ter uma reviravolta tão grande que a desgraça que vai seguir a essa pandemia pode ser ainda maior que a própria pandemia».

Aos jornalistas, presentes na sua residência, Manuel Pinto da Costa, disse considerar que o número de pessoas infectadas pelo novo coronavirus em São Tomé, é muito maior do que os dados até agora divulgados pelo serviço nacional de saúde, que atinge cerca de 441 pessoas.

Presidente Pinto da Costa, critica a acção do Governo na luta contra a Covid-19, alerta a nação para o facto de o país não ter neste momento “uma liderança”, e por fim pede maior organização e envolvimento de todos os cidadãos na luta contra a Covid-19.

Declarações proferidas com autoridade moral. Pois através da sua fundação, Pinto da Costa, ofertou ao Estado santomense um carregamento de materiais e equipamentos para reforçar as capacidades do país na luta contra a Covid-19.

No dia 22 de Maio, fruto da sua magistratura de influência junto a instituições e parceiros internacionais, uma aeronave oriunda de Luanda-Angola, aterrou em São Tomé e descarregou a ajuda humanitária da Fundação Manuel Pinto da Costa para o Desenvolvimento.

Fatos de biossegurança, milhares de máscaras cirúrgicas e pro-teck, luvas, termómetros, gel, pulverizadores fazem parte da longa lista de equipamentos e materiais ofertados ao sistema nacional de saúde.

Abel Veiga

    22 comentários

22 comentários

  1. STP agradece

    26 de Maio de 2020 as 22:32

    Obrigado, Presidente Pinto da Costa! As maiores felicidades.

  2. Nada haver

    26 de Maio de 2020 as 22:57

    Si durante o seu mandato como PR si preocupasse com o futuro de país ñ estaríamos hoje assim como estamos, nenhuma nação se constrói de noite para dia estamos a colher os frutos podre por vossas causas.

    • Morabeza

      27 de Maio de 2020 as 3:39

      Oh Santa Ignorância mesmo se ele tivesse feito, mesmo assim teríamos as dificuldades, porque mesmo os países do primeiro mundo estão tendo. Mas acredito que ele está falando apenas da falta de liderança.

  3. Fuba cu bixo

    26 de Maio de 2020 as 23:39

    Aqui o pai do MLSTP faz duras críticas ao governo liderado por Jorge bom Jesus quero ver agora os camaradas virem dizer que Pinto da Costa esta a fazer politiquice ou esta a aproveitar da pandemia para criticar o governo.
    Ninguém no seu perfeito juízo pode dizer que este governo esta a governar porque não esta eles estão sim a saber das suas vidas e camaradas a bater palmas muito bem Pinto da Costa.

  4. Andorinha

    26 de Maio de 2020 as 23:53

    Ainda bem que não é Patrice Trovoada que esta a fazer estas críticas ao governo de de Jorge bom Jesus porque os camaradas do MLSTP poderiam dizer que é aproveitamento político.
    O Pinto da Costa ja não quer compactuar com o mal.
    Muito bem Pinto da Costa.

    • Como será

      28 de Maio de 2020 as 10:48

      A turma dos Trovadista que levaram este pais a ruina, porque fizeram de bom durante 10 anos de mandanto; asseguir veio o Fradique tambem 10 mandatos, apos o Pinto da Costa o pais teve 2 presidentes, nao se justifica a forma que o pais se encontra, vamos analizar bem o historial deste pais.

  5. SANTOMÉ CU PLIXIMPE

    27 de Maio de 2020 as 7:16

    Sim,,SR Presidente,,,toda razão,,,mas que solução?,Já se sabe que este governo está cheio de oportunistas e não de patriotas,,,,pondo os interesses pessoas acima da nação….

  6. Lima

    27 de Maio de 2020 as 8:58

    Muito bem dito, senhor presidente. Os meus parabéns pelo sentido de alerta. No entanto não acredito que o senhor primeiro ministro tenha capacidade de sair deste sono profundo que ele está e tomar decisões para o bem do país. Duvido muito que ele possa conseguir isso. Ele não consegue demitir nenhum membro do governo dele porque tem medo, é hesitante e comporta-se como um líder fraco e pouco preocupado com a realidade do país. Nunca pensei que ele fosse tão fraco como líder de um governo. Deve ser de todos os governos que o país já teve desde a independência nacional, o primeiro ministro mais fraco que eu conheci. E tinha boas condições para fazer uma boa governação. Eu pergunto: o que é que a ministra dos negócios estrangeiros ainda está a fazer neste governo? O que é que a ministra da Justiça está a fazer ainda neste governo? O que é que a ministra da Cultura e Turismo está a fazer ainda neste governo? O que é que a ministra da educação está a fazer ainda neste governo? O que é que o ministro da saúde está a fazer ainda neste governo? Etc, etc, etc,

    • Como será

      28 de Maio de 2020 as 11:02

      Meu amigo ainda se encontram no governo pprque ai entra muita massa, e cada quer tirar a sua parte, e mandar lixar a população, existem um jogo psico politico bem organizado no pais.Hoje em dia as pessoas atentas sabem que santome ppr estar na lista dos paises mais pobre no MUNDO, tem recebido muita ajuda financeira para ser aplicado nos projectos cpm finalidade de tirar o pais desta pobreza extrema,é na conta disto que os senhores que governam se enriquecem e rindo na cara do povo pacato, alimentado o vicio do chamada “BANHO ELEITORAL”, o povo com um nivel baixo de literatura pensa que tiram algum proveitos nesta palhaçada, sem saber que isto tira dignidade dum POVO, agora o pais esta na mão dos aproveitadores, dirigentes mau, sem sentido patriótico.

  7. Crisotemos Café

    27 de Maio de 2020 as 10:08

    Meus senhores.
    O Grande problema é a desorganização, acumulada nos ultimos tempos. Se o Governo de Patrice Trovoada e outros tivessem dado passos certos, estariamos hoje muito melhor.

    Mas, nem este nem os outros fizeram algo que presta.

    • VAI TU

      27 de Maio de 2020 as 18:53

      Por este andar a culpa ainda é dos Colonos, que não tomram medidas, para uma situação destas.
      Chega de empurrar com a barriga a má gestão de tudo.
      São os aproveitamentos pessoais, dos políticos desde a Independência, que provocaram a incompetência, inoperância de todos os organismos do Estado.
      Agora, se a Mãe não tivesse tido aquele filho, que depois teve outro e este por sua vez teve outro, etc..
      nada tinha acontecido e a culpa é daquela MÃE que teve um filho que degenerou.
      Parem pensem no Povo e dêem as mãos para construir algum de bom para Ele.

  8. que pais

    27 de Maio de 2020 as 10:29

    Que governo desgovernado e sem rumo. Sem liderança nenhuma e sem estratégia este pais estará em breve no fundo do tunel. Muito bem Pinto da Costa continua escrevendo que o povo agradece.

  9. joyce

    27 de Maio de 2020 as 10:33

    Eu já tinha dito o jorge como amigo: deixa isso vai para tua casa descansar…os teus camaradas estão a dar cabo de ti….um dia vais me agradecer. nem sei porque é que estás a insistir.Quanto mais tentas mais te afundam.

    • Como será

      28 de Maio de 2020 as 11:26

      Ele nao saira do poder meu amigo, porque tambem esta na cupla de saque do país, ja viste como o primeiro ministro esta gordo, o casaco ja nao fecha, achas que ele vai sair onde corta fatias do bolo para o seu conforto? Nunca vai mesmo ficar ate que termina o seu mandato e ainda podera fundar um outro partido político e candetar a presidencia, o poder e o dinheiro torna o homem ambicioso, arrogante frio e calculista e depois entra cegueira na tomada de decisoes claras e transparente consernente a missao que lhe foi atribuída.

  10. martins

    27 de Maio de 2020 as 10:53

    Um dos problemas deste governo é que há muitos oportunistas que toda gente sabe que querem tirar proveito sobretudo dos apoios que recebemos do exterior com as comissões e corrupções na contratação publica, como fornecimento de geradores, construções de estradas e compra de outros bens. As obras públicas e o ministério das finanças são o epicentro da corrupção. Quem é que acredita nesta governação? Apenas os camaradas que estão a beneficiar enquanto a maioria está a sofrer. Outra coisa estes apoios que estão a distribuir para os carenciados têm tido controlo? será que não está a haver desvios? Ó jorge não nos engane.

  11. Alma

    27 de Maio de 2020 as 13:55

    Todos os dias farto de rir os membros do governo quando aparecem na televisão. Acho que pensam que estão num outro planeta. É só tiro nos pés. Força Pinto da Costa os gajos são mesmo malandros e não tem cérebro. Estamos a afundar com ajuda do governo sem rumo.

  12. Tony

    27 de Maio de 2020 as 19:32

    Obrigado Sr Presidente por ter tornado Stp uma nação independente, próspera, com igualdade entre todos os habitantes e completamente capaz de gerir o seu futuro enquanto nação….!!!!

    Não quero dizer mais nada……

  13. Aurora Dias

    27 de Maio de 2020 as 20:38

    Estamos a pagar o preço da nossa endémica desorganização, do folclorismo, exibicionismos, da pressa em mostrar que não se é pobre, da imitação consumista da classe média europeia. Temos quadros muito mal preparados para lidar com à vicissitude como esta. Pois, os quadros acabam o curso e não se deixam amadurecer tecnicamente, correm para S.Tomé e Príncipe para ocupar lugares que lhes permitam ter acesso à fontes privilegiadas de recursos do Estado. Como é possível um país como nosso que não consegue sobreviver, dá-se ao luxo de ter carros alta cilindrada, telemóveis “xpto”, colegas a criticar colegas porque andam à pé…salve nos Deus da tamanha ignorância.

  14. Mepoçon

    27 de Maio de 2020 as 20:54

    Este governo está sem norte. Foram ao poder em forma de vingança e ódio, agora o fruto está aparecendo. Ainda bem que é o presidente Pinto a criticar, pois foi ele quem levou Bom Jesus ao poder. Quando o presidente Evaristo fez a mesma crítica houve quem comentasse dizendo que estava agir a mando do Patrice. E agora? Pena que este governo vai sempre governando assim porque nada pode fazer para não destruir favor de coligação.

  15. Ernest Cravid

    28 de Maio de 2020 as 15:40

    O Dr Pinto da Costa exorta a questão da liderança do Presidente da Republica Evaristo que esta so serviço do Gabonês P Trovada
    Devia estar em sintonia com o Governo rodeado com especialista na matëria para a solução deste flagêlo national e global

  16. SEMPRE AMIGOC

    29 de Maio de 2020 as 22:47

    uMuinha gente!Não se esqueça que nós santomenses estamos todos, dirigentes e dirigidos, navegando na turbulência do coronavirus,no mesmo barco.Todos nós queremos chegar ao porto são e salvos sem nenhuma arranhadura.É por isso é que qualquer um dos ocupantes tem todo o direito e obrigação de intervir ,se assim o entender,com a sua crítica construtiva, tendo como única preocupação ajudar o comandante do barco e a sua equipa a acertar o passo.Ficar calado e não dizer nada, com o risco do barco sair da rota certa, é um crime.Alguém disse uma vez, e com muita razão, que “o que é preciso para o mal triunfar é que os homens bons não façam nada”.

  17. Ôssobô

    1 de Julho de 2020 as 12:41

    Vamos ver!!!
    Onde estamos e para onde caminhamos.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo