Política

Patrice Trovoada devia prestar contas!.” E ser julgado ..

EX-PRESIDENTE DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE, MANUEL PINTO DA COSTA – Diz que “Só se quer matar pessoas que tenham algum valor!.” … A propósito do abortado golpe de Estado de Julho 2003 – “Enquanto viver em São Tomé! Vivo aqui! E não saio daqui! “- Recordou as fraudes eleitorais congeminadas pelo ex-PM, Patrice Trovoada e defende que ele “devia prestar contas!.” E ser julgado .. “Ele abandona o pais!… Não disse para onde ia!…” Diz que não concorreu à 2ª volta para evitar dividir mais a sociedade e eventuais ações violentas ou golpes forjados

Jorge Trabulo Marques – jornalista e antigo co-respondente, em STP,  da Revista Semana Ilustrada, de Luanda  – 1970 a Março de 75 – 

Isto e muito mais para acompanhar na segunda parte da entrevista que o ex-Presidente Pinto da Costa concedeu ao Jornalista Jorge Trabulo Marques.

    20 comentários

20 comentários

  1. SANTOMÉ CU PLIXIMPE

    30 de Junho de 2020 as 7:09

    Já é um bom princípio, devemos todos prestar contas, grande Presidente sempre ficou cá, quem não deve não teme……

  2. Sotavento

    30 de Junho de 2020 as 8:54

    Creio que um jornalista deve ser imparcial.Não pode fazer uma entrevista dando opinioes e criticando este ou aquele…antes que o sr.Pinto da Costa respondesse ele ja tinha a resposta dada e ademais falando no plural como se fosse un nacional.Jornalismo caduco , ultrapassado e que fomenta intrigas.O sr.Pinto da Costa é um bom orador algumas vezes peca por querer ser o melhor mas está bem.O jornalista deixa muito a desejar…o jornalismo evoluiu muito e essas formas primitivas de entrevistar já nao têm cabida.

    • Jorge Trabulo Marques

      30 de Junho de 2020 as 14:11

      Não devia responder a ignorantes, como a este Sr Sotavento, que nem sequer tem a coragem de assumir o seu nome pessoal, refugando-se no anonimato, pois orgulho-me de ter entrevistado as maiores figuras da língua portuguesa, desde Jorge Amado http://www.odisseiasnosmares.com/2019/05/entrevistas-ao-escritor-jorge-amado.html Roberto Carlos e a sua mãe, http://www.vida-e-tempos.com/2015/05/roberto-carlos-de-novo-em-portugal-32.html – Azeredo Perdigão, o primeiro Presidente da Fundação Gulbenkian http://www.vida-e-tempos.com/2013/02/azeredo-perdigao-o-que-me-revelou.html- De ter sido recebido e entrevistado em sua casa, o primeiro Presidente da República Portuguesa, pós-25 de Abril. Marchal Costa Gomes http://www.vida-e-tempos.com/2015/04/marechal-costa-gomes-confissoes-do_24.html- O Primeiro-ministro Adelino Palma Carlos, pós 25 de Abril http://www.vida-e-tempos.com/2016/04/25-de-abril-adelino-palma-carlos-esta.html- Além do seu irmão em São Tomé, quando ali se deslocou por via do Batepá – Amália Rodrigues e a maioria dos escritores, pintores e poetas portugueses, tais como Fernando Namora, Vergílio Ferreira http://www.vida-e-tempos.com/2008/11/vergilio-ferreira-e-o-que-o-autor-de.html . Para já não falar dos cinco anos como correspondente da revista Semana Ilustrada, que, por via dos meus artigos, além de ter sido espancado por denunciar os massacres do Batepá e dar voz ao movimento pró-independência, fui obrigado a ter que me meter numa canoa rumo à Nigéria – Costuma dizer-se que vozes de asnos não chegam aos céus. E fico-me por aqui pois não é meu hábito responder a esse género de comentários

      • Fuba cu bixo

        30 de Junho de 2020 as 16:09

        O senhor Trabulo deveria ter vergonha na cara isso não é entrevista nenhuma o se senhor quero unicamente atingir e fazer assassinato de caráter ao Patrice Trovoada.
        O senhor não fez pergunta limitou-se a fazer acusações contra o Patrice Trovoada.

        • Seabra

          2 de Julho de 2020 as 13:33

          Se fez ACUSAÇÕES contra o Patrice Trovoada é legítimo, porque este individuo é um vagabundo, safado, corrupto, criminoso, larápio, vigarista, ditador….que esvaziou o cofre do Estado sãotomense,é um foragido inimigo numero 1 de STP e do seu povo. É preciso ter-se má fé e ser-se da mesma MÁ ÍNDOLA que este marmanjo do Patrice Trovoada, para ousar vir defendê-lo. Este estrangeiro sãotomense vive mais no estrangeiro do que em STP *quando tem um cargo,e vai se instalar confortávelmente no estrangeiro assim que deixar de estar no poder em STP. Afinal, que raio de nacional é ele? O Patrice Trovoada utiliza STP por OPORTUNISMO pois que lhe permite de viver com um certo provilégio material e social , que nunca poderia ter acêsso péloigné seu baixo nível social, intelectual etc…PT é um aventureiro sem instrução académica, que viveu em França no departamento de Saint Denis (93), Pantin, na mediocridade da banlieue, em negócios obscuros, porque ele nunca foi trabalhador mas sim DEBROUILLARD, preguiçoso, mitómano, com pretensão exacerbada do APARECER…este individuo sempre viveu de ESQUEMAS e de vigarices. Ainda tem traços de DELINQUÊNCIA no TGI de Bobigny . ESTE INDIVIDUO DEVE SER CONDUZIDO À JUSTIÇA SÃOTOMENSE, À CPI para dar conta dos multiples cambalachos e crimes que ele cometeu.

      • Jose Luis Cavalcante

        30 de Junho de 2020 as 21:15

        Admita apenas que pese embora a este vasto curriculo de oportunidades comprovadas, mas que o senhor enquanto profissional falhou e esteve mal.

        Somente isso se lhe pede.
        O facto de ter o vasto curriculum de oportunidades que teve de entrevistar as pessoas elencadas, nao faz de si dtentor do saber jornalista nem de celebridade na materia.

        O senhor sim demonstra e demonstrou sempre que esta ou vem a STP a sua simpatia por determinadas pessoas e politicos e isso e obvio, e o traduz no seu trabalho de forma objetiva, do mesmo modo que o jornalista Jeronimo Moniz tambem faz com o Patrice Trovoada.

        Honestidade antes humana e pessoal, reforcada pela intelectual, nao fica mal a ninguem.

      • Sotavento

        2 de Julho de 2020 as 7:17

        Patentearme de ignorante vindo deste sr.que se presume de um profissional que entrevistou individualidades deversas a mim não me ofende.O ato de responder a um leitor já demonstra o seu profissionalismo.Não nos enganemos.

    • Vanplega

      30 de Junho de 2020 as 14:40

      E eu ti pergunto:

      Qual e o jornalista Santomenses, que ousaram fazer o que esse jornalista parcial( como voce diz) fez?

      Ate hoje, espero que jornalistas Santomenses, ouse perguntar ao Pinto da Costa, o porque que Miguel Trovoada
      Fugiu de Sao Tome e Principe?

  3. sem assunto

    30 de Junho de 2020 as 9:50

    Não só ele, mas também o senhor,e todos os outros que governam este inferno desde 1975.
    Esta estória é equiparada a branca de neve de sete anões, todos são culpados. Falando em culpa, ó Pinto, veja lá que estas caduco e mais para lá do que para cá, natural já viveste o suficiente, e sobretudo a custa deste povo, o que implica que a qualquer momento podes ir ao reino dos pés juntos, sendo assim gostaria de perguntatar-te camarada presidente: Para quando um pedido de desculpas formais ao povo de são tomé, pelos erros e patetices que caracterizaram o teu mandato de ferro?
    Esqueça o dialoguo nacional, e dê ,este passo, afinal foste o primeiro a temperar este caldo.

    • AtentoAosPormenores

      2 de Julho de 2020 as 0:22

      Creio que já o fez!
      E no melhor dos registos, o livro que publicou há uns anos atrás. Um registo inapagável, como sabe.
      Esta lá, preto no branco, o reconhecimento dos erros cometidos e, mais importante, a assunção de responsabilidade pessoal pelos seus e os de toda a equipa que liderava.
      É só ler com alguma atenção.

  4. Macalacata

    30 de Junho de 2020 as 10:09

    Jorge Trabulo Marques jornalista do Pinto da Costa. Filho de galinha disse que enquanto tiver vivo vive em Sao Tomè e nao deserta. Mais porque razao tem que ir buscar jornalista que mora no deserto para o entrevistar???
    Serà que nào existe jornalista em Sao tome e Prìncipe capaz de o entrevistar ou o Jorge Trabulo è seu jornalista pessoal….

  5. Alligator

    30 de Junho de 2020 as 11:26

    E o Sr Doutor Pinto da Costa, para quando prestar conta das barbaridades praticadas pelo Sr e os seus lacaios dos primeiros 15 anos desta República???

  6. Pedro Costa

    30 de Junho de 2020 as 11:29

    Que entrevista!
    Esperava que fosse melhor possível, mas não.
    Quanto a questão de prestar contas, sempre foi uma prática neste país. Ninguém, os políticos, prestou contas a este país e ao povo. Ninguém nunca teve conhecimento de como eram as economias individuais de cada um que assumisse um cargo de chefia (ministros, directores, etc), antes e depois dos cargos.
    O caso do Patrice ainda mais caricato foi. Quase todos foram. Exercem funções, mandam e desmandam, assinam cheques e cheques, controlam toda a finança do país e em nome do povo. Roubam, desviam o que quiserem e no fim saem do poder e nada dizem! Isto deveria ser crime e num país a sério, muitos estariam na prisão.
    Prestar contas seria um conjunto de coisas a fazer: declarar o que cada ministério teria a fazer até ao fim dos mandados, o tribunal conhecer bens de cada um e depois arrancar para cumprir. No fim dizer o que se fez e não se fez, as verbas envolvidas, gastos e receitas, etc.
    Isto sim, seria preto no branco. Agora nesta república das bananas nada se faz

  7. Lagaia

    30 de Junho de 2020 as 13:09

    Meus caros comentem o que ele disse em relação ao vosso líder. É isso que está em causa!É normal que algum são-tomense ocupe cargos, tem acções duvidosas, foge quando não está no poder, espera quando houver eleições para voltar? Vcs apoiantes do ADI, têm que encarar isso de frente! Sob pena de não terem credibilidade em nada que queiram defender! O Patrice deve ser julgado sim. Como muitos outros políticos foram julgados neste país. Se a moda pega estamos lixados neste país. Rouba quando está no poder! Quando não está foge e só regressa quando acha que tem oportunidade para cometer novos crimes! Se o Patrice é homem ou político sério ele que venha. Sem impor condições!

    Fui

  8. Fuba cu bixo

    30 de Junho de 2020 as 14:57

    Pelo que eu sei uma entrevista é o jornalista faz pergunta e o outro responde e não é isto que aqui aconteceu,Nesta entrevista temos o jornalista Trabulo a fazer afirmações acusações contra Ptrice Trovoada e Pinto da Costa nem teve chance de responder.
    Mas esta entrevista só pode enganar aos mais novo a mim não porque eu vive na pele a ditadura dos 15 anos do partido único governado por este senhor Pinto tempo da loja franca em que as únicas pessoas que viviam bem e viajavam eram camaradas do MLSTP e as suas famílias povo so comiam arroz ano a ano quando vapô (barco) chegava e era bixa de madrugada para comprar 1 kilo de arroz e não chegava para todos acabava portanto as recomendações do partido único não foram nada boa ditadura nunca mais.

  9. Joni de cá

    30 de Junho de 2020 as 18:16

    Acho extremamente interessante a idolatracao do Sr Pinto da Costa pelo Sr Jorge Trabulo, que enquanto jornalista em Portugal nunca ouvi falar, enfim vale o que vale….

    Agora idolatrar alguém que levou o país á miséria, mais o seu povo, pelas lutas comunistas, é criminoso quem idolatra e o autor dos crimes, os quais sim deveriam ser julgados em tribunal internacional por lesar um país e o seu povo.
    Isto aplica se a todos os governantes desde a Independência até hoje, como é possível Stp ser tao atrasado com o seu potencial e o número de habitantes que tem?! Não consigo entender.

    Também não entendo o chamado jornalista, que certamente vive de subsídios do estado português, que viveu em Stp antes da independência, considera que o trabalho efectuado após independência é bom e que o Sr Pinto da Costa é um herói!!!!!!!

  10. Andorinha

    30 de Junho de 2020 as 19:03

    Eu nunca assisti uma entrevista como esta o jornalista faz a pergunta e ele mesmo responde e as pergunta são colocadas em forma de afirmação acusatoria contra o Ptrice.
    O antigo segurança de estado Domingos Boa Morte Swdergreen tem feito várias acusações contra o Pinto da Costa de assassinatos e desaparecimentos de pessoas pensei que o jornalista ia lhe pedir esclarecimentos sobre isso mas não o jornalista esvava focado em outra agenda.

  11. Manuel Lucena

    1 de Julho de 2020 as 8:08

    O Senhor dito jjornalista Jorge Trabulo, Pinto da Costa e outros adversários do Patrice ainda vão se suicidar um dia por medo de Patrice Trovoada. Não se esqueçam que à anos atrás no tempo da guerra fria entre a União Soviética e os Estados Unidos, um general americano saltou da varanda do quinto piso de um edificio, gritando que estava a chegar aos Estados Unidos o exercito vermelho. Ou seja, o mesmo tinha criado tanto trauma na sua cabeça, que já via nada, e tudo o que via era o exercito vermelho.
    Este senhor dito jornalista Jorge Trabulo, e o Pinto da Costa assim como todos os outros opositores de Patricio Trovoada, dormem e sonham todos os dias com ele. Porque é que o senhor Trabulo não pede um casamento ao Patricio Trovoada. Assim você iria ter todo o tempo de estar com ele e disfrutar do sossego e diminuir a saudade que sente por ele.
    Este dito jornalista, porque é que não concorre para um cargo politico em S.Tomé. Já que quer ser politico santomense. Você é jornalista de Pinto da Costa? Quanto é que ganhas para fazeres propaganda para o Pinto
    Espero ver-te um dia em S.Tomé para tratar-te como se deve tratar a este tipo de ser considerado indefinido.

  12. Maria Alberta

    1 de Julho de 2020 as 8:25

    Este jornalista panoleiro, gay anda a procura do marido. O Patricio Trovoada como não lhe deu confiança, ele anda a maldizer todos os dias de Patricio. Ele está agora de amores com o seu Pinto da Costa. Isto porque todos nós conhecemos o Pinto. Este não brinca no serviço. O Pinto está comendo este gayzinho como deve ser, e para proteger este amor tem que falar mal do adversário do Pinto.
    O Pinto tem o descaramento de dizer quem deve ser levado a justiça neste país?
    O senhor que assassinou o coitado do senhor Loreno da Mata não deve ir a justiça?
    O senhor que deu cabo de todas as roças do país, não deve ser levado a justiça?
    O senhor que na primeira república nomeou todos os seus irmãos doidos e incompetentes para todos os cargos, tais como um marceneiro que foi Director de Água Izé, O outro doido do seu irmão que ocupou cargos de Ministros de Agricultura e até o Ministro da Defesa, o seu irmão burro que foi Director da ENCO etc. etc., transformou S.Tomé e Príncipe numa empresa familiar dos Costas, não deve responder na justiça?
    O senhor que roubou a casa do senhor Mário Beirão no Pantufo, transformando na sua vivenda, deixando o homenzinho frustrado no país, não deve ir a justiça?
    O senhor que desfez o lar do Basilio Diogo, assumindo a mulher dele como a sua, desfazendo o casamento. O senhor que era o Presidente da República e devia dar o exemplo, não merece ser julgado?
    O Senhor Pinto da Costa que abandonou a sua mulher casada, ficando com a secretaria, até que a mulher casada morreu abandonada em casa, não merece ser julgado?
    O senhor não sai de S.Tomé, porque não tem a capacidade de viver fora deste país, porque não sabe fazer nada na vida. O senhor não sai do país, porque continua a sugar este país os poucos recursos que ainda possui.
    Aconselho ao senhor Trabulo e ao senhor Pinto da costa o seguinte. Marquem o vosso casamento para legalizar o vosso amor. Vocês já são crescidos e não têm que estar fazendo amores as escondidas. Oficializem o vosso amor.
    Afinal o primeiro ministro de um país europeu também é casado com um homem, então não faze a diferença termos com a primeira dama o Jorge Trabulo.
    Força Jorge e Força Pinto, casais abençoados.

    • Jose Luis Cavalcante

      1 de Julho de 2020 as 20:30

      grande ironia. voce sabe ser duro. kakao

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo