Política

Quem é o Coronel Victor Monteiro?

 CURRICULUM VITAE 

PROFISSÃO E CARGOS ATUAIS:

– Oficial Superior do Quadro Permanente (Coronel) das Forças Armadas de São Tomé e Príncipe (FASTP), na reserva;

– Deputado da Assembleia Nacional – Bancada do MLSTP/PSD;

– Delegado do Governo na CST.

 NOME:                                  Victor Tavares Monteiro.

VULGO:                               Coronel Victor Monteiro.

DATA DE NASC.:                          14 de Dezembro de 1957.

FILIAÇÃO:                                      Bernardino Lopes Monteiro e de Gregória Sanches Tavares

LOCAL DE NASC.:                       Roça Rio do Ouro – Distrito de Lobata

NACIONALIDADE:          Santomense (única, desde sempre)

ESTADO CIVIL:                Regime de União de facto

FILHOS:                               Três filhas 

CARGOS e FORMAÇÕESMILITARES

1985 a 1988 – Ajudante de Campo e Chefe da Casa Militar do ex-Presidente da República, Pinto da Costa

25/02/1985 – LOUVOR- Louvado pelo alto nível dos trabalhos desenvolvidos em saudação à 5ª Cimeira dos Chefes de Estado dos PALOP

1983 a 1986 – Chefe da Unidade de Artilharia Terrestre e Antiaérea (vários louvores, como melhor Unidade das Forças Armadas)

1982 a 1983 – Chefe do Estado Maior da Unidade de Artilharia Terrestre

1981 a 1982 – Chefe das Operações e de Reconhecimento do Estado Maior da Unidade de Artilharia Terrestre

1982 a 1985 – Chefe da Guarda de Honra, por acumulação

1981 – Chefe da Companhia de Transportes de Artilharia, por acumulação

1981 – Chefe da Bateria independente de GRAD-1P

1980 – Chefe da Bateria independente de Canhão 76mm

1979 – Chefe da 2ª Bateria independente de Canhão B-10

1978 – Subchefe da 1ª Bateria independente de Canhão B-10

1978 – Chefe do Pelotão de Canhão 76mm

1978 – Chefe do Pelotão de Canhão B-10        

2007 – Instituto de Altos Estudos de Defesa Nacional – França “Estratégia e Diplomacia Militar”

1980 a 1981 – Academia Inter-Armas “Artilharia Terrestre Missilística”, (Diretor de Fogo no Posto de Comando), Odessa – ex. URSS

1979 a 1981 – Escola Superior Inter-Armas (Artilharia Terrestre estriada), Havana – Cuba

1978 – Escola de Sargentos de (Artilharia Terrestre estriada – Canhão 76mm e Canhão B-10), Luanda-Angola

1978 – Escola de Recrutas (Infantaria), Diogo Vaz – São Tomé (21 de Janeiro) 

PROMOÇÕES MILITARES

03/2016 – Coronel, por Distinção

09/2002 – Tenente-Coronel, por Distinção

09/2002 – Major, com efeito a partir de 21 de Junho de 1998 (regularização da progressão na carreira)

02/1996 – Capitão

01/1988 – 1º Tenente

09/1984 – 2º Tenente

09/1981 – Sub-Tenente

07/1979 – 3º Sargento

10/1978 – Cabo Graduado (Furriel)

01/1978 – Soldado Recruta Nº116/78 

QUALIFICAÇÕES E ATIVIDADES PROFISSIONAISCIVIS

1991 a 1998 – Frequência de Faculdade de Medicina e Cirurgia, Roma-Itália

1993 a 1994 – Professor de Geografia, na Escola Portuguesa de Roma-Itália

1993 a 1994 – Professor de Geografia, no Liceu Nacional

1985 a 1988 – Director e Prof. da Escola Secundária Básica Integrada, da Guarda Presidencial

1977 a 1978 – Professor de Educação Física, na Escola Preparatória Patrice Lumumba

1977 – Curso de Treinador de Basquetebol

1977 – Curso Geral de Administração e Comércio, Liceu Nacional

1972 a 1977…1985 – 3º, 4º, 5º, 6º e 7º anos, “Escola Técnica Silva Cunha/Liceu Nacional”

1970 a 1972 – 1º e 2º anos, Escola Preparatória Pedro Alvares Cabral “Patrice Lumumba”

1969-1970 – 3ª e 4ª Classes, Escola Primária D. Afonso Henriques “Atanásio Gomes”

1969 – 2ª classe, Escola Primária João de Santarém “Venâncio Pires”, Guadalupe (interregno 1 ano)

1966 – 1ª Classe, Escola dos Padres, Guadalupe 

ACTIVIDADES POLITÍCAS E CARGOS ESPECIAIS

2019>… – Deputado da Assembleia Nacional-MLSTP/PSD

2019>… – Delegado do Governo na CST

2017>… – Membro do Conselho Nacional do MLSTP/PSD

2011 a 2016 – Director de Gabinete do Presidente da República, Pinto da Costa

2011 – Director de Campanha, independente, do Candidato Pinto da Costa, às Presidenciais de 2011

2006 – Mandatário Nacional do Candidato Fradique de Menezes, às Presidenciais de 2006

2004 a 2008 – Assessor do Presidente da República, Fradique de Menezes, para Assuntos de Defesa e Ordem Interna

2003 – Assessor do Presidente da República, Fradique de Menezes, p/ Assuntos de Defesa e Segurança Nacional

2002 – Ministro da Defesa e Ordem Interna

2001 – Candidato às Eleições Presidenciais (independente), 4º lugar, num universo de cinco candidatos

1991-1996 – Tesoureiro da Associação dos Estudantes Estrangeiros em Itália “CALIBAN”

1978-1990 – Militante do MLSTP (2017>…)

1975-1978 – Ativista e Militante da JMLSTP

1974 – Activista do Movimento Estudantil “RGA” – Escola Técnica Silva Cunha 

ATIVIDADES DESPORTIVAS

1976-1988 – Atleta e Capitão da Seleção Nacional de Basquetebol

1978-1988 – Atleta e Capitão da Seleção Nacional de Voleibol

1976 – Recordista Nacional de 1.500m (3/02/1976) 

Coronel Victor Monteiro foi um dos melhores atletas de Basquetebol e de Voleibol no panorama Santomense, tendo atingido o auge, tantoa nível nacional como a nível internacional, jogando em várias Equipas Nacionais e Seleções Nacionais, nas referidas modalidades. 

ATIVIDADES PRIVADAS 

VTM Service, Lda. Unipessoal – Empresáriodo ramo da Indústria, para produçãode materiais de construção civil. 

LÍNGUAS E IDIOMAS 

ENTENDE, FALA E ESCREVE:Português, Italiano, Espanhol, Francês, Inglês (suficiente), Crioulo Fôrro/São Tomé, Crioulo Cabo-Verdiano, Crioulo Bissau-Guineense. 

ENTENDE E FALA: Russo (básico) 

São Tomé e Príncipe, 2021.

Veja o curriculum em formato PDF – Victor Monteiro -CURRICULUM-Resumido

    12 comentários

12 comentários

  1. Pedro Costa

    16 de Abril de 2021 as 10:27

    Sen-ti-me empolgado a intervir neste espaço, coisa que nunca fiz para dizer o seguinte;
    Penso que este senhor é o único em quem votaria, talvez pro ser militar, poderia trazer outro conteúdo a nossa governação. Este País esta a precisar de quem tome redeas da governação, cumpra as leis e mostre ao povo o caminho do futuro, coisa que há muito deixou de exisitir em STP. Talvez um militar o possa fazer !

  2. Anjo do Céu

    16 de Abril de 2021 as 11:17

    Falta complementar as suas actividades em França como Bolseiro. Fez ou não a Formação durante esses anos todo?

  3. ZEMÉ CABOCA

    16 de Abril de 2021 as 12:07

    homem certo para o lugar certo. Pelo curriculum e experiencia acumulada, chega-se a esse conclusão.

  4. SANTOMÉ CU PLIXIMPE

    16 de Abril de 2021 as 12:15

    Sério, vc é muito mau e cínico.

  5. Gentino Plama

    16 de Abril de 2021 as 12:48

    Pois é, um rolo de coisas feitas. Isso não quer dizer que as mesmas lhe conferem o pleno poder para ousar tanto. A Vª excelência não tem o perfil para tão elevado cargo.
    Porquê da minha repulsa?
    A Vª Excelência é demasiado vago na Compreensão e Expressão Oral. Já tivemos um B+A≠ ba … Fradique de Meneses, que foi autêntica vergonha para os São-Tomenses que se encontram um pouco espelhado pelo mundo fora.
    Não é demasiado dizer-se que o País precisa de pessoas ousadas para erguer a Agricultura, e fazer aflorar o Turismo, pois aí, existe enorme potencialidade para o tal.
    Bom passeio no tentar convencer coitados para levar a cabo os seus caprichos.

  6. Pedro Costa

    16 de Abril de 2021 as 14:22

    Uf!
    ENTENDE E FALA RUSSO-Básico . Há cursos que deveriam chamar-se de formação, mas isto não é interessante.
    Quero é ver debates.
    Falar sério e deixarem de se esconder atrás dos currículos.

  7. Original

    16 de Abril de 2021 as 15:20

    Com este curriculum já lhe dá passaporte de ser candidato à Presidência da República? Falta como é que as pessoas
    tem-lhe visto nesta sociedade e o que é que fizeste em termos de luta para melhorar este País ao longo destes anos
    Para mim,estes blá blá blá é quando se pretende arranjar um emprego que não é o caso.

  8. Sem assunto

    16 de Abril de 2021 as 18:45

    O grande problema dos países do terceiro mundo mundo é o maneirismo e formalismo.
    Ora vejamos, este senhor apresentou um extenso curriculum vitae que na prática nada tem significado ou significou para a nação, tudo aquilo não passa de ideologia fúteis sem aplicabilidade no alcance no pretendido e almejado desenvolvimento da nação.
    É tempo de substituir mos as formalidades por pragmatismo, deixemos eu estive, eu estudei aqui, ali, por isso estou capacitado, mas sim eu tenho feito, tenho a prática, e posso fazer.
    Sejamos homens de ações e não meros indivíduos que escondem atrás de títulos e designações num países que ninguém é posto à prova.

  9. Patrício Almeida

    17 de Abril de 2021 as 16:07

    Quem conhece os bastidores da política de STP sabe que Victor Monteiro não passa de um corrupto, conspirador e oportunista.

    Quer ir a reboque do título de coronel, obtido mais por conveniência política do que por bravura e heroísmo no teatro das operações e da inteligência militar.

    Victor Monteiro, pouco se sabe das suas obras e benfeitorias a favor dos mais pobres. Nasceu na “Roça Rio Douro”, como ele mesmo faz questão de destacar. Mas esse destaque de “filho da Roça” não é por orgulho, é por puro oportunismo e populismo para acreditarmos que veio de baixo. Quem o conhece de perto sabe que gosta de pousar como muito civilizado. Daí ter abandonado os laços com a Roça.
    Este Senhor que diz ter nascido em uma Roça, o que é que já fez para melhorar a vida dos pacatos cidadãos das Roças, nos seus mais de 40 anos de “trabalhador” do Estado, em diversos postos?

    Sabemos todos que o grande entusiasta e incentivador da candidatura do Victor Monteiro é a velha raposa Pinto da Costa.

    Desta vez o povo não se deixará enganar.
    Victor Monteiro, aguarde o julgamento do povo nas urnas para veres e sentires o quão insignificante és para a vida colectiva.

  10. Lemba

    19 de Abril de 2021 as 13:16

    Vocês de mlstp estão contra vocês mesmo. 6 candidatos. Credo. Olha mesmo deputado Lider de mlstp Danilo atacou deputado de mlstp Antonio Barro de Princípe. Acusou que ele que especula preço de gasolina no Príncipe. Essa gente de mlstp anda contra eles mesmo. Coitado do povo. Deus proverá

  11. Seabra

    20 de Abril de 2021 as 14:50

    Ô senhor candidato MONTEIRO o seu longo curriculum vitae soa VAZIO…é PAUMÉRRIMO. Que ARROGÂNCIA tem a IGNORÂNCIA! Salvo o candidato sebhor Carlos V. que tem um perfil rico e interessante, todos os outros são cadastrados, pretenciosos, OPORTUNISTAS e NULOS,mas com uma ambição desmedida para o PODER e a ganância de dinheiro e outras mordomias de tratamento,de regalias etc. Ô senhor Monteiro, você nem carisma tem para ser diretor de uma escola primária imagina então por mais…o maior cargo de responsabilidade de STP. Por esmola, caia na REAL, ser presidente, mesmo de uma roça, exige um sólido perfil intelectual(e não físico…)um VASTO conhecimento de cultura geral para responder a todas as situações tanto interna como externa. Até hoje, só tivemos um, que foi o Manuel Pinto da Costa…quer queirámos ou não mas é esta a verdade.
    Temos tido só presidentes MEDÍOCRES…tendo sido o pior de todos p Miguel TROVOADA “o RANCOROSO “.

  12. Seabra

    20 de Abril de 2021 as 14:55

    Corrijo : Carlos NEVES.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo