Eleições presidenciais

Agricultor Abel à frente de 15, surpreende o país e conquista a diáspora

O camponês que abastece o mercado nacional com frutas e hortaliças, concorreu às eleições presidenciais e fez história. Granjeou popularidade e confiança no seio de eleitores intelectuais.

Na diáspora onde alegadamente habita os cidadãos santomenses mais esclarecidos, nomeadamente Portugal e Inglaterra, o agricultor Abel Bom Jesus, foi o candidato mais votado em quase todas as mesas de voto espalhadas pelos países do continente Europeu. (Portugal, França, Bélgica, Inglaterra, Luxemburgo.etc).

A mensagem de mudança promovida pelo agricultor, produziu frutos na diáspora.

Na lista dos 19 candidatos que participaram nas eleições presidenciais, os resultados provisórios divulgados pela comissão eleitoral nacional dão a Abel Bom Jesus, 2907 votos, equivalentes a 3,58% dos votos expressos nas urnas.

Abel Bom Jesus, ficou à frente de 15 candidatos às eleições presidenciais. Todos eles quadros de formação superior na administração pública, ou ostentando títulos de ex-ministros, ex-ministras, ex-primeira ministra, ex-vice-presidentes da Assembleia Nacional, embaixadores de carreira, mestres em diversas áreas do saber, incluindo o jogo de cartas.

Apenas 3 candidatos (Carlos Vila Nova, Guilherme Posser, Delfim Neves) apoiados pelos principais partidos políticos de São Tomé e Príncipe (ADI, MLSTP, e o PCD), ficaram à frente de Abel Bom Jesus.

O jovem e agricultor, vai continuar a arregaçar as mangas no seu campo de produção para garantir a segurança alimentar e combater a pobreza no país.

Ao mesmo tempo, promete prosseguir com o movimento de mudança que congrega a sociedade civil.

Nas redes sociais já reagiu ao resultado alcançado nas eleições presidenciais, e prometeu dinamizar e conduzir o movimento de mudança para os próximos embates eleitorais, nomeadamente as eleições legislativas de 2022.

Abel Veiga

    10 comentários

10 comentários

  1. Madiba

    20 de Julho de 2021 as 7:57

    Abel.Conheçi-o na TVS, no programa ANDA PLIGU. Das coisas que fala e como fala passei a ser o seu fã. Muitos parabéns pelo resultado alcançado nas urnas. Espero que a sua luta não fique por aí. Estou a espera de qualquer movimentação sua rumo às proximas legislativas. Pois, o resultado tido no Domingo será, de certeza absoluta, um trampolim para outros patamares que de certeza, o senhor não quererá desperdiçar. Boa caminhada e muitos sucessos para si e sua família. Estou consigo!

  2. Tiberio

    20 de Julho de 2021 as 8:42

    Abel, até tu viajas nessa ignorância? Habitam cidadãos santomenses mais esclarecidos na Europa? Esclarecidos em quê? Qual é o papel que a maioria desses ditos cidadãos têm na sociedade onde residem? Quais são as sua profissões? Trabalham a onde? Qual o nível de habilitação deles comparando com os que residem e trabalham no País? Qual o conhecimento real que eles têm do País? Até tu que vives e labuta cá em STP pensa assim?
    Pelo amor de Deus. Eu respeito todos os expatriados, mas não existe Santomense de primeira ou de segunda por residir em STP ou no estrangeiro, e existem muito mais São-tomenses em STP do que em todo o mundo, e estatisticamente falando com mais responsabilidades profissionais. Isso é obvio…

  3. Anjo do Céu

    20 de Julho de 2021 as 9:15

    Esta vitória expressiva na diaspora é o sinal de Revolta com todos governos porque nunca ligaram diaspora pra nada,nunca foi valorizada pelo contrário até lhes dizem que são santomenses de 2a.vivendo a sua sorte, sem apoios das instituições e o mas grave quando fazem distribuição de terras e outras coisas na sociedade nunca lembraram da diaspora.Por isso essa eleição serviu praticamente dum Cartão Vermelho aos governos e que respeitem os da diaspora e valoriza a todos porque somos todos Santomenses que também tem contribuido muito com as nossas poupanças pra ajudar familias no País.

  4. Ana Fonseca

    20 de Julho de 2021 as 9:49

    Abel ganhou sim juizo! CADA MACACO NO SEU GALHO! PRESIDENTES USAM CANETA, E MUITA CANETA, EM VEZ DE ENXADA! Não transformemos S.Tomé numa pocilga!

    • Cesar Jesus

      20 de Julho de 2021 as 13:24

      Babuseira!!!! Será que pensou antes de comentar!!!

    • João Catuta

      20 de Julho de 2021 as 16:57

      Plenamente de acordo! Bem dito, Ana Fonseca.

  5. Gregorio Furtado Amado

    20 de Julho de 2021 as 10:17

    Abel é um promissor mas essa luta não deve ser individual. Deve haver um esforço em unir os jovens para uma luta comum. Criam uma frente jovem comum entre você, Moisés, Bonfim, E.Garrido, e outros jovens para um movimento democrático para iniciar o processo de democratização do país onde haja liberdade de imprensa e que as pessoas podem exprimir o que pensam, onde o governo não manda forças prender um cantor e colocar na cadeia porque compôs uma música que o governo acha que lhe ofende, onde os honestos devem também ser chamados e não só os da elite, onde os melhores alunos devem ser acompanhados e não serem marginalizados enquant⁷5o os filhos da elite com média 11 sai de bolsa e os com média 18 fica aqui a deriva como tem feito esse governo. Força e união para derrubar essa injustiça que reina sobre a justiça.

  6. MARLENE

    20 de Julho de 2021 as 13:46

    não consigo perceber se é ilusão ou tolice. acham mesmo que o Abel é diferente dos restantes? Chegou a posição de celebridade pública dno tempo do ADI e durante este tempo foi incapaz de ver 1 defeito/acto de corrupção ou o que fosse do governo passado. não tem capacidade para ser jornalista, parcial e pouco sério. entrevistou a família do criminoso que quase matou um mulher criticando a sua morte, mas nunca entrevistou a vítima, ou outra vítima de violência. ele não faz activismo social, faz politiquice e dá destaque a assuntos que lhe tragam visibilidade. esta imagem de agricultor humilde que ele faz questão de enfatizar nas redes sociais, ficou bem esquecida durante o brilhantismo da televisão. É só mais 1 procurando o seu tacho e quer gostem quer não, não tem condições de ser presidente, vão dar uma espiada aos textos que publica no facebook e erros básicos de português assustam, não tem conhecimento nenhum da constituição.

    Vale o mesmo que os outros 18 candidatos : NADA

  7. Ana Fonseca

    22 de Julho de 2021 as 9:37

    Não transformemos o país numa república das bananas! Não se muda sãoTomé e Príncipe com ananases e abacates, mas sim com uma diplomacia à altura, e conhecimento pleno da geografia e gramática!

  8. Ana Fonseca

    22 de Julho de 2021 as 9:44

    Só essa é que nos faltava! Agora neste país tudo pode! Mesmo vianteiro e palaiês podem se tornar presidentes com o apoio da diáspora frustrada e mal informada! Palhaçada! O destino do país sempre estará na mão de um intelectual… porque pior será nas mãos dum “analfabruto” aventureiro!

Deixe um comentário

Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo